Home / Arte / Rodrigo Franzão é o primeiro artista plástico brasileiro, em 117 anos, a expor na Marquis Gallery do National Arts Club, em Nova York

Rodrigo Franzão é o primeiro artista plástico brasileiro, em 117 anos, a expor na Marquis Gallery do National Arts Club, em Nova York

Rodrigo Franzão é o primeiro artista
plástico brasileiro, em 117 anos, a
expor na Marquis Gallery do National
Arts Club, em Nova York

Galeria consagrada onde Picasso, Goya e Andy Warhol apresentaram
trabalhos inéditos, mostra 10 obras do artista paulistano Rodrigo
Franzão, no período de 29 de setembro a 24 de outubro.

Rodrigo Franzão. Foto Divulgação.

Rodrigo Franzão. Foto Divulgação.

Além de apresentar suas obras no National Arts Club, de Nova York, Rodrigo Franzão já agrega a sua carreira o privilégio de ser o primeiro brasileiro a ganhar exposição na Marquis Gallery, em seus 117 anos de existência. Ao conhecer os trabalhos de Franzão, Robert Yahner – curador do National Arts Club – ficou impressionado com a qualidade das obras e a técnica utilizada em suas criações.

“Katharsis” retrata a figura humana em sua condição orgânica. Buscando inspiração na relação que o indivíduo tem com o corpo, Franzão deixa aparente em primeiro plano os alicerces biológicos que formam o ser humano, propondo uma reflexão sobre nossas estruturas físicas. Em técnica mista sobre papel, as obras são costuradas com fio de cobre para traçarem as estruturas internas do corpo humano. Diversos planos de observação são propostos para levar o observador a se distanciar da geometria e da figuração apresentadas, e se deparar com sua própria realidade.

Para a instalação, Franzão combina tecido, cobre e outras mídias na montagem tridimensional, sugerindo movimento e uma reflexão silenciosa sobre os contornos daquilo que é fundamental na natureza humana. O curador Robert Yahner, conta que “impressionou-se com a qualidade das obras e com a lucidez com que o artista mistura os materiais”. Já Carlos T. Kearns destaca que “observou a contemporaneidade das obras, a riqueza em detalhes e a maneira como o artista aproxima as cores”.

Convite Rodrigo Franzão, National Arts Club

Exposição Katharsis, Rodrigo Franzão.

Sobre Rodrigo Franzão – Nasceu em São Paulo em 1982, e radicou-se em Abadiânia, cidade do interior do estado de Goiás, em 2013. Iniciou o processo artístico logo após encerrar a carreira didática, a qual exerceu como professor de língua portuguesa por quase uma década. Seu interesse pelas artes plásticas consolidou na faculdade de Letras, curso concluído na Universidade São Marcos em 2014, em que pôde, por meio da literatura, incentivar a percepção reflexiva, que fortaleceu em uma especialização em Psicopedagogia e Arteterapia e que estendeu em outra, Comunicação em Arte Educação, especializações na FPA (Faculdade Paulista de Arte) entre 2008 e 2011, despertando a relação de importância e o significado individual de fazer arte para o artista. Tal relação concretizou-se na relevante passagem de Rodrigo Franzão pela faculdade de Arquitetura e Urbanismo na FMU (Faculdade Metropolitanas Unidas FIAMFAAM) em 2011, a qual lhe agregou organização espacial e comunicação visual. A fim de anexar tais conhecimentos teóricos à prática, no ano de 2013, passa a estudar Artes na CEUCLAR (Centro Universitário Claretiano) com o intuito de esclarecer as minúcias do contexto histórico, social, crítico e estético da arte.

Instigado pelo abstracionismo geométrico e pela arte construtivista, o artista se expressa com a finalidade de revelar a transparência existente dos materiais de uso cotidiano, os quais alimentam o seu interesse pelo comportamento social e a relação entre os objetos e as ações que reforçam as necessidades humanas. Desenvolve múltiplas linguagens por meio das tramas gráficas, utilizando técnicas mistas para evidenciar os detalhes e os mecanismos que se fragmentam em dispersões, intervalos e ruídos.

rodrigofranzao.com

Serviço

NATIONAL ARTS CLUB – Marquis Gallery, no Gramercy Park – NY
“KATHARSIS” – Rodrigo Franzão

Data: De 29 setembro a 24 outubro de 2015

Comentários

6 comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*