Home / Arte / Sesc Pinheiros recebe Espetáculo de Dança “Movimento Para Um Homem Só”, da Companhia Perversos Polimorfos

Sesc Pinheiros recebe Espetáculo de Dança “Movimento Para Um Homem Só”, da Companhia Perversos Polimorfos

Com direção de Ricardo Gali, dueto é inspirado em intervenções
do artista plástico inglês Banksy em parceria com os grafiteiros
brasileiros Os Gêmeos

“Movimento Para Um Homem Só”, da Companhia Perversos Polimorfos. Foto: Divulgação.

“Movimento Para Um Homem Só”, da Companhia Perversos Polimorfos. Foto: Divulgação.

22 a 30 de setembro

Na edição de setembro do projeto COREOGRÁFICOS, o Sesc Pinheiros recebe o espetáculo “Movimento Para Um Homem Só”, da Cia. Perversos Polimorfos. As apresentações são gratuitas e acontecem de 22 a 30 de setembro (terças e quartas-feiras), às 20h30, na Praça da Unidade.

O dueto é inspirado nas intervenções criadas pelo artista plástico inglês Banksy em parceria com os grafiteiros brasileiros Os Gêmeos. As obras fizeram parte da ocupação “Better out than in”, realizada em Nova York, em outubro de 2013.

No espetáculo, a ironia de Banksy está presente nos gestos ampliados e na interrelação dos movimentos, em que os interpretes sugerem uma diversidade de leituras, a partir do cruzamento das linguagens.

A Cia. Perversos Polimorfos surgiu em 2005 sob a direção de Ricardo Gali com a proposta de reunir diversos artistas em torno da discussão a respeito das artes cênicas contemporâneas (dança e teatro) e a possibilidade de interface com outras artes emergentes. Em 2013 foi contemplada pelo 18º Cultura Inglesa Festival para desenvolvimento do espetáculo “Movimento para um homem só”.

Sobre Ricardo Gali
Formado pela EAD (Escola de Arte Dramática – ECA/USP), estudou no CPT (Centro de Pesquisa Teatral, coordenado por Antunes Filho) e cursou audiovisual na FMU. Atuou como diretor em “(Proto)HamletMaschine”, “Phaedra’s Love”, “Banksy Bang” e “Ânsia”, da Cia. Perversos Polimorfos. Co-dirigiu, com Georgete Fadel, “Vão, uma paisagem cênica”, em 2012. Faz parte da equipe de criação da Cia. do Tijolo como preparador corporal e diretor de movimento nos projetos “Cantata para um Bastidor de Utopias” e “ Sob a Luz do Lampião da Esquina”. Atualmente dirige o espetáculo “Movimento para um homem só” (Cia. Perversos Polimorfos) e continua como diretor de movimento da Cia. Do Tijolo.

Sobre Cia. Perversos Polimorfos
A companhia Perversos Polimorfos surgiu em 2005, sob a direção de Ricardo Gali, com a proposta de reunir diversos artistas em torno da discussão a respeito das artes cênicas contemporâneas (dança e teatro) e a possibilidade de interface com outras artes emergentes. Produziu o espetáculo de teatro-dança “(Proto)HamletMaschine”, inspirado no texto “Hamlet Machine”, de Heiner Müller. Em seguida, a partir da necessidade de explorar a palavra, encenou “Phaedra’s Love”, de Sarah Kane, que esteve em cartaz no Teatro Fábrica SP e no Centro Cultural São Paulo, no ano de 2008. No mesmo ano, os integrantes produziram o evento “Sexta dos Perversos”, um lounge cultural cujo principal objetivo era proporcionar meios de difusão, discussão e circulação de dramaturgia e performance contemporânea. No projeto Fora do Palco – Site Specific (no Sesc Pinheiros), a companhia estreou “Ânsia”, inspirado no texto “Crave”, de Sarah Kane, e na obra do artista plástico David Hockney. O espetáculo foi indicado ao 7º Prêmio Bravo! Bradesco Prime de Cultura na categoria Melhor Espetáculo Nacional de Dança do ano 2011. A companhia recebeu o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna (2010) com o espetáculo “Banksy Bang” e foi contemplada pela 13º Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo para criação do espetáculo “Imagem-nua e outros contos”. Em 2013, iniciou a produção de “Movimento para um homem só” em parceria com o 16º Cultura Inglesa Festival.

Ficha Técnica
Direção e Concepção: Ricardo Gali

Produção: Débora Sperl
Intérpretes-criadores: Jerônimo Bittencourt e Lucas Delfino
Iluminação: Aline Santini
Trilha Sonora: Lourenço Rebetez
Figurino: Ricardo Gali
Colaboração na pesquisa de movimento: Beatriz Sano
Colaboração Artística: Natália Mendonça e Maurício Florez
Vídeo/foto: Fábio Furtado

SERVIÇO

“MOVIMENTO PARA UM HOMEM SÓ” – CIA. PERVERSOS POLIMORFOS

Dia: de 22 a 30 de setembro (terças e quartas-feiras), às 20h30
Local: Praça do Sesc Pinheiros (Piso Térreo)
Duração: 50 minutos
Classificação: Livre

Grátis.

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas (veículos e motos): credenciados no Sesc: R$ 6,00 nas três primeiras horas e R$ 1,00 a cada hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 8,00 nas três primeiras horas e R$2,00 a cada hora adicional.

Comentários

3 comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*