Home / Art / EXHIBITION SCRAPBOOK – Dinorá Bohrer Silva is Adelia Prado
Dinorá Bohrer, with books and fabrics. Photo: André Gentleman.

EXHIBITION SCRAPBOOK – Dinorá Bohrer Silva is Adelia Prado

Retalhos – Dinorá Bohrer. Foto: André Cavalheiro.

Retalhos – Dinorá Bohrer. Photo: André Gentleman.

Maria Rita promotion Cultural Paths, There's inauguration the next day 29 February uma exposição de tapeçarias de recorte, developed in recent 15 years, a partir da relação da artista gaúcha Dinorá Bohrer Silva com a obra poética da mineira Adélia Prado. A coordenação da mostra “Grande Desejo – Dinorá Bohrer Silva encontra Adélia Prado” é de Maria Rita Webster e a curadoria, da crítica de arte Paula Ramos.

A atração fica em cartaz até 2 April, na Sala O Arquipélago do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV), localizado na Rua dos Andradas, number 1223. O horário de visitação é de terça a sexta-feira, from 10h to 19h, and on Saturdays, from 11:00 to 6:00 pm. Admission is free.

As peças, sem moldura e expostas nas paredes do espaço, têm dimensões diferentes, em sua maioria com mais de um metro. Os trabalhos são delicados: a técnica consiste em base de tecido, sobre a qual se monta, com retalhos de tecido das mais diversas texturas (desde algodão até organzas e rendas), uma composição de formas que vão presas a mão com pontos de bordado.

“São obras que fui realizando de 2000 até agora. A poesia é que me chamou para a imagem que trabalhei. Foram textos que me bateram de uma forma mais contundente que outros”, conta Dinorá.

Detalhe livros e retalhos –  Dinorá Bohrer. Foto: André Cavalheiro.

Detalhe livros e retalhos – Dinorá Bohrer. Photo: André Gentleman.

The exhibition catalogue reproduces 15 from 16 works exhibited, with the poems that the motivated. As fotografias são de André Gentleman, e os textos são assinados pelo jornalista e humorista Fraga, about clipping tapestry, e pelas professoras-pesquisadoras do Instituto de Artes da UFRGS Paula Ramos, who writes about the meeting between Dinorá Bohrer Silva and Adelia Prado, and Jeanne Bosak, on the trajectory and poetic work of this last.

Conforme a professora Joana, “A palavra é, para Adélia, mãe, esposa, religiosa, o veículo que a conecta a Deus, ao absoluto e ao eterno”. Já Paula Ramos explica um pouco do caminho da artista: “Bibliotecária de formação, Dinorá Maria Bohrer Silva sempre viveu entre livros: primeiro estruturando uma volumosa biblioteca, depois como sócia de uma pequena-grande livraria. Em meio ao trabalho que adorava, queria ter tempo pra ler”.

Utensílios – Dinorá Bohrer. Foto: André Cavalheiro.

Utensílios – Dinorá Bohrer. Photo: André Gentleman.

“Potente e sensível, o mergulho realizado por Dinorá Bohrer Silva só aconteceu porque, diferente de um exercício interpretativo, foi um encontro. Um encontro da maturidade, que fez com que ela e nós permaneçamos assim, em estado de poesia”, analisa a crítica de arte.

Título da mostra: Grande Desejo – Dinorá Bohrer Silva encontra Adélia Prado
Inauguration: 29 February, Monday, at 19h

Visitation: 1 March and 2 April 2016
The Archipelago Room | Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
Rua dos Andradas, 1223 | Historical center | Porto Alegre, RS
55 51 3226 7974 | www.cccev.com.br

Coordination | MARIA RITA WEBSTER
Curated By | PAULA RAMOS
Curatorial assistance | JEANNE BOSAK
Image credit | ANDRÉ GENTLEMAN
Promotion | CENTRO CULTURAL CEEE ERICO VERISSIMO | MARIA RITA CULTURAL PATHS

Dinorá Bohrer Silva | Born in 1947, in Novo Hamburgo/RS, where he lived until the 20 years. He moved to Porto Alegre and graduated in Librarianship and documentation, working in this area to retire. Started, then, his apprenticeship in the textile area next to the Studio Maria Rita Cultural Paths, where she was a student of Francisca Duarte Dallabona on clipping and Tapestry technique, later, also a teacher. Attended the workshop fiber and Textiles in the workshop Free of Prefeitura Municipal de Porto Alegre and papier mache Dolls and classes in Maria Rita Cultural Paths. Librarian by training, his work as an artist has always been heavily influenced by literature.

Adelia Prado | The daily life, the feminine and the faith. The important mining poet completed 80 years in 2015 and, for decades, delights lovers of poetry, with its lyrical text, sometimes rough, but always powerful. Among the prizes, the Jabuti award (1978), in the poetry category, by The Heart Racing (1978), and the Griffin Poetry Prize (2014), o maior prêmio de poesia no Canadá e um dos mais importantes do mundo.

Advertising: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*