גינה יפנית: איך להכין אחד בבית?

הַכרָזָה

Conheça os benefícios de possuir um jardim zen em casa e quais os seus principais elementos

Os jardins japoneses são uma celebração de harmonia entre o homem e a natureza, na qual cada elemento é disposto para evocar serenidade e contemplação.

Ele foi criado inicialmente para celebrar cerimônias e ter conversas filosóficas.

הַכרָזָה

Inspirados pela filosofia do zen, como são chamados esses jardins no Ocidente, eles são verdadeiras belezas visuais; onde pedras, מים, plantas e estruturas arquitetônicas se combinam em composições que buscam transmitir paz.

Cada elemento é escolhido e posicionado com precisão para criar uma cena que convida à introspecção e à conexão com a espiritualidade.

Nos jardins japoneses, a simplicidade é elevada à beleza suprema e cada visita proporciona calmaria para dias estressantes.

Estrutura do jardim

Os principais elementos que compõem o jardim zen são: מים, אבן, חָצָץ, lanternas de pedra, חול, pontes e plantas.

Sua estrutura pode ser feita em espaços limitados ou não, onde cada elemento está no lugar que deveria estar, e o tamanho do jardim não interfere em seu simbolismo ou transmissão de paz.

O jardim japonês em casa é ideal para quem busca um espaço de relaxamento e tranquilidade, para meditar, לדוגמה.

Criar um jardim em casa pode ser uma ideia moderna e útil para embelezar a casa. Tudo o que é preciso para montar um são: pedras de cor clara, lanternas e plantas diversas, como o bonsai.

Cores do jardim

Testar as cores mais neutras, para dar um ar tradicional, ou uma cor alegre para dar vivacidade ao ambiente são duas apostas diferentes para quem quer criar um local criativo.

Com o poder das cores, é possível ter um ambiente mais descontraído e menos tradicional.

É bastante comum na China que incorporem a cor vermelha aos jardins, sendo utilizada como símbolo do fogo, agregando também personalidade para um ambiente muitas vezes de צבע ניטרלי.

Elemento água

A água simboliza o ciclo da vida, podendo ser posta em formato de cascatas, לדוגמה.

Em locais internos, que não é possível colocar a água, é possível representar essa simbologia por meio de cascalhos, areia e pedras pequenas.

Em locais onde houver lago, ótimos elementos que agregam muito ao jardim japonês são as carpas, que nadam contra a correnteza, demonstrando a força de lutar contra as adversidades da vida.

Esses peixes são muito simbólicos na cultura oriental.

אבנים

As pedras e cascalhos são de muita representatividade na cultura japonesa, podendo desempenhar papel de montanhas e colinas, ou de evolução do ser humano, nas terras sagradas.

A areia, מצד השני, absorve e recicla a energia disposta no ambiente.

Lanterna de pedra

As lanternas de pedra, também conhecidas como ishidoro, são verdadeiras esculturas japonesas tradicionais que carregam traços de sua arquitetura e religiosidade.

Geralmente possuem cinco repartições, representando os cinco elementos budistas.

Elas simbolizam a iluminação da mente, estando em contato com a terra que é a base da vida.

Pontes

קבלו טיפים לקישוט בקבוצת הווטסאפ שלנו!
*רק אנחנו מפרסמים בקבוצה, אז אין ספאם! אתה יכול לבוא רגוע.

Muito comuns no jardim japonês e um dos principais símbolos, as pontes estão ligadas à transição do mortal para o sagrado.

Podem ser feitas de bambu, עץ, pedra e conter formato arqueado.

משקפיים

Vasos podem ser utilizados quando não é viável plantar direto na terra. Algumas espécies também têm mais facilidade em se desenvolver em vasos.

הירשם כדי לקבל תחילה חדשות דקור!

Para manter o equilíbrio com o ambiente, optar por peças com tons neutros é uma boa dica.

צמחים

O maior charme do jardim, בטוח, são as plantas e flores que encantam o ambiente. Podendo optar por verdes mais tradicionais japoneses, como o bonsai.

Já as flores podem ser escolhidas de acordo com o clima do país e algumas específicas apresentam significados sagrados.

Boas opções de plantas são as cerejeiras, bambus e flores coloridas. Também é possível optar por plantas suspensas, como a kokedama ou samambaias.

Compor o muro com um muro florido também é uma ótima opção para expandir as plantas no jardim, além de ser interessante misturar os tamanhos de vegetação, com árvores médias e arbustos pequenos.

Todas essas espécies são plantas comuns e podem ser facilmente encontradas, desde uma floricultura em Santo André até uma floricultura em São Paulo.

Para manter um ar rústico, é possível apostar em pequenas árvores e móveis para compor a cena.

Espaços para ser feito o jardim

O jardim zen pode ficar em qualquer ambiente, como interno, embaixo de uma escada, ou em uma sacada.

O importante é manter a sacralidade e o simbolismo de cada elemento no jardim.

É possível otimizar espaços sem uso, espaços pequenos ou criar um local de convivência, como um quintal para relaxamento e conversas amplas, podendo ser adicionado mesa com cadeiras para desfrutar o ambiente anti-stress.

Jardim japonês no gramado

Para casas grandes com gramados, é possível criar um cantinho mais oriental particular para momentos de meditação.

Para casas sem área externa, alguns pontos estratégicos sem uso podem ser um pequeno jardim com elementos orientais.

Paisagismo

Para uma casa aconchegante e estilosa, é possível optar por áreas de luz com ornamentação de jardim japonês, em um local em que bata a luz solar e dê todo um charme para o ambiente.

Paredes de madeira são boas opções para compor o ambiente do jardim, quando optado por ser em um סביבה פנימית.

Com o paisagismo, é possível projetar um ambiente externo harmonioso e funcional.

Com o uso dos elementos naturais, como plantas e a própria água, o paisagismo vai promover o bem-estar הצורך, que é comum no jardim zen.

טקסט שהוכן על ידי צוות ההמרה.

נלווה:

השאר תגובה

×