Home / Arte / Exposição conta história dos quadrinhos curitibanos através de seus personagens
Curitibinha de Marco Vaz. Foto: Divulgação.

Exposição conta história dos quadrinhos curitibanos através de seus personagens

Barão do Serro Azul de Marcelo Lopez. Foto: Divulgação.

Barão do Serro Azul de Marcelo Lopez. Foto: Divulgação.

A cronologia das histórias em quadrinhos da cidade por meio de seus personagens está na exposição “Fabulosa Galeria de Personagens dos Quadrinhos de Curitiba”, que abre na próxima sexta-feira (4), às 19h, na Sala Lápis do Museu da Gravura, no Solar do Barão. Com curadoria de Fulvio Pacheco, a mostra em formato de álbum de figurinhas tem entrada gratuita e fica em cartaz até o dia 1º de maio.

Loira Fantasma de Fulvio Pacheco. Foto: Divulgação.

Loira Fantasma de Fulvio Pacheco. Foto: Divulgação.

A galeria inicia com o Chico Fumaça de 1926 de autoria de Alceu Chichorro, passando por personagens como o Homem Relâmpago, do Poty Lazarotto, Maria Erótica, de Claudio Seto, Smilinguido, da Marcia D´Haese, Marcozinho, do Tako X, Loira Fantasma, do Fulvio Pacheco, Curitibinha, do Marcos Vaz, Amely, da Pryscila Vieira, Barão do Serro Azul, do Marcelo Lopez, Malu, do José Aguiar e vários outros, totalizando 65 personagens.

De acordo com Pacheco, a exposição pretende mostrar que existe uma cronologia de quadrinhos consistente em Curitiba e de considerável volume. “A tradição da cidade quanto aos quadrinhos é conhecida em todo país, com méritos como a Grafipar, editora responsável pela maior produção de quadrinhos vista fora do eixo Rio-São Paulo, a primeira Gibiteca do Brasil e a Gibicon “, lembra Pacheco.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

A ideia do álbum surgiu com a Monografia “A História da Gibiteca e dos Quadrinhos em Curitiba” editada em 2006 por Fulvio como trabalho de conclusão de curso da Faculdade de Artes do Paraná. O artigo está à disposição para consulta na Gibiteca de Curitiba.

SERVIÇO:

Exposição “Fabulosa Galeria de Personagens dos Quadrinhos de Curitiba”
Local: Sala Lápis, Museu da Gravura da Cidade de Curitiba – Solar do Barão
Data e horário: Abertura dia 4 de março de 2016 (sexta-feira), às 19h. Visitação: 5 de março a 1º de maio, das 9h às 12h e 14h às 18h (terça a sexta-feira) e das 12h às 18h (sábado e domingo)

Entrada gratuita

.

O Gralha. Foto: Divulgação.

O Gralha. Foto: Divulgação.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*