Home / Arte / Fátima Camargo – A arte Naif por Edmundo Cavalcanti

Fátima Camargo – A arte Naif por Edmundo Cavalcanti

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

Edmundo Cavalcanti é Artista Plástico, Colunista de Arte e Poeta.

Ivone de Fátima Camargo Vicentini.

Neta e filha de agricultores, Fátima Camargo nasceu e foi criada na zona rural de Santa Cruz do Rio Pardo – São Paulo. Casada e mãe de três filhos, sempre trabalhou no cultivo de sementes e hortaliças.

Em 2007 entrou em um quadro forte de depressão decorrente de problemas pessoais, pressões diárias e estresse. Não mais conseguindo trabalhar e já não se sentindo mais a mesma. Mudavam os médicos mudavam os remédios e Fátima não voltava à realidade; seus dias eram vividos num passado em que as lembranças boas não existiam. Um dia, diante de enorme tristeza de seus filhos, de joelho pediu a Deus que lhe devolvesse o prazer pela vida. O pedido foi atendido; começava a nascer em seu íntimo o desejo pela arte!

Em outubro de 2014, começou a escrever poemas!

O que me inspira é tudo que desejo ao mundo, tudo de melhor, que vivam na união, pois só assim conseguiremos a Paz! – Fátima Camargo

Fátima Camargo é Artista Plástica.

Fátima Camargo é Artista Plástica.

Entrevista

Onde você nasceu?

Santa Cruz do Rio Pardo / SP, na Zona Rural.

Como e quando se dá o seu primeiro contato com as Artes?

Acredito pelas mãos de Deus, pois eu pedi a Ele que me desse algo que fosse meu!

Como surgiu ou você descobriu este dom?

De repente pouco tempo depois de eu ter pedido a Deus que me devolvesse o prazer pela vida, pois eu estava com depressão e nada mais tinha sentido para mim!

Quais são suas principais influências?

A Busca pela paz foi a influência, pois eu vivia do passado, coisas que me machucaram, que foram acumulando e não havia mais espaço para as coisas bonitas e boas em minha vida. Na verdade eu viva em guerra comigo mesma!

Quais os materiais que você utiliza em suas obras?

Tela, tinta a óleo, pincéis, querosene para lavar pincéis e pano de algodão para limpar os pincéis. Não uso paleta uso uma fibra plástica envolvida com saco plástico. A cada obra!

Os Protetores.Como é o seu processo criativo em si? O que te inspira?

Meu processo é rápido. Faço um esboço e termino na tinta!

O que me inspira é tudo que desejo ao mundo, tudo de melhor, que vivam na união, pois só assim conseguiremos a Paz! E também o meu mundo onde vivo!

Quando você começou efetivamente a produzir ou criar suas obras?

Comecei em Julho de 2010! Comecei com flores e paisagens!

A arte é uma produção intelectual primorosa, onde as emoções estão inseridas no contexto da criação, porém na historia da arte, vemos que muitos artistas são derivados de outros, seguindo técnicas e movimentos artísticos através do tempo, você possui algum modelo ou influência de algum artista? Quem seria?

Não! Sou autodidata conheço pouco de arte! Minha arte foi uma benção que recebi! E estou seguindo o meu caminho!

O que a arte representa para você? Se você fosse resumir em poucas palavras o significado das Artes na sua vida…

Devolveu-me o Prazer pela vida! Hoje vejo o mundo com alegria, pois a pintura me ajudou esquecer o meu passado que tomava o meu presente! Alegrou-me!

A Biografia Dos Anjos.

Quais as técnicas que você usa para expressar suas ideias, sentimentos e percepção a cerca do mundo? (Se é através da pintura, escultura, desenho, colagem, fotografia… ou usa várias técnicas no sentido de fazer um mix de formas diferentes de arte).

Não há técnica em minhas pinturas, elas são ingênuas, surgem espontaneamente, sem nenhum ensinamento! Apenas minha! Primitiva ou Naif.

Todo artista tem seu mentor, aquela pessoa a quem você se espelhou que te incentivou e te inspirou a seguir essa carreira, indo adiante e levando seus sonhos a outros patamares de expressão, quem é essa pessoa e como ela te introduziu no mundo das artes?

Depois de Minha primeira exposição em minha cidade, um artista plástico, Plínio Ringhon, também de minha cidade, viu minhas obras e foi na minha casa e me disse que eu deveria seguir, pois minhas pinturas eram Naif, uma pintura diferenciada e jamais eu deveria parar! Isso me deu a força que faltava para poder seguir meu caminho.

A Paz Está Em Nossas Mãos.

Você tem outra atividade além da arte? Você dá aulas, palestras etc.?

Sou agricultora sempre trabalhei nas estufas, apenas parei por causa da depressão! Não conseguia mais fazer meu trabalho!

Suas principais exposições nacionais e internacionais e suas premiações?

Exposições:

Individual – Arte Primitiva – Palácio da Cultura Umberto Magnani Neto – Santa Cruz do Rio Pardo – SP – 03 / 2012-“Óleo Sobre tela”;

Individual – “Anjos e Arcanjos” – Câmara Municipal de Santa Cruz do Rio pardo SP 10 / 2013 – “Óleo sobre tela”;

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Coletiva — Instituto Histórico de Arceburgo – MG – 06 / 2015 – “Óleo sobre tela”;

Coletiva – brazilianarte – Madri – Ara Arte – Junho – 2015 – “Acrílica em Papel”;

Participação – no anuário de 2015 – Brazilianarte;

Participação – Livro – Artcon Expo International, Association of Artist.

Em 18 Países – Junho 2015;

As Três Pedras Preciosas, Baseada Em Um Sonho Toda A História Atrás Da Obra.

Italiamiga – Coletiva – RJ – Setembro, 2015 – “Óleo Sobre tela”.

Coletiva – Es Pcex — Escola Preparatória De Cadetes Do Exército, de Campinas / SP “Óleo Sobre tela” – Outubro, 2015;

Coletiva – ECEME — Escola De Comando Maior Do Exército Do Rio de Janeiro / Outubro, 2015 – “Óleo Sobre Tela”;

Coletiva – Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra – ADSG / RJ / Novembro / 2015 – “Óleo Sobre tela”, Medalha de Bronze. “Decisão” e a “Colheita de Algodão”;

Coletiva – Câmara Municipal de Santa Cruz do Rio Pardo/SP “Óleo Sobre tela” – Novembro / 2015;

Coletiva – AIERJ — Associação de Imprensa do Estado do RJ. 55 anos de fundação – Salão AIERJ De Artes, “Óleo sobre tela” – Dezembro / 2015;

Individual – Palácio da Cultura de Santa Cruz do Rio Pardo / SP;

O Carregamento.

Série, “Menino Jesus”, “Óleo sobre tela” – Dezembro, 2015;

Exposição: Coletiva Internacional Saber Cultural e CIA. Arte e Cultura. Embu das Artes SP. Fevereiro, 2016 – “Óleo sobre tela”. Medalha de Bronze. “O Carregamento” e “Os Batedores de Arroz”;

Exposição Coletiva; Internacional, Brasil, Brazilianarte, Santa Catarina – Lisboa. Maio, 2016 – “Óleo sobre tela”;

Exposição: Coletiva: Instituto Histórico e Cultural de Arceburgo, Minas Gerais. Junho, 2016 – “Óleo sobre tela”. Grandes Medalhas de Bronze. “Os Protetores” e “O Orfanato”;

Exposição: Coletiva; VI Salão SINAP / AIAP / TAUBATÉ /SP. Menção Honrosa “O Carregamento” – “Óleo sobre tela”, Julho, 2016 – “Óleo sobre tela”.

Seus planos para o futuro.

Pretendo Pintar muito ainda sobre o tema Paz e levar para o mundo o que penso o que desejo pro mundo, deixar gravado através de minha arte que podemos sim mudar e transformar a tristeza em alegria!

Gostaria muito deixar para o mundo a história que me inspirou a pintar sobre a depressão, Uma história real baseada na vida de minha avó!

Meu primeiro quadro de figuras lembrei-me da história trágica que a levou ter depressão, há mais de 50 atrás!

Eu criei o quadro em 2011 “O Anjo Da Esperança!”.

Os Guerrilheiros De Deus.

O Anjo Da Esperança

Baseado em uma história real, na vida de Sebastiana Maria de Jesus Rodrigues!

Sebastiana perde seu filho mais velho, Aristeu, que morre eletrocutado, aos 14 anos de idade.

Inconformada, Sebastiana entra em um quadro depressivo, deixando até mesmo de cuidar de seus filhos menores.

Nada mais a importava, vivia seus dias chorando.

Em uma noite, enquanto repousava, Aristeu aparece em seus sonhos, e pede à mãe que parasse de chorar, pois suas lágrimas encharcavam suas asas, e ele não conseguia voar.

No dia seguinte Sebastiana, conta o sonho a família e disse que não ia mais chorar.

História contada por, Neusa Maria Rodrigues de Camargo, filha de Sebastiana, irmã de Aristeu, minha Mãe, na época com apenas 7 anos, se lembra de tudo.

Não conheci minha avó, ela faleceu 2 dias antes do meu nascimento, vítima de câncer.

Esse foi meu primeiro quadro de figuras, pensei em pintar algo sobre a depressão, me lembrei dessa história triste, resolvi pintar, não foi fácil, mas Deus Me ajudou depois de pronta a obra eu entendi que Deus quis me mostrar, que meus problemas eram pequenos, diante. Desse, e de tantos outros.

Nessa época eu tomava 5 antidepressivos, e 2 calmantes, em 2010!

Hoje tomo apenas 1.

O Anjo Da Esperança.

Facebook Perfil: www.facebook.com/profile.php?id=100006840977174

.

Vem conosco, Saiba das Novidades pelo e-mail:

Email

.

.

Gostou? Deixa um comentário!

.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*