Home / Arte / MAR abre mostras de Marcos Chaves e coletivos de São Paulo por Adriane Constante

MAR abre mostras de Marcos Chaves e coletivos de São Paulo por Adriane Constante

MAR abre mostras de Marcos Chaves e coletivos de São Paulo
por Adriane Constante

Terça-feira (27), às 10h, o Museu de Arte do Rio – MAR abre ao público as exposições Paisagens não vistas, individual de Marcos Chaves, e Zona de Poesia Árida, que reúne 55 obras de coletivos com atuação em São Paulo e pertencem à Coleção MAR.

Paisagens não vistas - Marcos ChavesDando início às comemorações pelos 450 anos do Rio de Janeiro, o Museu de Arte do Rio – MAR apresenta ao público uma visão insólita da cidade a partir do olhar do artista plástico Marcos Chaves. Paisagens não vistas reúne, entre fotografias e vídeos, um conjunto de mais de 30 obras (algumas inéditas) produzidas a partir de 1990 e que, juntas, investigam urbanidade e natureza sob um prisma contemporâneo. Entre o humor, a ironia e a tragédia, os trabalhos discutem a paisagem, o cotidiano, a cultura e os aspectos sociais e econômicos numa espécie de crônica visual.

Zona de Poesia Árida traça um panorama do intenso papel de ativismo assumido pela arte a partir dos anos 2000, com a participação de coletivos atuantes em São Paulo. São 55 trabalhos, entre vídeos, fotografias, gravuras, intervenções e performances que pertencem à Coleção MAR e integram o Fundo Criatividade Coletiva/Doação Funarte, formado por meio da 6ª edição do Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça.

Zona de Poesia ÁridaPara marcar a abertura das mostras, acontecem duas Conversas de Galeria. Às 15h, integrantes dos coletivos que compõem Zona de Poesia Árida e os curadores Daniel Lima e Túlio Tavares conversam com o público. Às 18h será a vez de Marcos Chaves e a curadora Ligia Caongia participarem do bate-papo com os visitantes. As exposições ficam em cartaz até 31 de maio.

Coletivos Zona de Poesia Árida: Frente 3 de Fevereiro, Bijari, Contrafilé, Nova Pasta, Esqueleto Coletivo, Cia Cachorra, A Revolução Não Será Televisionada, COBAIA, EIA, Política do Impossível, Ocupeacidade, Espaço Coringa, Catadores de Histórias, Mico, Dragão da Gravura e Elefante.

O Museu de Arte do Rio

O MAR é um espaço dedicado à arte e à cultura visual. Instalado na Praça Mauá, ocupa dois prédios vizinhos: um mais antigo, tombado e de estilo eclético, que abriga o pavilhão de exposições; outro mais novo, de estilo modernista, onde funciona a Escola do Olhar. O projeto arquitetônico une as duas construções com uma cobertura fluida de concreto, que remete a uma onda – marca registrada do Museu –, e uma rampa, por onde os visitantes chegam aos espaços expositivos.

O MAR, uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o Museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação a partir do programa curatorial que norteia a instituição.

O Museu tem o Grupo Globo, a Vale e o Itaú como patrocinadores máster e o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A gestão fica a cargo do Instituto Odeon, uma associação privada, sem fins lucrativos, que tem a missão de promover a cidadania e o desenvolvimento socioeducacional por meio da realização de projetos culturais.

Serviço MAR – Museu de Arte do Rio

Ingresso: R$ 8 | R$ 4 (meia-entrada) – pessoas com até 21 anos, estudantes de escolas particulares, universitários, pessoas com deficiência e servidores públicos da cidade do Rio de Janeiro. Pagamento em dinheiro ou cartão (Visa ou Mastercard).

Política de gratuidade: Não pagam entrada – mediante a apresentação de documentação comprovatória – alunos da rede pública (ensinos fundamental e médio), crianças com até cinco anos ou pessoas a partir de 60, professores da rede pública, funcionários de museus, grupos em situação de vulnerabilidade social em visita educativa, vizinhos do MAR e guias de turismo. Às terças-feiras a entrada é gratuita para o público geral. Até dezembro de 2014 também têm gratuidade profissionais do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Guarda Municipal (GM/Rio) e da Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP).

Horário especial de visitação no verão: Terças, das 10h às 19h. De quarta a domingo, das 10h às 17h. Às segundas o museu fecha ao público. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (55 21) 3031-2741 ou acesse o site www.museudeartedorio.org.br.

Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro. Confira o mapa:

.

Assessoria de Imprensa

Approach Comunicação Integrada

Approach Comunicação Integrada

Adriane Constante – Atendimento

adriane.constante@approach.com.br

João Veiga – Atendimento

joao.veiga@approach.com.br

(21) 3461-4616 – ramal 170

.

WEBSITE obrasdarte.com:
Logo do Site Obras de Arte
Artistas Contemporâneos
Galeria de Obras de Arte
Google +
| Facebook Fan Page | Twitter

Comentários

9 comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*