Home / Arte / Memorial de Curitiba recebe a exposição fotográfica ‘Ciganos’, de Rogério Ferrari
Exposição "Ciganos". Foto: Rogério Ferrari.

Memorial de Curitiba recebe a exposição fotográfica ‘Ciganos’, de Rogério Ferrari

O Memorial de Curitiba recebe na próxima sexta-feira (4), a partir das 19h30, uma exposição fotográfica que revela o dia a dia dos ciganos numa perspectiva distante dos estereótipos que comumente os rotulam. O trabalho é do fotógrafo Rogério Ferrari que apresenta 23 imagens, em preto e branco, nas dimensões 60×40 cm. Realizada em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, a aberturta da mostra terá a presença da comunidade cigana. Em cartaz até 28 de fevereiro, a visitação acontece das 9h às 12h e das 13h às 18h, de terça a sexta-feira, e das 9h às 15h aos sábados, domingos e feriados. A entrada é gratuita.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Durante três meses, entre 2010 e 2011, Rogério Ferrari percorreu 45 municípios da Bahia para fotografar o povo cigano. De acordo com o fotógrafo, “o projeto não veio de uma escolha estética ou da busca do exótico, de um outro distante para ser fotografado, mas pelo propósito de retratar os ciganos numa perspectiva distante o possível dos estigmas e dos estereótipos”. “Para além de generalizações, essas fotografias expressam a diversidade”, conta Rogério. O material também está no livro Ciganos.

A exposição tem como curadoria a White Imagens, que tem à frente o artista visual e também fotógrafo Guilherme Zawa. Ela chega ao mundo da arte reunindo grandes nomes da fotografia, inclusive profissionais que atuam fora do País, e propondo trabalhar com projetos autorais e culturais relevantes no cenário nacional, tanto com os fotógrafos e artistas, quanto com as produtoras e espaços culturais.

Sobre Rogério Ferrari

Rogério Ferrari trabalha como fotógrafo independente desenvolvendo o projeto Existências-Resistências que retrata o lado desconhecido de conhecidos conflitos e a lutas de povos por autodeterminação: Palestinos; Curdos; Zapatistas, no México; Sem Terra, no Brasil; Saarauís, no Saara Ocidental e nos territórios ocupados por Marrocos; Mapuches, no Chile; Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul; e os índios, na Bahia.
É autor dos livros Ciganos (Brasil 2011); Saharaouís, e Palestine (França, 2010-2008) ; Curdos, Uma Nação Esquecida (Brasil, 2007); Palestina, A Eloquência do Sangue (Brasil, 2004); e co-autor de Zapatistas, A Velocidade do Sonho (Brasil, 2006).

Bate-papo

No sábado (5), Rogério Ferrari e Guilherme Zawa farão um bate-papo das 10h30 às 12h, no auditório da Livraria da Vila, no Shopping Patio Batel, para falar sobre este projeto.

Serviço:

Exposição “Ciganos”, de Rogério Ferrari
Local: Memorial Curitiba

Data: 04/12/2015 a 28/02/2016 – 3ª, 4ª, 5ª e 6ª feira, sábado e domingo
Horário(s): Abertura: 19h30 | Exposição: 9h às12h e13h às 18h (3ª a 6ª) | 9h às 15h (Sábado e domingo)

 

Confira no mapa:

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*