Home / Arte / Um Viva a São João e Outros Santos Festeiros!
Fachada do Museu Casa do Pontal. Foto: Divulgação.

Um Viva a São João e Outros Santos Festeiros!

SEMINÁRIO + FESTA

O Museu Casa do Pontal apresenta, no dia 23 de Julho (sábado), entre 13h e 21h, no formato “Seminário + Festa”, o evento “Um Viva a São João e outros Santos Festeiros!”. Essa ação é um desdobramento da exposição temporária “Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular” – em exibição no Museu Casa do Pontal, que celebrou o universo das artes e festas populares brasileiras e abordou algumas temáticas, como performance, patrimônio material e imaterial. Assim, nesta ocasião, festejaremos algumas manifestações artísticas e culturais populares, com espaço na programação para trocas reflexivas e para experiências brincantes. Em tempos juninos, importante marco do calendário festivo das festas populares brasileiras, faremos uma especial homenagem à São João e outros santos festeiros. O evento integra o Circuito Cultural Rio, idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Prefeitura do Rio, para a programação cultural dos períodos Olímpico e Paralímpico, que vai de maio a setembro de 2016.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Iniciaremos o dia, às 13h30, com o Seminário Temático “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”. Num primeiro momento do seminário, alguns convidados, com diferentes inserções nos campos da arte e cultura popular (brincantes, artistas, pesquisadores, produtores culturais) vão disparar uma discussão sobre políticas de salvaguarda, a partir de suas experiências e perspectivas em relação às formas de garantia da sustentabilidade das manifestações culturais populares. Estão confirmadas as participações de: Adriana Scheneider (Professora da UFRJ/Pesquisadora Mamulengo); Dyonne Chaves Boy (Coordenadora da Associação Cultural Jongo da Serrinha Jongo da Serrinha); Martha Abreu (Professora UFF/Pesquisadora Jongo); Moana Van de Beuque (Museu Casa do Pontal/Pesquisadora Bumba-meu-boi); Toninho Canecão (Quilombo São José da Serra). A mediação será de Angela Mascelani (Museu Casa do Pontal/Pesquisadora Arte Popular). Em seguida, a ideia é realizar uma conversa com ampla participação da plateia, para que juntos possamos refletir sobre caminhos a seguir nesta temática. Para finalizar o seminário, às 17h, lançaremos o catálogo da exposição “Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular”. As vagas no seminário são limitadas. Inscrições no link: http://goo.gl/forms/TLxp8pn19bmMe5YL2

Em seguida, de 17h30 até 21h, faremos uma Festa para São João e outros Santos Festeiros, com apresentações dos seguintes grupos: Jongo do Quilombo São José; Tambor de Crioula As Três Marias; Forró do Gaúcho, Boi Cascudo e outros convidados. Como bom arraial, teremos ainda comidas e bebidas típicas, além de uma exuberante fogueira. Teremos ônibus gratuito para a festa, saindo 16h do Largo do Machado, com paradas na Gávea e na Barra da Tijuca. Inscrições pelo formulário: http://goo.gl/forms/pJ6jo3niM24BvtWI3

PERFIL DOS PARTICIPANTES:

Seminário Temático: “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”

Adriana Scheneider: Artista em geral, atriz e diretora de teatro. Professora do Curso de Direção Teatral da UFRJ, é integrante do Grupo Pedras de Teatro, do Coletivo Bonobando – Bando de Artistas Autônomos e do Movimento Reage Artista.

Dyonne Chaves Boy: Atriz, bailarina, artista plástica e jornalista. Em 2000, fundou a ONG Grupo Cultural Jongo da Serrinha, onde exerce o cargo de coordenadora-executiva. Em 2006, concluiu o mestrado em projetos sociais e bens culturais na FGV-RJ.

Martha Abreu: Professora titular do departamento de história da UFF e pesquisadora do CNPQ. Autora de diversos trabalhos sobre cultura popular, cultura negra e patrimônio imaterial, e consultora do pontão de cultura do jongo e do caxambu.

Moana Van de Beuque: Mestre em Antropologia pelo PPGSA-UFRJ. Desenvolveu pesquisa sobre o Bumba-meu-boi maranhense. É pesquisadora do Museu Casa do Pontal e colaboradora da PUC-Rio na disciplina de Etnografia, no curso de Design.

Toninho Canecão: Mestre de Jongo e presidente da associação de moradores do Quilombo São José, localizado em Valença (RJ). Sob sua liderança a comunidade conquistou a titulação das terras.

Angela Mascelani: Doutora em Antropologia Cultural pelo PPGSA-UFRJ. Autora dos livros “O mundo da arte popular brasileira” (2000) e “Caminhos da Arte Popular: o Vale do Jequitinhonha” (2008). É Curadora e Diretora do Museu Casa do Pontal.

Festa para São João

Jongo do Quilombo São José: Localizado em Valença (RJ), é o mais antigo quilombo do Estado do Rio, formado por volta de 1850. A comunidade tem sua história perpassada por diversas lutas, entre elas a conquista de titulação de suas terras. A brincadeira do jongo na comunidade tem sido importante na afirmação da identidade afro-brasileira.

Tambor de Crioula As Três Marias: Em 2002, a fusão entre o trabalho da Divina Corriola e da parelha deu origem ao grupo que se dedica, entre outras práticas brincantes, aquelas do Cacuriá e do Tambor de Crioula.

Forró do Gaúcho: É um grupo que explora a diversidade do forró e os diversos gêneros que se agregam em torno dele; nesta festa cabem xote, xaxado, baião, brega, música instrumental, côco de roda, aboio e o que mais a imaginação permitir. O quarteto de sanfona, zabumba, triângulo e percussão também se desdobra em flauta e pife.

Boi Cascudo: Grupo dedicado à brincadeira do Boi, realizada em homenagem à São João.

PROGRAMAÇÃO EVENTO:

13h30 – Seminário: “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”.

17h – Lançamento do catálogo da exposição Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular.

17:30 – 21h – Festa Brincante (com comidas e bebidas juninas)

Jongo do Quilombo São José

Tambor de Crioula As Três Marias

Forró do Gaúcho

Boi Cascudo

Outros Convidados

MUSEU CASA DO PONTAL:

O Museu do Pontal foi inaugurado em 1976 pelo design francês Jacques Van de Beuque. É um dos principais museus do país e reúne o maior acervo de arte popular brasileira. Suas obras contam histórias e costumes do povo brasileiro, resultado de quarenta anos de pesquisas e viagens de Jacques pelo Brasil. Seu acervo, tombado pela Prefeitura do Rio como referência cultural da cidade, é composto por mais de 8.500 peças de 216 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX. O museu já realizou mais de 70 exposições parciais do acervo no Brasil e em outros 15 países, além de já ter sido visitado por milhares de estudantes, moradores do Rio e turistas.

Admirado por personalidades estrangeiras como o escritor José Saramago, aplaudido por brasileiros como o músico Gilberto Gil e pela futebolista Marta, reconhecido como Patrimônio Artístico e Cultural do Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é fundamental nos roteiros cariocas. Definitivamente um passeio completo, deslumbrante e imperdível para adultos e crianças.

É considerado pelos turistas que vieram ao Brasil durante a Copa das Confederações como extremamente relevante, segundo pesquisa da Embratur. Em 2013, foi eleito pela Revista Época o terceiro melhor museu do Rio de Janeiro. Foi escolhido, em 2014, para representar o Brasil no Comitê para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco.

No dia 23 de junho deste ano, foi anunciado o início das obras da nova sede do Museu do Pontal, na Barra da Tijuca. O Museu do Pontal será transferido para um terreno de 14 mil metros quadrados na Avenida Célia Ribeiro. A prefeitura fez a cessão do local por um período de 50 anos renováveis e a administração do Museu fará o gerenciamento do novo espaço cultural. Durante o período de obras, a antiga sede continuará aberta ao público no Recreio dos Bandeirantes e, durante os Jogos Olímpicos, oferecerá diferentes programações para os cariocas e turistas que estiverem na cidade, além de continuar promovendo visitas educacionais, exposições, seminários e shows.

CIRCUITO CULTURAL RIO:

Idealizado pela Prefeitura do Rio, o Circuito Cultural Rio conta com mais de 700 atrações, selecionadas e patrocinadas por meio dos editais da Secretaria Municipal de Cultura, que serão apresentadas em mais de 100 espaços culturais espalhados por toda a Cidade, além dos eventos que acontecem ao ar livre. Com peças de teatro, exposições, shows, espetáculos de dança, atrações circenses, eventos de gastronomia, manifestações de rua, saraus, bailes e afins, o Circuito Cultural Rio vai possibilitar uma experiência integral da diversidade cultural carioca.

SERVIÇO:
Seminário + Festa: UM VIVA A SÃO JOÃO E OUTROS SANTOS FESTEIROS!
Dia 23 de julho de 2016, de 13h30 às 21h.
Local: Museu Casa do Pontal (Estrada do Pontal nº 329, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ)

Inscrições no seminário link: http://goo.gl/forms/TLxp8pn19bmMe5YL2

Inscrições para ônibus gratuito para a Festa no link: http://goo.gl/forms/pJ6jo3niM24BvtWI3

Não são necessárias inscrições para a Festa.

Estacionamento: 80 carros.
Informações: 2490-2429 / 2205-3008

Entrada Franca.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*