Home / Arte / “Picasso e a modernidade espanhola” no CCBB Rio

“Picasso e a modernidade espanhola” no CCBB Rio

“Picasso e a modernidade espanhola” no CCBB Rio

Quarta-feira (24), o CCBB Rio abre ao público a exposição Picasso e a modernidade espanhola. A mostra reúne 90 obras do museu Reina Sofía, que oferecem ao público brasileiro diferentes abordagens sobre as contribuições do fundador do Cubismo e de seus contemporâneos ao cenário internacional da arte.

Em parceria com uma das mais importantes instituições dedicadas à arte moderna, o Museo Reina Sofía, de Madri, Espanha, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Fundação Mapfre trazem ao Brasil Picasso e a modernidade espanhola | Obras da coleção do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía. A mostra vai, entre outros aspectos, oferecer ao público brasileiro diferentes abordagens sobre as contribuições do fundador do Cubismo e de seus contemporâneos ao cenário internacional da arte. Com curadoria de Eugenio Carmona, professor de História da Arte da Universidade de Málaga e conceituado especialista no tema, a exposição conta com 90 obras e fica em cartaz de 24 de junho a 7 de setembro no CCBB do Rio de Janeiro, após temporada de sucesso em São Paulo.

Picasso e os artistas espanhóis tiveram papel decisivo na criação e nas definições da arte moderna internacional, e esta exposição pretende propor um encontro com as mais singulares contribuições desses criadores a partir dos fundamentos estéticos que configuraram as experiências espanholas no período. A mostra destaca a forma como Picasso concebeu a modernidade e como influenciou ou se relacionou com os principais criadores da época, apresentando também os diálogos, as inter-relações e os desafios que se estabeleceram entre o próprio Picasso e Juan Gris, Miró, Dalí, Julio González, Óscar Domínguez e o conjunto de mestres espanhóis da arte moderna.

A exposição é dividida em oito módulos, que contam histórias e resumem possibilidades criativas. A relação do artista com a modernidade fica evidente nos espaços “Picasso. O trabalho do artista” e “Picasso. Variações”. Além disso, sempre de forma transversal, são apresentadas obras que unem “Ideia e forma”, “Signo, superfície, espaço”, “Realidade e super-realidade” e “Natureza e cultura”. Em uma área especial dedicada a um mergulho no imaginário de Picasso, o público poderá perceber como foi concebida a iconografia de sua conhecida obra Guernica – para tanto, recorre-se a suas elaborações em torno de “O monstro e a tragédia”. Finalmente, a conclusão da mostra destaca como a arte espanhola no final dos anos 1950 caminhou “Em direção a outra modernidade”.

Entre as obras presentes estão Cabeça de Mulher (1910), Busto e Paleta (1932), Retrato de Dora Maar (1939) e O Pintor e a Modelo (1963), além de estudos e esboços para Guernica, que ajudam a entender o processo de criação dessa que é uma das mais impactantes obras de arte de todos os tempos. Concebida como uma reação imediata ao bombardeio nazista que, durante a Guerra Civil Espanhola, matou mais de 100 civis na pequena cidade que dá nome à pintura, Guernica de Picasso é um pungente e atemporal manifesto em favor da paz. No Rio, oito desenhos que não foram apresentados na temporada paulista passam a compor a mostra.

Com o conjunto emblemático das realizações de um ícone da pintura universal e de outros artistas de primeira grandeza, o público brasileiro poderá, por meio de uma mostra inédita, se aproximar ainda mais desse capítulo da história da arte.

Fruto de uma parceria entre a Fundação Mapfre e o Centro Cultural Banco do Brasil (instituições responsáveis por Impressionismo: Paris e a Modernidade, a terceira exposição mais visitada no mundo em 2013), a mostra conta com o apoio do Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, e patrocínio do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre e do Banco do Brasil, empresas que vêm desenvolvendo um amplo trabalho de fomento à cultura. A coordenação e a organização de Picasso e a modernidade espanhola estão a cargo da Expomus, empresa brasileira que atua há mais de 30 anos no mercado cultural.

Vem conosco, Saiba das Novidades pelo e-mail:

Email

.

SERVIÇO:

Picasso e a modernidade espanhola | Obras da coleção do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía

Essa exposição foi organizada e realizada em colaboração com o Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía e a Fundación Mapfre.
Exposição realizada inicialmente na Fondazione Palazzo Strozzi, Florença.

Realização: Ministério da Cultura
Patrocínio: Grupo Segurador Banco do Brasil Mapfre e Banco do Brasil
Incentivo: Lei Federal de Incentivo à Cultura
Produção: Expomus

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
24 de junho a 7 de setembro de 2015
Entrada Franca
Classificação etária: livre

24 de junho, às 18h30: palestra com o curador.

CCBB RJ / Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
De quarta a segunda, das 9h às 21h
Informações: (21) 3808-2020

Mais informações:
Gestão de Relacionamento com a imprensa
Approach Comunicação Integrada

Approach Comunicação Integrada

Rio de Janeiro
Tel.: (21) 3461-4616 – Ramais 179, 170 e 121
Adriane Constante |
adriane.constante@approach.com.br | 21 99360-0738
João Veiga | joão.veiga@approach.com.br | 21 99219-2604
Claudia Montenegro | claudia.montenegro@approach.com.br | 21 99442-5712

.

WEBSITE obrasdarte.com:
Logo do Site Obras de Arte
Artistas Contemporâneos
Galeria de Obras de Arte
Google +
| Facebook Fan Page | Twitter

Comentários

4 comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*