Home / Arte / IV Mostra Cultural SIM (Sustentabilidade, Intercâmbio e Movimento) por Rosângela Vig
Centro Cultural SIM. Foto: Divulgação.

IV Mostra Cultural SIM (Sustentabilidade, Intercâmbio e Movimento) por Rosângela Vig

Rosangela_Vig_Perfil_2

Rosângela Vig é Artista Plástica e Professora de História da Arte.

Talvez não bastem a experiência e a energia para que a Cultura seja difundida e, com ela, a Educação. Ainda é preciso um espírito apaixonado, capaz de conseguir despertar o interesse no outro, de forma contagiante e definitiva. Esse é o ímpeto que move o Centro Cultural de Eunápolis, na Bahia, sob a curadoria de Tatinha Reis. No local, as apresentações artísticas disseminam não somente a Cultura, mas também passam valores adiante. A Arte, em suas diversas formas de manifestação, encontrou espaço no local, onde são realizadas exposições, em que se divulgam, não somente artistas da região, como também de outras cidades, de outros estados e de outros países.

Os primeiros eventos foram na cidade de Almenara, em Minas Gerais. A quarta edição da mostra será realizada entre os dias 13 de março e 14 de abril, deste ano, com inscrições até 31 de janeiro. Os artistas que participarem com suas obras, receberão certificados do Centro Cultural SIM e, aos que realizarem oficinas, haverá certificação do Núcleo de Pesquisa da Universidade Estadual da Bahia (UNEB). O evento reunirá Pintura, Escultura, Poesia, Música, Teatro, Dança, apresentação de um curta metragem, no cinema da cidade, e envolverá ambientes externos ao Centro Cultural.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Para este ano, a instituição ainda promoverá exposições na cidade de Suzano, em São Paulo, em Porto Seguro, na Bahia e outras nos estados do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de Mato Grosso do Sul.

A importância de se apoiar tais iniciativas se pauta na divulgação e no incentivo da Cultura e, como consequência a Educação. Em cada mostra, mais de 600 crianças, da rede pública, são certificadas nas oficinas de Artes; são divulgados artistas ainda anônimos; há lançamentos de livros, com noites de autógrafos; e são realizados saraus. Os cursos ministrados pela curadora, a artistas e a professores da rede pública, permitem a esses profissionais, o aprimoramento de seus currículos. A parceria com a Universidade Estadual surgiu na terceira edição do evento.

São ações desse tipo que levam adiante, nomes de artistas e suas obras, ao mesmo tempo em que fomentam e que disseminam a Cultura. Mais que isso, “o belo enobrece a sensibilidade e sensifica a razão” (SCHILLER, 2004, p.84), o que permite dizer ainda que a Cultura se envereda pelos domínios da Educação, ao instigar a criatividade e ao despertar o gosto.

Centro Cultural SIM. Foto: Divulgação.

Centro Cultural SIM. Foto: Divulgação.

.

Referências:

SCHILLER, Friedrich. Fragmentos das Preleções sobre a Estética. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.

.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*