Home / Arte / Coleção de arte sacra é destaque em leilão em São Paulo
Coleção de arte sacra é destaque em leilão em São Paulo. Foto: Divulgação.
Coleção de arte sacra é destaque em leilão em São Paulo. Foto: Divulgação.

Coleção de arte sacra é destaque em leilão em São Paulo

Leilão em São Paulo contará com acervo de Maria Antônia Marinho,
da Casa do Alto da Boa Vista na cidade do Rio de Janeiro
e outros comitentes

Com grande coleção de móveis, imagens sacras, pratarias, louças Cia das Índias, pinturas acadêmicas e contemporâneas, litografias e livros raros, todos dos séculos XVII, XVIII, XIX e XX, totalizando 467 lotes realiza-se em São Paulo, nos dias 1 e 2 de agosto, o leilão da Dutra Leilões do acervo de Maria Antonia Marinho.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

De acordo com o leiloeiro Luiz Fernando Dutra, merece especial destaque o grande Lampadário Sabará de prata do período de transição D. João V para D. José I do séc. XVIII , bem como a cômoda papeleira D. José I de jacarandá com compartimento secreto para guarda de valores, da Bahia séc. XVIII. Assim como uma sala de jantar composta por uma mesa de 440 cm de comprimento e 16 cadeiras de jacarandá, todas do século XVIII.

SANTO DO PAU OCO

Dutra destaca ainda uma refinada coleção de arte sacra, onde se destaca a imagem de Nossa Senhora do Rosário, conhecida como “santo do pau oco” e que servia para guardar valores no seu interior e foi feita em São Paulo no séc. XVIII.

OUTROS LOTES

Bancada completa de seis tocheiros barrocos de madeira lavrada de Minas Gerais do séc. XVIII.

Pietá, Santa parentela, Santana Mestra e conjunto de 5 Cristos crucificados de madeira do séc. XVIII.

Porcelanas chinesas de exportação conhecidas como Cia das Índias alguma brasonadas.

Coleção de pratos e travessa de porcelana azul e branca Macau com recipiente para água quente (rechaud), pequenas terrinas e sopeiras cujo nome deriva do porto de origem Macau, chegando ao Brasil no final do séc.XVIII e início do séc. XIX.

Excepcional e raro par de cervos de porcelana Cia-das-Índias séc. XVIII.

Conjunto de pratos, travessas, terrinas, molheiras e saleiros Cia das Índias padrão “Folha de Tabaco”.

Travessa Cia das Índias conhecida como serviço dos pavões e travessa do serviço dos Galos de D. João VI pertenceram a Fazenda Real de Santa Cruz.

Dicionario portuguez e latino de Raphael Bluteau 1712-1728 em 10 volumes.

Cartas do Padre Antonio Vieira datadas de 1735-1746 em 3 volumes refletem a mais pura prosa da língua portuguesa.

Corografia Brazilica de Ayres de Casal 1º edição 1817 em dois volumes.

Grande arcaz de sacristia d. Jose I de jacarandá com mais de 322 cm de comprimento séc. XVIII.

Cadeiral D. José I de Jacarandá com 124 cm de altura, séc. XVIII.

Pinturas e desenhos de artistas contemporâneos como Antonio Gomide, desenho de Cândido Portinari, Manabu Mabe paisagem.

QUADRO ATUAL

Dutra destaca ainda, entre outros lances um quadro do artista plástico Cildo Meireles, cujo título é bem atual e oportuno, a despeito da obra ser datada de 2011. “Projeto de Buraco para Jogar Políticos Desonestos”. Retratando uma pequena vista de Brasília a beira de um grande buraco.

SERVIÇO
Local da exposição e leilão: Rua João Lourenço, 79 – Vila Nova Conceição
Exposição de 22 a 31 de julho
Leilão 1 e 2 de agosto às 21 hs

Mais informações www.dutraleiloes.com.br ou pelos telefones 11 3887.3234 e 11 95040.7337/8970

Comentários

Um comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*