Accueil / Art / Ananda Seidl Uruguay inaugure seul pas d'espace
Autor – Ananda Seidl. Título – Trípitiko 2 année - 2018. Técnica – acrílica s/ tela c/ colagem. dimensions - 120 x 240 cm.

Ananda Seidl Uruguay inaugure seul pas d'espace

Composta por pinturas e instalação, “Tropikus” propõe um questionamento político através da ausência de curadoria tradicional, deixando o trabalho do artista tomar voz com autonomia

L'artiste visuel Ananda Seidl inaugure “Tropikus", pas Uruguay Surface, sob coordenação de Mariana Pinto e com texto de apresentação de Enock Sacramento. Composé por 13 pinturas e uma instalação, a individual propõe o conceito de “curadoria invisível", em que a criatividade do artista toma voz de sua criação com total autonomia, buscando a reflexão pessoal do espectador acerca de um questionamento político.

Publicité: Bannière Luiz Carlos de Andrade Lima

Baseado na exuberância tropical em cores dilaceradas e lama, que invade o espaço como contraste e manifesto político, Ananda Seidl pretende despertar no público a liberdade de avaliar e refletir, a partir de suas próprias experiências, sobre a diversidade entre obras coloridas e a instalação apresentadas. "A escolha pela arte sempre esteve presente em minha vida como uma forma indireta de falar sobre questões pessoais, deixando livre ao interlocutor as sinapses", dit l'artiste. second Mariana Pinto, a organização das obras foi pensada em mostrar esse conjunto na tentativa de evitar leituras fixas: "Tudo o que eu queria era minimizar os sentidos preestabelecidos e evitar teorias prévias, para deixar que o espectador em suas referências crie a sua própria leitura e se possível vá além do que ele vê".

Tropikus” marca a fase de estreia de Ananda Seidl pas de circuit culturel. Dans ses mots: "L’art, Pour moi, acabou virando uma semente diante de circunstâncias de um período de minha vida. Outrora, preferi um certo sacrifício no fazer artístico em razão do meu filho. A semente então ficou quietinha, em ambiente seco e estéril. Em uma palavra, impossível germinar. Passadas décadas, a semente recebeuvai saber de onde – eau. Então tudo começou a mudar! Apesar de guardada por tanto tempo, a semente continha todas as informações necessárias para brotar. E foi o que ocorreu. A água fez meu trabalho, acordando as propriedades da semente, que brotou, cresceu e então surgiu o fruto que é esta primeira individual".

Exposition: "Tropikus"
Artiste: Ananda Seidl
Coordination: Mariana Pinto
Texte de présentation: Enock Sacramento
Ouverture: 21 Mars 2019, Jeudi, às 18h30
Période: 22 de la Mars 21 Avril 2019
Local: Espacio Uruguay São Paulo – Banco de la República Oriental del Uruguay
Adresse: Avenue Paulista, 1776 – Edifício Parque Avenida, 9º andar
Horaires: Lundi au vendredi, la 14 às 18h
Nombre d'œuvres: 14
Techniques: Acrílica e colagem sobre tela e instalação
Dimensões: 84 x 74 cm a 100 x 300 cm
Valeurs: R$3.000,00 a R$20.000,00

.

Ananda Seidl

Adarcir Seidl Junior, paulista, artista e advogado, tem interesse por Artes Plásticas desde a infância, em especial desenho e pintura. Participou de diversos cursos e work shops na Oficina Três Rios na década de 80, bem como desenho de nú na FAAP sob orientação de Aiao Okamoto. É conhecido no meio artístico como Ananda Seidl. Assuntos de família o afastam temporariamente do fazer artístico; milita anos como advogado, sem nunca deixar de sonhar com seus verdadeiros talentos: o desenho de observação, a pintura e, plus récemment, a produção de objetos a partir de restos urbanos e peças orgânicas coletadas em viagens. Nesse intervalo, frequenta assiduamente museus e galerias em Nova York, Londres e Paris e Documenta 14 Kassel, Allemagne. En 2017 passa a frequentar grupo de estudo de desenho no Museu de Arte Moderna – MAM, em São Paulo sob a orientação de Dudi Maia Rosa. A arte passa a vibrar mais alto na alma de Ananda e, sob a direção do mesmo artista, à 2018 integra grupo privado de estudo da pintura, em especial acrílica e óleo sobre tela. Neste mesmo ano participa ativamente do Festival de Arte da Serrinha, em Bragança Paulista, SP.

Mariana Pinto

Art advisor, performer e produtora. Trabalha também em parceria com galeristas importantes há mais de dez anos. Autora do livro “Desenha-me”, lançado em Fortaleza, Rio de Janeiro et São Paulo. Autora das performances “Desenha-me” exibida em Fortaleza e em São Paulo e “Um minuto de sua atenção”, apresentada em São Paulo. Atualmente coordena uma série de palestras sobre a Arte de Colecionar Arte, na Casa do Saber.

Enock Sacramento

Membro das Associações Paulista, Brasileira e Internacional de Críticos de Arte. Participou de aproximadamente 180 júris de salões de arte, curou mais de 200 exposições no Brasil, L'Amérique Latine, Aux États-Unis et en Europe, prefaciou cerca de 200 catálogos de exposições, publicou numerosos artigos na imprensa e 33 livros sobre arte e artistas brasileiros. Em função de sua atuação como crítico e curador de arte, il a reçu, à 2004 et 2016, o Prêmio Gonzaga Duque, da ABCAAssociação Brasileira de Críticos de Arte, por atividades desenvolvidas no ano anterior e, à 2011, o Prêmio Mário de Andrade por sua trajetória como crítico e curador de arte. É curador da Fundação José e Paulina Nemirovsky, Sao Paulo.

Commentaires

Laisser une réponse

Votre adresse email ne sera pas publiéeLes champs requis sont surlignés *

*