Música – Site Obras de Arte https://www.obrasdarte.com Artes Plásticas e Galeria Virtual de Arte Wed, 24 Apr 2019 12:46:56 +0000 pt hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.8 https://www.obrasdarte.com/wp-content/uploads/2014/02/cropped-Logo-Obras-de-Arte-140-x-140-32x32.jpg Música – Site Obras de Arte https://www.obrasdarte.com 32 32 Ciclo de Música Barroca na Aliança Francesa Botafogo, dias 26 e 27 de Abril com entrada franca! https://www.obrasdarte.com/ciclo-de-musica-barroca-na-alianca-francesa-botafogo-dias-26-e-27-de-abril-com-entrada-franca/ https://www.obrasdarte.com/ciclo-de-musica-barroca-na-alianca-francesa-botafogo-dias-26-e-27-de-abril-com-entrada-franca/#respond Wed, 24 Apr 2019 12:46:56 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=50507-pt Ciclo de Música Barroca no auditório da Aliança Francesa Botafogo, dias 26 e 27 de abril apresenta concerto com as participações dos solistas da Orquestra Barroca da UniRio (OBU): Patrícia Michelini, Roger Gomes, Ribeiro Luan Braga, Nichola Viggiano, Lucas Bracher, Rosanna Lanzelotte, sob a direção artística da solista e flautista Laura Ronai.

A programação conta também com a Conferência sobre produção musical francesa do período barroco e a Masterclass ministradas por Benoît Dratwicki, diretor artístico do Centro de Música Barroca de Versalhes (CMBV).

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Aliança Francesa Rio de Janeiro em parceria com o Centro de Música Barroca de Versalhes (CMBV) e a Orquestra Barroca da Unirio (OBU) apresentam o Ciclo de Música Barroca, nos dias 26 de abril (sexta-feira), a partir das 19h com a Conferência do músico Benoît Dratwicki, diretor artístico do Centro de Música Barroca de Versalhes (CMBV), seguida de Concerto às 20h, com solistas da Orquestra Barroca da Unirio, e dia 27 de abril (sábado), Masterclass, das 11h às 18h30, com Benoît Dratwicki, no auditório da Aliança Francesa, em Botafogo, Rua Muniz Barreto, 730. Entrada gratuita!

A programação da noite de sexta-feira (26/4) começa às 19h com a conferência ministrada pelo especialista, escritor e diretor artístico do Centro de Música Barroca de Versalhes (CMBV), Benoît Dratwicki, sobre o tema “La vie musicale à Paris au temps des Lumières” (em português A vida musical em Paris no tempo do Iluminismo). Benoît abordará sobre a produção musical francesa do período barroco, que compreende os séculos XVII e XVIII, época do movimento cultural, filosófico literário e intelectual “Iluminismo”, da segunda metade do século XVIII, originário da França e que se espalhou por toda a Europa.

Após se formar em violoncelo, música de câmara e formação musical, Benoît voltou-se para a história, análise e estética musical, obtendo diferentes distinções nos conservatórios de Metz e Paris, antes de integrar as aulas de estética e cultura musical do Conservatório Nacional de Música de Paris e no CMBV – Centro de Música Barroca de Versalhes. Constantemente convidado para seminários, conferências ou júris, Benoît Dratwicki, atual diretor artístico do Centro de Música Barroca de Versalhes, onde trabalha desde 2001, e do Palazzetto Bru Zane em Veneza – Centro de Música Romântica Francesa desde 2007, é especialista em ópera francesa do século XVIII. Autor de vários livros e artigos sobre o assunto está concluindo uma tese de doutorado na Sorbonne sobre o compositor François Colin de Blamont.

Às 20h acontece o esperado concerto de música barroca “Une soirée au salon: Paris au temps des Lumières“, ( em português “Uma noite no salão: Paris no tempo do Iluminismo) com a participação de solistas da Orquestra Barroca da UniRio (OBU): Patrícia Michelini, (flauta doce), Roger Gomes Ribeiro (violino), Luan Braga (violino), Nichola Viggiano (violino & alto), Lucas Bracher (violoncelo), Rosanna Lanzelotte (cravo) e da sob a direção artística de Laura Ronai ( flautista).

No programa as diversas matizes da música barroca com obras de “Jean-Baptiste Lully “(1632-1687), compositor italiano, naturalizado francês e considerado mestre do barroco francês; “Joseph Bodin de Boismortier (1689-1755)”, compositor barroco francês de música instrumental, cantatas , opéra-ballets e música vocal, “Michel Corrette” (1707-1795), organista francês, compositor e autor de livros de método musical, “Jean-Philippe Rameau” (1683-1764), um dos maiores compositores do período Barroco-Rococó e tido na França como a maior expressão do Classicismo musical, apresentando obras como “Concerto cômico op. 4 n°3 em ut maior”, “Suite retirada de Indes galantes” e “Concerto VI em mi menor para 5 sopranos”.

No sábado Benoît Dratwicki volta ao auditório da Aliança Francesa para ministrar a Masterclass voltada a estudantes e profissionais de música, especializados ou não, para falar sobre a música barroca, suas características mais importantes, seus compositores, harmonia tonal em oposição aos modos gregorianos até então vigentes no período. O bate papo acontece das 11h e às 18h30 com intervalo para almoço. As inscrições para a Masterclass vão até quinta-feira, 25 de abril, através do e-mail: cultural@rioaliancafrancesa.com.br.

Programa do concerto “Une soirée au salon: Paris au temps des Lumières“:

Jean-Baptiste Lully (1632-1687)
Suite retirada de Atys

Joseph Bodin de Boismortier (1689-1755)
Concerto VI em mi menor para 5 sopranos

Michel Corrette (1707-1795)
Concerto cômico op. 4 n°3 em ut maior

Joseph Bodin de Boismortier (1689-1755)
Concerto à 5 op. 37 em mi menor

Jean-Philippe Rameau (1683-1764)
Suite retirada de Indes galantes

Os solistas da Orquestra Barroca da Universidade do Rio (OBU):
Laura Ronai, flauta transversa e direção artística
Patricia Michelini, flauta doce
Roger Gomes Ribeiro, violino
Luan Braga, violino
Nichola Viggiano, violino & alto
Lucas Bracher, violoncelo
Rosanna Lanzelotte, cravo

Sobre Benoît Dratwicki

Benoît Dratwicki estudou violoncelo, fagote, música de câmara, treinamento musical, análise, orquestração e a história da música no Conservatório de Metz, do qual ele é graduado. Ao mesmo tempo, ele começou estudos universitários primeiro em Metz e depois na Universidade Paris IV – Sorbonne, onde obteve um mestrado e um DEA em musicologia. Completou a sua formação nas aulas de história da música, cultura musical e estética da CNR de Paris e do CNSMDP. Especialista em ópera francesa do século XVIII e na mutação de estilos e gêneros líricos entre 1750 e 1815, ele é o autor de várias obras de pesquisa sobre esses temas e defendeu na Sorbonne uma tese sobre François Colin de Blamont (1690-1760).

Como parte de suas atividades, ele também é ativo no campo da publicação de livros e partituras. Autor da primeira biografia do diretor da Ópera de Paris, Antoine Dauvergne, ele supervisiona séries de programas da sala ou livros-registros. No CMBV – Centro de Música Barroca de Versalhes, ele publica partituras de música vocal, incluindo uma coleção de canto e teclado.

Entre 1996 e 2008 ele apareceu em concerto com o conjunto L’Astrée que ele fundou e para o qual ele transcreveu livros. Ele continuou esta prática de transcrição para vários conjuntos profissionais (Missa Pontifical de Théodore Dubois para a Filarmônica de Bruxelas, Átis de Piccini ou Le Saphir de David para Le Cercle de l’Harmonie).

Em 2001, ele se juntou ao Centro de Música Barroca de Versalhes como um delegado para relações artísticas; em 2006, ele se tornou o diretor artístico que ocupa atualmente.

A partir de 2006, ele participa da criação do Palazzetto Bru-Zane (Centro de Música Romântica Francesa) em Veneza, uma instituição dirigida pela Fundação Bru. Ele é o primeiro diretor artístico (2006-2009) antes de se tornar o conselheiro artístico (2010- /) responsável pela distribuição vocal e a implementação de projetos operísticos.

Convidado para seminários, conferências ou júris, Benoît é produtor dos programas La Querelle des Bouffons e Saia os binóculos em France Musique (2006-2007) apresentados com o seu irmão gémeo Alexandre Dratwicki.

Sobre a Diretora artística, Laura Ronai

Flautista formou-se em Licenciatura em Música pela UNIRIO e em Flauta pela State University of New York. Obteve título de mestrado na City University of New York e de doutorado em Práticas Interpretativas na UNIRIO. Ministrou cursos no Real Conservatório Superior de Madrid e, nos EUA, nas universidades de Rutgers e Princeton. Visitou a Inglaterra, a convite do British Council, e tocou recitais nos EUA e na Europa. Tocou em duo com a pianista Ruth Serrão e com a cravista Sula Kossatz, com quem integra os grupos de câmara Sine Nomine e Re-Toques. Laura Ronai escreve para as revistas norte-americanas Early Music America, Flute Talk e Fanfare, além de publicar artigos regularmente nas principais revistas de música do Brasil. Na UNIRIO é responsável pela cadeira de flauta transversal, além de ser professora do Programa de Pós Graduação em Música. De 2006 a 2010 foi chefe do Departamento de Canto e Instrumentos de Sopro da mesma instituição, e é coordenadora da Orquestra Barroca da UNIRIO.

Sobre a Aliança Francesa

Com 133 anos de atividades no Brasil, a Aliança Francesa é uma referência no idioma e sem dúvida, a instituição mais respeitada e conhecida do mundo, quando o assunto é a difusão da língua francesa e das culturas francófonas. Possui, atualmente, mais de 830 unidades em 132 países, onde estudam cerca de 500.000 alunos. Na França, ela conta com escolas e centros culturais para estudantes estrangeiros. O Brasil tem a maior rede mundial de Alianças francesas com 37 associações e 68 unidades.

É a única instituição no Brasil autorizada pela Embaixada da França, a aplicar os exames que dão acesso aos diplomas internacionais DELF e DALF, reconhecidos pelo Ministério da Educação Nacional francês. A Aliança Francesa também é centro de exames oficial para aplicação de testes internacionais com validade de dois anos TCF (Teste de Conhecimento do Francês) e TEF Canadense (Teste de Avaliação de Francês) e do teste nacional com validade de um ano Capes (reconhecido pelas agencias CAPES e CNPq do MEC).

A Aliança Francesa no Brasil desenvolve parcerias com inúmeras empresas francesas e brasileiras, além de ser um ator essencial do diálogo cultural franco-brasileiro.

A Aliança Francesa do Rio de Janeiro oferece 25% de desconto em todos os cursos regulares, Ateliês, Seniors, entre outros para os servidores estaduais e municipais do Rio de Janeiro.

Serviço:
Evento: Ciclo de Música Barroca
Sexta-feira – 26 de abril de 2019
19hConferência com Benoît Dratwicki, do CMBV – “La vie musicale à Paris au temps des Lumières”
20h – Concerto com solistas da OBU – “Une soirée au salon : Paris au temps des Lumières”
Local: Aliança Francesa Botafogo, Botafogo, Rio de Janeiro
Rua: Rua Muniz Barreto, 730
Entrada franca.
Reservas aconselhadas pelo e-mail: cultural@rioaliancafrancesa.com.br
Sábado – 27 de abril de 2019
Evento: Masterclass com Benoît Dratwicki
Local: Aliança Francesa Botafogo
Rua: Rua Muniz Barreto, 730, Botafogo, Rio de Janeiro
Horário: 11h às13h / 14h30 às 18h30
Mais informações e reservas através do email: cultural@rioaliancafrancesa.com.br
Entrada franca.
www.rioaliancafrancesa.com.br
www.facebook.com/aliancafrancesarj
www.youtube.com/user/aliancafrancesarj
www.instagram.com/rioaliancafrancesa
]]>
https://www.obrasdarte.com/ciclo-de-musica-barroca-na-alianca-francesa-botafogo-dias-26-e-27-de-abril-com-entrada-franca/feed/ 0
Rapper Keith B Angola se apresenta no Centro Cultural Olido https://www.obrasdarte.com/rapper-keith-b-angola-se-apresenta-no-centro-cultural-olido/ https://www.obrasdarte.com/rapper-keith-b-angola-se-apresenta-no-centro-cultural-olido/#respond Wed, 17 Apr 2019 12:55:41 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=50390-pt Show ocorre no dia 18 e mistura ritmos africanos e brasileiros

Show será realizado às 19h

O rapper e produtor cultural Keith B Angola leva à Vitrine da Dança, no Centro Cultural Olido, seu show “Noite de Música Africana”. Com apresentação única no dia 18 de abril, às 20h, o repertório reúne canções produzidas em diversas partes do mundo.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Keith nasceu em Benguele (Angola), viveu dez anos em Portugal, outros dez na Inglaterra e há dois está no Brasil. “Dizem que meu show tem um ‘diferencial’”, conta o rapper. “Isso porque eu traduzo em minhas canções as vivências que tive em países tão diferentes, agregando à minha origem africana um frescor multicultural”. Ritmos como R&B, kizomba, rumba e samba têm muita influência em seu trabalho. “Minha ideia é mesclar o som que se ouve em Angola com os ritmos brasileiros, realizando uma espécie de intercâmbio cultural entre os dois países.”

No show, Keith se apresenta junto com um DJ. Durante o espetáculo, ele conversa com a plateia. “Tento desmistificar um pouco a visão estereotipada que muitas pessoas têm sobre a África atual.”

O rapper espera lançar brevemente trabalhos que realizou com artistas brasileiros, entre eles Lino Krizz, Afro X e Analiss.

| Centro Cultural Olido – Vitrine da Dança. Avenida São João, 473. Centro. Dia 18/4, 19h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

]]>
https://www.obrasdarte.com/rapper-keith-b-angola-se-apresenta-no-centro-cultural-olido/feed/ 0
Quinteto de Metais “MultiBrass” na Sala de Cultura Leila Diniz https://www.obrasdarte.com/quinteto-de-metais-multibrass-na-sala-de-cultura-leila-diniz/ https://www.obrasdarte.com/quinteto-de-metais-multibrass-na-sala-de-cultura-leila-diniz/#respond Mon, 25 Mar 2019 12:17:15 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=50099-pt Pela segunda vez deste que foi criado, o Quinteto de Metais “The MultiBrass” se apresenta no dia 27 de março, às 12h30min, na série “Concertos na Imprensa” da Sala de Cultura Leila Diniz. A entrada será gratuita.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Toda última quarta-feira do mês a Imprensa Oficial realiza uma apresentação com alunos do Programa Aprendiz – Música na Escola, iniciativa mantida pela Prefeitura de Niterói. E em março será a vez do Quinteto de Metais “The MultiBrass”, formado por alunos do Programa e integrantes da Banda Sinfônica Aprendiz (BSA), são eles: Lucas Nascimento (trompete), Douglas Melo (trompete), Jhonatas André (trompa), Matheus Luiz (trombone) e Daniel Mendonça (tuba).

Esta apresentação conta com um repertório que expõe um catálogo múltiplo, exaltando as composições nacionais como “Aquarela do Brasil”, “Asa Branca” e “Copacabana” até renomadas obras internacionais escritas para instrumentos de sopro.

A Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Prof. Heitor Carrilho, 81 – Centro, Niterói – RJ.

Serviço:
Quinteto de Metais “MultiBrass” na Sala de Cultura Leila Diniz
Data: 27 de março, quarta-feira
Horário: 12h30min
Local: Sala de Cultura Leila Diniz
Endereço: Rua Prof. Heitor Carrilho, 81 – Centro, Niterói – RJ
Duração: 50’
ENTRADA FRANCA
]]>
https://www.obrasdarte.com/quinteto-de-metais-multibrass-na-sala-de-cultura-leila-diniz/feed/ 0
Grupo Brasileiro e Coral Brasileirinho abrem vagas para novos integrantes https://www.obrasdarte.com/grupo-brasileiro-e-coral-brasileirinho-abrem-vagas-para-novos-integrantes/ https://www.obrasdarte.com/grupo-brasileiro-e-coral-brasileirinho-abrem-vagas-para-novos-integrantes/#respond Wed, 27 Feb 2019 13:45:39 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=49673-pt O Coral Brasileirinho e o Grupo Brasileiro, mantidos pelo Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba, estão com inscrições abertas para seleção de novos cantores. Os testes para o Grupo Brasileiro serão realizados nos dias 18 e 19 de março, e para o Coral Brasileirinho no dia 23 de março. As informações completas estão disponíveis no site do Instituto Curitiba de Arte e Cultura.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O Grupo Brasileiro, formado por jovens de 14 a 22 anos, tem quatro vagas: uma para cantora (soprano) e três para cantores (tenores e barítonos). Os interessados devem ter no mínimo 14 anos e no máximo 18 anos. A vaga para cantora é exclusiva para ex-integrantes do Coral Brasileirinho. As vagas para cantores estão abertas para toda a comunidade.

O agendamento se dará por ordem de inscrição, na entrega da ficha de inscrição e demais documentações solicitadas. Os resultados serão divulgados a partir do dia 21 de março. Os ensaios terão início no dia 25 de março. Não há taxa de mensalidade.

Brasileirinho – Para fazer o teste para o Brasileirinho, a criança deve ter no mínimo 8 anos e no máximo 10 anos. No teste, deverá cantar uma música de sua livre escolha, sem acompanhamento instrumental, quando será avaliada pelos diretores do Brasileirinho.

O agendamento se dará por ordem de inscrição, ao preencher e entregar a respectiva ficha na recepção do Conservatório de MPB. Os candidatos deverão chegar 10 minutos antes do horário agendado. Os resultados serão divulgados a partir do dia 26 de março, no edital do Conservatório de MPB, ou através do telefone 3321-3208. Os ensaios terão início no dia 27 de março. Também não há taxa de mensalidade.

Tradição – Criado há 25 anos e dirigido por Helena Bel e Milton Karam, o Brasileirinho realiza espetáculos temáticos que unem o canto e a interpretação cênica. O grupo tem o compromisso de executar e divulgar o melhor da MPB e seus maiores compositores, criando uma interpretação própria, sem desrespeitar a criação original das obras.

O Grupo Brasileiro é mais recente, mas o propósito de divulgar o repertório da música brasileira é o mesmo. Foi criado em 2016 para acolher os ex-integrantes do Brasileirinho, agora não mais crianças e sim jovens cantores. Em 2017 o Brasileiro estreou o espetáculo “Pixains e Cabeludos”. Em 2018 montou o espetáculo “Palavras”.

Serviço:
Testes de seleção para novos cantores do Grupo Brasileiro
Datas dos testes: 18 e 19 de março de 2019, das 19h às 21h
Edital de Seleção disponível no site www.icac.org.br
Testes de seleção para o Coral Brasileirinho
Data dos testes: 23 de março de 2019, das 9h às 13h
Edital de inscrição disponível no site www.icac.org.br
Local: Conservatório de MPB – R. Mateus Leme, 66 – Setor Histórico
Informações: (41) 3321-3208
(LINKS)
http://icac.org.br/editais/
http://icac.org.br/wp-content/uploads/2019/02/Edital-003-Testes-Brasileiro-21fev2019FINAL-1-1.pdf
http://icac.org.br/wp-content/uploads/2019/02/Edital-004-Testes-CORAL-Brasileirinho-21fev2019-FINAL-1.pdf
]]>
https://www.obrasdarte.com/grupo-brasileiro-e-coral-brasileirinho-abrem-vagas-para-novos-integrantes/feed/ 0
Fim de semana com muita dança no MAR https://www.obrasdarte.com/fim-de-semana-com-muita-danca-no-mar/ https://www.obrasdarte.com/fim-de-semana-com-muita-danca-no-mar/#respond Tue, 19 Feb 2019 13:12:56 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=49607-pt Classificação: Livre

O Museu de Arte do Rio – MAR, sob a gestão do Instituto Odeon, terá uma programação agitada neste fim de semana! Na sexta-feira, 22, acontece um Baile Charme com o DJ Michell, residente e produtor do maior Baile Charme do Brasil, o Viaduto de Madureira. Já no dia 23, será a vez da Companhia de dança Dance in Rio se apresentar no museu.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

No dia 22, o Baile Charme começa às 18h e levará ao MAR o melhor da Black Music e do Hip-Hop Charme. Na estrada desde o início dos anos 90, DJ Michell atualmente também faz parte do line-up das festas Prime, Errejota e Meu Black é Assim. Em 2016, entrou para o time da Rádio Mania, assumindo o programa semanal “Black Mania”. O ingresso custa R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira) e já está à venda na bilheteria do museu.

No sábado, às 16h, o pilotis vai receber a Cia Dance in Rio para comandar a festa e colocar todo mundo para dançar junto. Criado em 2013, o grupo de dança livre é formado por jovens das comunidades Pavão Pavãozinho e Cantagalo. Por meio de flash mobs pela cidade, a companhia se apresenta em uma contagiante atmosfera de dança, ritmos e cores. A entrada será gratuita.

Serviço Baile Charme:
Data: 22/02 (sexta-feira)

Horário: 18h

Ingressos à venda na bilheteria do MAR:
Entrada: R$ 5 (meia) / R$ 10 (inteira)

Horário de funcionamento da bilheteria: Terça – 10h às 19h | Quarta a domingo – 10h às 17h.

Informações importantes sobre o evento:

  • Para acesso ao evento é necessário passar por detectores de metais e revista.
  • É proibida a entrada com embalagem de vidro ou metal.
  • É proibida a venda de bebidas alcóolicas a menores de 18 anos.
  • É proibido fumar na área interna do museu. O evento terá área reservada para fumantes.

Serviço Cia. Dance in Rio:
Data: 23/02 (sábado)

Horário: 16h
Entrada gratuita.

O Museu de Arte do Rio – MAR

Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação com base no programa curatorial que norteia a instituição.

O MAR é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social da Cultura, selecionada pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro por edital público. O museu tem o Grupo Globo como mantenedor e a Equinor como patrocinadora master de exposições por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A Escola do Olhar conta com patrocínio da Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Dataprev, TNA, In Press e BNY Mellon por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS. O MAR conta também com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização da Fundação Roberto Marinho, do Ministério da Cidadania e do Governo Federal do Brasil por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Museu de Arte do Rio – MAR
Praça Mauá 5, Centro.
Mais informações pelo telefone (+55 21) 3031-2741 ou pelo site www.museudeartedorio.org.br

]]>
https://www.obrasdarte.com/fim-de-semana-com-muita-danca-no-mar/feed/ 0
Estão abertos testes para ingresso de novos cantores no Coral do MAS em 2019 https://www.obrasdarte.com/estao-abertos-testes-para-ingresso-de-novos-cantores-no-coral-do-mas-em-2019/ https://www.obrasdarte.com/estao-abertos-testes-para-ingresso-de-novos-cantores-no-coral-do-mas-em-2019/#respond Wed, 09 Jan 2019 12:27:35 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=49259-pt “ESTÃO ABERTOS TESTES PARA INGRESSO DE NOVOS CANTORES NO CORAL DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO. OS TESTES SERÃO REALIZADOS NOS DIAS 07 E 14/02/2019 ENTRE 14H E 17H. PARA PARTICIPAR BASTA IR A UMA DAS 2 DATAS E CHEGAR AO LOCAL DURANTE O HORÁRIO MENCIONADO.”

Não há pré-requisito para participar dos testes. Os testes contemplarão uma classificação vocal individual, que avaliará aspectos de associação auditiva e expressiva. Necessário fazer inscrição.

A música é uma linguagem reflexivo-afetiva, capaz de construir sentidos coletivos e singulares. O fazer musical gera a conexão do corpo e do espírito.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O Coral é um grupo de indivíduos que utilizam a voz como instrumento para se expressar. Ainda que relacionada à música, a vivência coral vai além das questões musicais, envolvendo a musicoterapia, a fonoaudiologia, a sociologia, a psicologia, a antropologia e outras ciências afins.

A criação de um coral no Museu de Arte Sacra de São Paulo objetiva proporcionar uma atividade musical oferecendo um espaço para a integração e enriquecimento cultural dos membros envolvidos e, ao mesmo tempo, dialoga com a cidade de São Paulo ao apresentar-se em diferentes locais da metrópole.

Servindo como um polo agregador, o Coral do Museu de Arte Sacra de São Paulo reuniria seus participantes de visões e ideias afins, refletindo em seu resultado final sua forma de pensar e de se expressar. A atividade coral, não se resumindo somente ao canto, também seria um local onde se pode aprender a teoria musical, o solfejo, o domínio e controle técnico da voz, além do exercício da performance. Com o passar do tempo, o grupo amadurece e se aprimora, acumulando as experiências apreendidas em suas atividades e somando-as à bagagem pessoal de cada cantor. Com isso, o resultado artístico do grupo representa a sua origem e seu ideal.

REGENTE: André Guimarães Rodrigo

O regente André Rodrigo é mestre em Performance em Regência pela USP e graduado em Música pela UNICAMP. Foi aluno participante do VI Eric Ericson Masterclass for choral conductors em Haarlem (Holanda) e aluno bolsista da VI Academia de Verano de Pedagogía Musical y Direccíon Coral de Las Palmas de Gran Canaria (Espanha). Atuou como regente convidado do Projeto Guri com o Grupo de Referência de Lorena, como regente tutor do projeto Canta São Paulo em 2015 e foi regente assistente do Coral Cultura Inglesa. Atualmente rege grupos do Cultura Inglesa Pop Choir em Campinas e Guarulhos e é o fundador e regente do Coral do Museu de Arte Sacra de São Paulo e do Coro d’A Cappella (antigo Coral do Mosteiro).

DESCRITIVO DAS ATIVIDADES:

Ensaios com duração de 3h, divididos em aquecimento e técnica vocal (30min) e ensaio de repertório (150min). O intuito principal é proporcionar a prática vocal aos participantes envolvendo-os na dinâmica coral e apresentar a imensa riqueza e variedade do repertório composto para coral, perpassando pelos diferentes períodos da história da música ocidental.

Ensaios: quintas-feiras
Horário: das 14 às 17hs
ATIVIDADE GRATUITA
Informações: (11) 5627.5393 – mfatima@museuartesacra.org.br – Fátima
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Avenida Tiradentes, 676, Luz. Metro Tiradentes.
]]>
https://www.obrasdarte.com/estao-abertos-testes-para-ingresso-de-novos-cantores-no-coral-do-mas-em-2019/feed/ 0
Dia do Nacional do Samba no MAR https://www.obrasdarte.com/dia-do-nacional-do-samba-no-mar/ https://www.obrasdarte.com/dia-do-nacional-do-samba-no-mar/#respond Thu, 29 Nov 2018 12:14:11 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=48993-pt Museu terá programação especial durante os dias 30 de novembro, 1º e 8 de dezembro.

O Museu de Arte do Rio – MAR, sob a gestão do Instituto Odeon, inaugurou, em abril deste ano, a exposição “O Rio do Samba: resistência e reinvenção”. A mostra marca o aniversário de cinco anos da instituição e, desde então, recebeu milhares de visitantes que se encantaram e se emocionaram. Por isso, para celebrar o Dia Nacional do Samba, o MAR preparou uma intensa programação, em parceria com o Porto do Samba.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

“Trazer o samba para dentro do museu foi um grande acerto da nossa programação. Não tinha forma melhor para comemorar os 5 anos do MAR do que uma exposição sobre esse patrimônio brasileiro, que é um fenômeno social, cultural e estético que resiste, se reinventa e inventa formas de estar no mundo. O samba aproximou ainda mais o carioca do MAR”, conta Eleonora Santa Rosa, diretora executiva do museu.

A programação paralela à exposição começa nesta sexta-feira, 30 de novembro, com o lançamento do “Filme Velhos Malandros”, de Alexandre Nadai, no Auditório do museu. Ao final da sessão, haverá debate entre o diretor, Noca da Portela e Ivan Milanês.

Nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, o MAR vai promover uma série de visitas mediadas à mostra “O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção”, além de feiras gastronômicas e artesanatos, rodas de samba, jongo e tambor e Laboratório de Criação – com uma experiência de imersão em processos artísticos e educativos propostos por educadores do museu –, entre outras.

O dia 8 será dedicado ao seminário “Samba: patrimônio do Brasil”. Promovido pelo MAR e o Museu do Samba, o evento tem o objetivo de analisar os avanços e desafios da preservação do samba carioca como patrimônio cultural e o impacto do processo de patrimonialização, além de debater propostas para o fortalecimento desse bem, que é de todo o povo brasileiro. As inscrições são feitas no site do MAR.

Confira a programação completa:

SEXTA-FEIRA – 30/11

11h – Feira de Gastronomia e Artesanato – Praça Mauá

16h – Lançamento do “Filme Velhos Malandros”, de Alexandre Nadai – Auditório do Museu de Arte do Rio. Exibição do filme e debate com Noca da Portela, Ivan Milanês e Alexandre Nadai.

8h30 – Roda de Samba na Praça Mauá, com Sandra Portella; Noca da Portela; Ivan Milanês, do Império Serrano; Mariano Maia; Thânia Machado.

21h30 às 23h30 – DJ Lili

SÁBADO – 01/12 | 10h

10h Feira de Gastronomia e Artesanato – Praça Mauá
Lavagem da Praça Mauá com Afoxé Filhos de Gandhi
Roda de Tambores

14h – Visita a exposição “O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção”, com a cantora Dorina e Maria Rita Valentim (educadora do MAR).

15h – Visita a exposição “O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção”, com o cantor e compositor Zé Luiz do Império e André Vargas (educador do MAR).

14h às 17h – Laboratório de Criação – Museu de Arte do Rio: Experiência de imersão em processos artísticos e educativos propostos por educadores do museu. A prática envolve jogos, brincadeiras, performances, poesia e experiências com diferentes materiais e temáticas da arte e da cultura visual.

18h30 – Roda de Samba na Praça Mauá, com Quel Santos; Zé Luiz do Império Serrano; Marquynhos Diniz

21h30 às 23:30 – DJ Jada

SÁBADO – 08/12 | 09h30

9h30 – Credenciamento

10h – 10:30h – Abertura:

Evandro Salles (Diretor Cultural Museu de Arte do Rio) Tiãozinho da Mocidade (Museu do Samba)

Hermano Queiroz (Departamento de Patrimônio Imaterial/IPHAN)

Nilcemar Nogueira (Secretaria Municipal de Cultura)

10:30h – 12:30h – Mesa 2:

A história de uma conquista: O Dossiê do Samba Patrimônio Cultural Brasileiro

Exibição do documentário Matrizes do Samba no Rio de Janeiro (20min) Aloy Jupiara (pesquisador)

Maria Cecília Londres Fonseca (Conselho Consultivo de Patrimônio Cultural – IPHAN) Helena Theodoro (pesquisadora)

Mediador: Felipe Ferreira

12:30h – 14:00h – Almoço

14:00h – 15:30h – Mesa 3:

Patrimonialização e impactos: as Matrizes do Samba no Rio de Janeiro.

Rachel Valença (Museu do Samba)

Julia Pereira (Rede Carioca de Rodas de Samba) Vinicius Natal (Departamento Cultural da Vila Isabel) Luiz Antonio Simas (Historiador)

Mediador: Leonardo Bruno

15:30h – 17:30h – Mesa 4:

Políticas Públicas e Salvaguarda do Samba

Deputado Estadual Eliomar Coelho (Comissão de Cultura ALERJ) Vereador Reimont Luiz (Comissão de Cultura Câmara Municipal RJ) Juliana Oakim (Instituto Rio Patrimônio da Humanidade – IRPH) Marcus Monteiro (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural – INEPAC) Hermano Queiroz (Departamento de Patrimônio Imaterial/IPHAN)

Mediadora: Rachel Valença

Debatedores: Desirree Reis (Conselho Municipal de Cultura RJ-Segmento Patrimônio Cultural), Marcelo Santos (Rede Carioca de Rodas de Samba), Marcia Chuva (UNIRIO) e Luciane Barbosa (UFRRJ).

17:30h-20h – Roda de samba:

Apresentação musical com o grupo Moça Prosa

O Museu de Arte do Rio – MAR

Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação com base no programa curatorial que norteia a instituição. O MAR é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social da Cultura, selecionada pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro por edital público. O museu tem o Grupo Globo como mantenedor.

A Escola do Olhar conta com patrocínio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Dataprev e One Health via Lei Municipal de Incentivo à Cultura. A Aliansce apoia as visitas educativas – Partiu MAR via Lei Rouanet. A Verde apoia o programa de Formação com Professores da Escola do Olhar via Lei Rouanet. A Vivo patrocina o programa de cultura MAR de Música 2018 através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. O MAR conta também com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e realização do Ministério da Cultura e do Governo Federal do Brasil por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Serviço

Pavilhão de exposições:

Entrada: R$ 20 I R$ 10 (meia-entrada) – para pessoas com até 21 anos, estudantes de escolas particulares, universitários, pessoas com deficiência e servidores públicos da cidade do Rio de Janeiro. O MAR faz parte do Programa Carioca Paga Meia, que oferece meia-entrada aos cariocas e aos moradores da cidade do Rio de Janeiro em todas as instituições culturais vinculadas à Prefeitura. Apresente um documento comprobatório (identidade, comprovante de residência, contas de água, luz, telefone pagas com, no máximo, três meses de emissão) e retire o seu ingresso na bilheteria. Pagamento em dinheiro ou cartão (Visa ou Mastercard).

Bilhete Único: R$ 32 – R$ 16 (meia-entrada) para cariocas e residentes no Rio de Janeiro, mediante apresentação de documentação ou comprovante de residência comprobatórios. Serão considerados documentos comprobatórios aqueles que contenham o local de nascimento, tais como RG, carteira de habilitação, carteira de trabalho, passaporte etc. Serão considerados comprovantes de residência os títulos de cobrança com no máximo 3 (três) meses de emissão, como serviços de água, luz, telefone fixo ou gás natural, devidamente acompanhado de documento oficial de identificação com foto (RG, carteira de habilitação, carteira de trabalho, passaporte etc.) do usuário.

Política de gratuidade: Não pagam entrada – mediante a apresentação de documentação comprobatória – alunos da rede pública (ensinos fundamental e médio), crianças com até 5 anos ou pessoas a partir de 60, professores da rede pública, funcionários de museus, grupos em situação de vulnerabilidade social em visita educativa, Vizinhos do MAR e guias de turismo. Às terças-feiras a entrada é gratuita para o público geral.

Terça a domingo, das 10h às 17h. Às segundas o museu fecha para o público. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (55 21) 3031-2741 ou acesse o site www.museudeartedorio.org.br.

Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro.

]]>
https://www.obrasdarte.com/dia-do-nacional-do-samba-no-mar/feed/ 0
Camerata Antiqua de Curitiba celebra o Mês da Consciência Negra https://www.obrasdarte.com/camerata-antiqua-de-curitiba-celebra-o-mes-da-consciencia-negra/ https://www.obrasdarte.com/camerata-antiqua-de-curitiba-celebra-o-mes-da-consciencia-negra/#respond Thu, 22 Nov 2018 11:16:58 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=48861-pt Em comemoração ao Mês da Consciência Negra, a Camerata Antiqua de Curitiba faz concertos em homenagem aos 100 anos de Nelson Mandela. Com a batuta do maestro americano Keith McCutchen serão executadas obras de várias épocas, do gênero spiritual. As apresentações que acontecem na sexta-feira (23/11) e sábado (24/11), na Capela Santa Maria, contam ainda com a participação especial do coral paranaense Vozes de Angola.

O tema deste Programa ressalta o sentido da comemoração, ‘Canções de luta, esperança, e triunfo – histórias em canção e poesia ao redor do mundo’. “A inspiração deste Programa foram os milagres da vida real, exemplos de triunfos das pessoas em meio a graves obstáculos, visto que a verdadeira transformação espiritual e emocional ocorre nos lugares mais difíceis, com as pessoas mais improváveis”, comentou o maestro McCutchen, que pela terceira vez está à frente da Camerata.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O repertório, através de narrativas bíblicas, também repercute a linha do concerto. O gênero spiritual ficou conhecido como cantos de louvor em espaços religiosos americanos, interpretada por escravos negros que faziam uso de movimentos rítmicos do corpo e batiam palmas como acompanhamento da música.

“Estes concertos são para meus próprios filhos e jovens em todo o mundo, que tem a coragem de defender o que eles acreditam ser certo e insistem em mudanças dramáticas para o bem de toda a humanidade”, concluiu o maestro.

Biografia

O pianista, compositor e maestro, Keith McCutchen é diretor do Coro da Kentuchy State University e diretor de atividades corais na mesma universidade. Anteriormente, McCutchen ensinou teoria musical e piano de jazz no St. Olaf College, Northfield Minnesota, dirigiu os conjuntos de jazz vocal na Universidade de Minnesota, além de atuar como diretor do African American Choral Ensemble na Indiana University, Bloomington.

Mais recentemente, no verão de 2016, atuou como regente convidado, pianista e compositor no Coro da Juventude do Guri Santa Marcelina e Tom Jobim Big Band. Keith atuou e lecionou com NEA Jazz Masters, compositor David Baker, baixista Richard Davis, e editor, educador Jamey Aebersold. Ele também atua regularmente com seu trio e quinteto de jazz.

Serviço: Camerata Antiqua de Curitiba em comemoração ao Mês da Consciência Negra. Canções de luta, esperança, e triunfo – histórias em canção e poesia ao redor do mundo

Data: Sexta-feira, 23/11 às 20h e sábado, 24/11 às 18h30
Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273)
Ingressos: aloingressos.com.br
]]>
https://www.obrasdarte.com/camerata-antiqua-de-curitiba-celebra-o-mes-da-consciencia-negra/feed/ 0
Alunos do Conservatório de MPB fazem 31 shows gratuitos https://www.obrasdarte.com/alunos-do-conservatorio-de-mpb-fazem-31-shows-gratuitos/ https://www.obrasdarte.com/alunos-do-conservatorio-de-mpb-fazem-31-shows-gratuitos/#respond Wed, 21 Nov 2018 13:43:11 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=48840-pt A cada final de semestre letivo, orientados por seus professores, os alunos do Conservatório de MPB apresentam os resultados dos trabalhos desenvolvidos em sala de aula no Projeto Afina-se. As apresentações serão feitas de 23 de novembro a 11 de dezembro, em diversos espaços culturais da cidade.

Durante as semanas, estudantes iniciantes e avançados dos diversos cursos de instrumento, canto e práticas de conjunto, sobem ao palco. A entrada é franca.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

São praticamente mil alunos envolvidos nos 31 shows que acontecem principalmente no Auditório Nhô Belarmino e na Praça Jacob do Bandolim do Conservatório, além de teatros e auditórios da Fundação Cultural, a Capela Santa Maria e espaços alternativos.

Praticamente desde a criação do Conservatório de MPB em 1992, o Afina-se vem crescendo e se sofisticando cada mais, proporcionando aos alunos condições de estabelecerem a ponte necessária entre a escola e o ambiente musical profissional, além de servir de vitrine do seu desempenho pedagógico e artístico.

De cunho pedagógico, o evento conta com uma estrutura especial de produção, que inclui o aparato de programas impressos, divulgação na imprensa, sonorização, iluminação e contrarregragem, além de elementos específicos usados, por exemplo, nas apresentações de canto popular, que preparam shows temáticos que incluem roteiros especiais, figurinos, cenário e outros elementos cênicos.

Serviço:

Afina-se – Apresentações de Alunos do Conservatório de MPB de Curitiba – 2º semestre de 2018

Evento artístico-pedagógico – entrada franca

23 de novembro, sexta – 19h – Bar Restaurante A Caiçara
Prática de Conjunto de Samba (Luis Rolim e Gustavo Moro)

28 de novembro, quarta – 18h30 – Conservatório de MPB – Hall
Guitarra (Mário Conde), Trompete (Ozeias Costa), Bandolim (Renan Bragatto)

30 de novembro, sexta – 18h30 – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Percussão (Vina Lacerda), LEM (Cássio Menin), Harmonia (Jackson Franklin, Violão (Guilherme Campos).

30 de novembro, sexta – 19h – Centro Cultural Guido Viaro
Prática de Conjunto de Música Caipira (Rogério Gulin).

1º de dezembro, sábado – 14h – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Canto Popular (Joubert Guimarães); Violão e Viola Caipira (Rogério Gulin).

2 de dezembro, domingo – 11h – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Percussão (Alex Figueiredo) e Canto Popular (Ana Cascardo)

3 de dezembro – 19h – Capela Santa Maria
Saxofone (Raul Valente), Clarinete (Jacson Vieira), Piano para Crianças (Bruna Wasem).

4 de dezembro, terça – 18h30 – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Flauta Doce (Doriane Conceição), Violão (Daniel Fagundes), Bateria p/ Crianças (Edi Tolotti).

5 de dezembro, quarta – 18h30 – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Prática de Conjunto de MPB (Lucas Melo), Canto Popular Joubert Guimarães, Violão (Fabiano o Tiziu).

6 de dezembro, quinta – 18h30 – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Acordeom (Marina Camargo), Baixo Elétrico (Marcelo Pereira), Cavaquinho (Julião Boemio), Prática de Conjunto de Choro (Julião Boemio e Lucas Melo).

7 de dezembro, sexta – 18h30 – Conservatório de MPB – Praça Jacob do Bandolim
Canto Popular (Clarissa Bruns).

11 de dezembro, terça – 18h30 – Conservatório de MPB – Auditório Nhô Belarmino
Piano (Reginaldo Nascimento); Trombone (Lauro Ribeiro), Violão (Claudio Menandro), Canto Popular (Ana Cascardo).

*Programação sujeita a alteração e/ou complementação. Mais informações 99183-9383

Endereços

Bar Restaurante A Caiçara: R. Dr. Claudino dos Santos, 90 – São Francisco. Fone 3324-9755
Centro de Artes Guido Viaro: R. Francisco Mota Machado, 490 – Capão da Imbuia. Fone 3267-3597
Conservatório de MPB de Curitiba: Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco. Fone 3321-3208
Espaço Cultural Capela Santa Maria: Rua Conselheiro Laurindo, 273. Fone 3321-2848

]]>
https://www.obrasdarte.com/alunos-do-conservatorio-de-mpb-fazem-31-shows-gratuitos/feed/ 0
Inscrições para a Oficina de Música começam na segunda https://www.obrasdarte.com/inscricoes-para-a-oficina-de-musica-comecam-na-segunda/ https://www.obrasdarte.com/inscricoes-para-a-oficina-de-musica-comecam-na-segunda/#respond Mon, 29 Oct 2018 13:31:13 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=48514-pt Conheça algumas atrações

A abertura das inscrições para a 36ª Oficina de Música de Curitiba, que acontece de 16 a 27 de janeiro de 2019, foi anunciada na manhã desta sexta-feira (26/10) pelo prefeito Rafael Greca. As inscrições começam na segunda-feira (29/10) e vão até 30 de novembro pelo site www.oficinademusica.org.br.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

São mais de duas mil vagas a serem preenchidas nos 103 cursos nas categorias Erudita, Antiga e Popular, para alunos de diversos níveis de conhecimento, de iniciantes a profissionais. Também serão ofertados gratuitamente cursos de musicalização Infanto juvenil nas dez regionais administrativas da cidade, pelo Projeto MusicaR.

“Estamos abrindo as inscrições para a Oficina de Música mantendo a tradição de que o ano começa com música em Curitiba. São cursos e espetáculos que vão se espalhar pelos parques e praças da cidade, nas ruas da cidadania, igrejas e teatros, celebrando este grande momento cultural, porque a música revoga os pesadelos da vida”, disse Greca.

Inscrições

A Oficina de Música terá como sede principal a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), mas também serão ofertadas atividades em outros espaços.

A taxa de inscrição varia de acordo com o número de cursos e a modalidade: R$ 130 (um curso), R$ 195 (dois cursos), R$ 234 (três cursos). Os cursos do MusicaR serão gratuitos.

Nesta edição, foi mantida a parceria com a Universidade Estadual do Paraná (Unespar), que irá emitir o certificado de extensão dos participantes da oficina pela Universidade da Belas Artes do Paraná.

Curadoria

O evento terá 93 professores de todas as partes do Brasil e de outros países para ministrar os 34 cursos de erudita, 11 da fase antiga, dez do MusicaR e 48 de Música Popular Brasileira.

No módulo de Música Erudita, sob direção artística do maestro Abel Rocha, serão realizados cursos com artistas renomados, como o pianista brasileiro Jean Louis Steuerman, o trompetista Daniel Crespo (Alemanha/Argentina), a violoncelista Elise Pittenger (EUA/BH), o violonista Edelton Gloeden, a soprano Rosana Lamosa e o tenor Homero Velho.

Para o módulo de Música Antiga, sob a direção do curitibano radicado na Inglaterra Rodolfo Richter, virão importantes músicos do cenário internacional, entre eles um dos maiores contra-tenores de sua geração, o inglês Michael Chance, além do oboísta holandês Frank de Bruine e do cravista inglês James Johnstone, entre outros.

No módulo de Música Popular Brasileira, sob direção artística de João Egashira, estão previstas as participações artística e pedagógica da cantora Fátima Guedes, do contrabaixista Ney Conceição, do violinista de música popular Nicolas Krassik (curso inédito).

Programação

A Oficina de Música começa em 16 de janeiro no Teatro Guaíra, com um concerto que mescla as músicas erudita e popular. Para esta edição, estão previstos 65 concertos oficiais, além de 40 do circuito off. Maria Rita, Chico Brown, Pianorchestra, Jean Louis Steurman, André Midani, Michael Chance, Fátima Guedes, Rosa Passos, são alguns dos nomes de artistas e professores já confirmados para a oficina.

A programação também vai contemplar Feira do Vinil, Oficina Verde, Feira Gastronômica, Passeio Ciclístico e Motociclístico, Mostra de Cinema, Ônibus da Cultura, Paiol Digital.

Patrocínio

A Oficina de Música de Curitiba é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba e Instituto Curitiba de Arte e Cultura e conta com patrocínio direto da Caixa Econômica Federal e da Copel, por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura (Profice), do Governo do Estado do Paraná. Apoio máster da PUC-PR, do Teatro Guaíra e da Escola de Música e Belas Artes da Unespar.

Presenças

Participaram do lançamento a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina Castro, e os diretores Beto Lanza (Ação Cultural) e Marcelo Sutil (Patrimônio), o diretor-executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Marino Galvão Júnior, e o diretor artístico de MPB da Oficina de Música, João Egashira.

Serviço: abertura das inscrições para a 36ª Edição da Oficina de Música de Curitiba
Período: de 29 de outubro a 30 de novembro
Inscrição pelo site www.oficinademusica.org.br
]]>
https://www.obrasdarte.com/inscricoes-para-a-oficina-de-musica-comecam-na-segunda/feed/ 0