Museu de Arte Sacra – Site Obras de Arte https://www.obrasdarte.com Artes Plásticas e Galeria Virtual de Arte Thu, 18 Apr 2019 13:24:17 +0000 pt hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.8 https://www.obrasdarte.com/wp-content/uploads/2014/02/cropped-Logo-Obras-de-Arte-140-x-140-32x32.jpg Museu de Arte Sacra – Site Obras de Arte https://www.obrasdarte.com 32 32 Curso Livre: “O Antigo Regime revisitado O Absolutismo e o Iluminismo” com o Prof. Fábio Lage https://www.obrasdarte.com/curso-livre-o-antigo-regime-revisitado-o-absolutismo-e-o-iluminismo-com-o-prof-fabio-lage/ https://www.obrasdarte.com/curso-livre-o-antigo-regime-revisitado-o-absolutismo-e-o-iluminismo-com-o-prof-fabio-lage/#respond Tue, 23 Oct 2018 13:17:23 +0000 https://www.obrasdarte.com/?p=48480-pt O Museu de Arte Sacra promove, o Curso Livre: “O Antigo Regime revisitado – O Absolutismo e o Iluminismo” com o Prof. Fábio Lage.

Objetivo Geral:

Europa, século XVI. O esplendor das Monarquias Absolutistas espanta e vislumbra súditos, viajantes e os próprios monarcas. As aparentes hegemonia e estabilidade desses regimes escondem um emaranhado de alianças políticas, de contradições sociais e de gastos excessivos dos governos, resolvidos, superficialmente, pelas riquezas provenientes das colônias além-mar. Todo esse quadro seria abalado entre os séculos XVII e XVIII, momento em que surge e se fortalece um movimento filosófico-político que iria, em pouco tempo, colocar em questionamento o Antigo Regime europeu e estaria na base de diversos movimentos revolucionários: o Iluminismo. O curso analisará, por meio de um olhar historiográfico, o Absolutismo e o Iluminismo, resgatando as contradições, o contexto histórico, as críticas e os aspectos políticos, econômicos, sociais e culturais do Antigo Regime na Europa. Diante da realidade que nos cerca, em que concepções defendidas e sistematizadas pelo Iluminismo se enraizaram nos Estados-nações contemporâneos, compreender as raízes históricas de seu surgimento e suas críticas formuladas a regimes autocráticos anteriores mostra-se de fundamental importância.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Objetivos Específicos:

– Compreender o contexto do Antigo Regime europeu.
– Analisar aspectos políticos, econômicos, sociais, culturais e filosóficos do Absolutismo.
– Analisar e aprofundar os princípios iluministas que contribuíram para a sistematização do mundo contemporâneo.

Conteúdo

06 de novembro de 2019
Aula 1 – Absolutismo: Conceito, Práticas, Teóricos

13 de novembro de 2019
Aula 2 – As Monarquias Absolutistas europeias

27 de novembro de 2019
Aula 3 – O Iluminismo: Conceito, Doutrinas, Teóricos

04 de dezembro de 2019
Aula 4 – O Iluminismo: Influências no Mundo Contemporâneo

Docente

Fábio Lage – Graduado em História pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Licenciado e bacharel em História e Pedagogia. Foi docente e coordenador de História no Instituto Presbiteriano Mackenzie. Professor da rede privada de ensino, palestrante e pesquisador independente. Tem experiência em História, com estudos e especializações em História Moderna, História Contemporânea, História do Brasil Império e História do Brasil República.

Datas do curso: 06, 13 e 27 de novembro e 04 de dezembro de 2018.
Aulas: das 14h30 às 16h30
Carga horária: 08hs
Valor: R$ 200,00 a vista – R$ 250,00 (02 vezes) vagas limitadas
Inscrições: mfatima@museuartesacra.org.br
Informações: (11) 5627.5393
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Avenida Tiradentes, 676, Luz. Metrô Tiradentes.
Estacionamento gratuito (ou alternativa de acesso): Rua Jorge Miranda, 43
No final do curso o aluno receberá o certificado.
]]>
https://www.obrasdarte.com/curso-livre-o-antigo-regime-revisitado-o-absolutismo-e-o-iluminismo-com-o-prof-fabio-lage/feed/ 0
Santa Felicidade recebe a exposição “Representações de Natal” https://www.obrasdarte.com/santa-felicidade-recebe-a-exposicao-representacoes-de-natal/ https://www.obrasdarte.com/santa-felicidade-recebe-a-exposicao-representacoes-de-natal/#respond Mon, 04 Dec 2017 16:12:02 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=38725-pt A Sala de Exposições da Regional de Santa Felicidade recebe a partir desta terça-feira (05/12) a mostra “Representações de Natal”. O acervo que entra em cartaz são reproduções de um trabalho do início do século XX, em diapositivos de vidro. São materiais feitos em Milão, na Itália, possivelmente nas décadas de 1920 ou 1930, e que eram utilizados como recurso para ministrar os ensinamentos cristãos.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

As imagens, em preto e branco, retratam desde o nascimento de Jesus ao cotidiano das pessoas se preparando para o Natal. Características como reverência, humildade e a singeleza estão presentes nas obras que retratam momentos de perfeita harmonia do ser com o Criador. De acordo com o chefe do Núcleo da Fundação Cultural na Regional, Luciano Kampf, as imagens perpetuam os símbolos natalinos. “A obra traz consigo o renascer da esperança e da iluminação e ainda, o conhecimento do verdadeiro significado do Natal”, explica. Esse material, que representa a vida de Jesus Cristo, é resultado de uma doação do Instituto Salesiano de Assistência Social, ao Museu de Arte Sacra (MASAC), da Arquidiocese de Curitiba. A exposição fica aberta ao público até 06 de janeiro de 2018.

Serviço
Exposição Representações de Natal
Local: Sala de Exposições da FCC Santa Felicidade – Rua da Cidadania de Santa Felicidade – Rua Santa Bertila Boscardin, 213
Data e horário: De 05/12/2017 a 06/01/2018, de 2ª a 6ª, 8h30 às 12h30 e 13h30 às 18h30 e Sábado 8h30 às 12h30.
Entrada Gratuita
]]>
https://www.obrasdarte.com/santa-felicidade-recebe-a-exposicao-representacoes-de-natal/feed/ 0
Museu de Arte Sacra expõe pinturas em aquarela com temas religiosos https://www.obrasdarte.com/museu-de-arte-sacra-expoe-pinturas-em-aquarela-com-temas-religiosos/ https://www.obrasdarte.com/museu-de-arte-sacra-expoe-pinturas-em-aquarela-com-temas-religiosos/#respond Fri, 30 Jun 2017 14:27:26 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=36320-pt O Museu de Arte Sacra abre neste sábado (1º), às 10h, a mostra “Religare”, que reúne trabalhos de temas religiosos na técnica de aquarela. As obras mostram imagens simbólicas inerentes à fé, imagens litúrgicas, a figura de Jesus Cristo e personagens da história da Igreja.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

De acordo com a curadora Ana Müller, a exposição tem como objetivo a reflexão sobre o sagrado e o culto ao religioso. “Procura resgatar a importância do cotidiano da sociedade, contemplando valores além do materialismo tão vigente nos dias atuais. Almeja, desta forma, reaver os aspectos religiosos na vida individual e social do ser humano, independentemente da religião e da cultura”, explica.

Por ser a aquarela uma pintura que utiliza água como solvente e papel como suporte, apresenta como particularidade a transparência e a luminosidade de cores. Os trabalhos foram produzidos por 17 artistas do Grupo Acqua. A curadora Ana Müller é artista plástica formada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e professora de aquarela.

Arte de Ticiana De Bona. Foto: Divulgação. Arte de Malu Azevedo. Foto: Divulgação. Arte de Ana Paula Hey. Foto: Divulgação.

Serviço:

“Religare” – Exposição de obras em aquarela – Grupo Acqua
Curadoria: Ana Müller
Local: Museu de Arte Sacra – Largo da Ordem, s/nº, anexo à Igreja da Ordem
Datas: 1º de julho (abertura às 10h) a 5 de novembro de 2017
Horário de visitação: 9h às 12h e das 13h às 18h (terça a sexta-feira), sábados, domingos e feriados 9h às 14h

Entrada franca.

]]>
https://www.obrasdarte.com/museu-de-arte-sacra-expoe-pinturas-em-aquarela-com-temas-religiosos/feed/ 0
Exposições nos espaços da Fundação Cultural são opção de lazer para as férias https://www.obrasdarte.com/exposicoes-nos-espacos-da-fundacao-cultural-sao-opcao-de-lazer-para-as-ferias/ https://www.obrasdarte.com/exposicoes-nos-espacos-da-fundacao-cultural-sao-opcao-de-lazer-para-as-ferias/#respond Wed, 11 Jan 2017 11:55:21 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=33575-pt Diversas exposições abertas nos espaços culturais e museus da Fundação Cultural de Curitiba são boas opções de programa para as férias. O Solar do Barão abriga mostras de fotografia, gravura, desenho e histórias em quadrinhos. No Museu Municipal de Arte tem exposições que contemplam obras do acervo, arte digital, quadrinhos e instalações. Exposições de caráter histórico ocupam o Memorial de Curitiba e a Casa Romário Martins. Tem ainda uma mostra de arte de temas religiosos, em várias técnicas, em cartaz no Museu de Arte Sacra.

Lambe-lambe Viaduto Capanema. Foto: Divulgação.

Lambe-lambe Viaduto Capanema. Foto: Divulgação.

A exposição fotográfica “Ser Passagem”, de Estevan Reder, é uma das atrações no Solar do Barão. Conhecido pelas suas intervenções urbanas em várias capitais do Brasil e da América Latina usando a técnica de lambe-lambe, o artista traz para Museu da Fotografia oito imagens ampliadas. O cotidiano das pessoas andando pelas ruas das diversas capitais do Brasil e da América Latina é o alimento substancial para a obra do fotógrafo.

A paisagem urbana também está presente na mostra retrospectiva do grupo de desenhistas Urban Sketchers, em cartaz no espaço da Gibiteca. Com curadoria de Simon Taylor, .a exposição reúne os melhores trabalhos produzidos pelo grupo todos os sábados, em algum lugar da cidade, retratando paisagens, arquitetura, histórias e pessoas de Curitiba.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O Museu Municipal de Arte (MuMA) apresenta a exposição “O Circo, o Brinquedo e a Brincadeira” com obras dos acervos da Fundação Cultural de Curitiba. Com curadoria e produção de Joseane Baratto, a mostra presta uma homenagem aos 40 anos do Circo da Cidade com obras de Djanira, Haruo Ohara, Denise Roman, Lívio Abramo, Nilo Previdi, Raul Cruz, Maria Nicolas, entre outros. Além da exposição a sala Célia Neves Lazarotto abriga espaço interativo para crianças com gibis para leitura local, tangran e outras brincadeiras.

Alceu Chichorro amostra. Foto: Divulgação.

Alceu Chichorro amostra. Foto: Divulgação.

Na Casa Romário Martins permanece a exposição “Alceu Chichorro e a cultura material do jornalismo curitibano em meados do século 20”. A mostra contém reproduções de 127 charges originais de Chichorro em nanquim sobre papel. O material é apresentado pela primeira vez ao público de Curitiba. Por meio dos personagens Chico Fumaça, Dona Marcolina e Totó, publicados no jornal “O Dia”, o chargista descreveu a conjuntura política do Brasil antes do golpe militar de 1964 e as adversidades enfrentadas pelos brasileiros naquela época.

Programação de exposições nos espaços da Fundação Cultural de Curitiba:

SOLAR DO BARÃO (R. Carlos Cavalcanti, 533 – centro)

Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h

Entrada gratuita

Museu da Fotografia Cidade de Curitiba

ESTADO DE SUSPENSÃO DE CHARLY TECHIO

Trabalhos realizados a partir de 2013. A artista explora fotograficamente autorretratos, retratos e associa alguns elementos, como caveiras e animais, nas imagens. A exposição dá continuidade a uma série desenvolvida em Berlim durante uma residência artística. (Até 12 de fevereiro)

SER PASSAGEM DE ESTEVAN REDER

Pessoas andando pelas ruas das cidades que contribuem para a análise que o fotógrafo tem sobre a sua obra focada essencialmente no ser humano. Depois de fotografadas, essas pessoas são “transportadas” de um lugar para o outro através da técnica de lambe-lambe – impressão digital em papel, recortada e aplicada nas ruas em escala natural. (Até 12 de fevereiro)

Museu da Gravura Cidade de Curitiba

6º pRÊMIO IBEMA DE GRAVURA

Coletiva de artistas selecionados e premiados. Apresentação do resultado do concurso, maior do gênero promovido pela iniciativa privada no país, que traz para a exposição os 20 artistas selecionados. (Até 26 de fevereiro)

PARA CIMA DO CHÃO HÁ O INVISÍVEL

Maya Weishof e Eduardo Cardoso Amato partem da linguagem da gravura para localizar discussões relativas à noção de território. A prática é aliada ao auxílio de produção de Elisa Cordeiro, e à curadoria de Isadora Mattiolli. (Até 26 de fevereiro)

FUGANTI OSINSKI CARNEIRO GILLER

Juliane Fuganti, Dulce Osinski, Ricardo Carneiro e Everly Giller têm em comum, além da amizade de longa data, o fato de terem dado seus primeiros passos em gravura nas oficinas do Solar do Barão. (Até 26 de fevereiro)

A PROFUNDIDADE DA DISTÂNCIA

Viniciús Buzzatto expõe gravuras em metal do ciclo “a profundidade da distância”. (Até 26 de fevereiro)

FOLIANDO

Miriam Fischer parte do olhar à natureza tendo como elemento propulsor a paisagem e suas sensações. (Até 26 de fevereiro)

Gibiteca de Curitiba

RETROSPECTIVA URBAN SKETCHERS CURITIBA NA GIBITECA

Após um ano e meio de atividades, o grupo apresenta seus melhores trabalhos produzidos todos os sábados, em algum lugar da cidade, retratando paisagens, arquitetura, histórias e pessoas de Curitiba. A mostra traz os trabalhos de 19 desenhistas, sob curadoria de Simon Taylor. (Até 19 de fevereiro)

EXPOSIÇÃO DOS ALUNOS

Exposição dos fanzines, aquarelas e desenhos de modelos vivos cosplay dos alunos dos cursos da Gibiteca de Curitiba. (Até 19 de fevereiro)

MUSEU MUNICIPAL DE ARTE (Portão Cultural – Av. República Argentina, 3430 – Portão)

Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 19h

EXPOSIÇÃO BIENAL DE QUADRINHOS DE CURITIBA (Até 15 de janeiro)

NO ESPAÇO ENTRE NÓS

Instalação de Helio Rodrigues. Adolescentes da comunidade do Jacarezinho e de Santa Tereza (RJ) foram provocados a se representar a partir de suas sombras, abandonando sua imagem exterior conectada com sua identidade social e buscando se expressar subjetivamente. (Até 15 de janeiro)

GIFEMOTION – EMOÇÃO E MOVIMENTO

A mostra é composta por gifs animados criados pelo designer e artista gráfico Leandro Catapam, a partir de colagens que mesclam processos manuais e digitais na execução. (Até 5 de março)

O CIRCO, O BRINQUEDO E A BRINCADEIRA

Obras dos Acervos da FCC, com a participação da artista convidada Cyntia Werner. Curadoria Joseane Baratto. A exposição tem um espaço interativo para crianças. (Até 19 de março)

A INVASÃO DOS ROBOLITOS

Quatro esculturas medindo entre 3 e 5 metros em formato dos personagens conhecidos como Robolitos, criados pelo artista Adriano Bohra. (Até 26 de março)

MEMORIAL DE CURITIBA (R. Claudino dos Santos, 79 – Setor Histórico)

Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Sábados e domingos, das 9h às 15h

RETROSPECTIVA APAP/PR

Exposição da Associação Paranaense dos Artistas Plásticos. (Até 19 de fevereiro)

TIPOGRAFIA CURITIBA

O projeto exibe o universo tipográfico de Curitiba, a partir da instalação da Tipographia Paranaense em 1854. Com base em recorte do acervo da Casa da Memória, especialmente em exemplares até 1945, designers e artistas visuais selecionaram tipografias para redesenho digital e composição dos cartazes do projeto. (Até 28 de fevereiro)

MUSEU DE ARTE SACRA ( Largo da Ordem)

Horário: De terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Sábados e domingos, das 9h às 14h

ARTE NATAL – COLETIVA DE ARTISTAS PARANAENSES

Mais de 30 artistas paranaenses, através de sua arte, com várias técnicas e estilos, representam a simbologia e os significados desta festa cristã. Apoio: Centro de Arte Contemporânea Edílson Viriato. (Até 21 de fevereiro)

CASA ROMÁRIO MARTINS (Largo da Ordem)

Horário: De terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Sábados e domingos, das 9h às 14h

ALCEU CHICHORRO E A CULTURA MATERIAL DO JORNALISMO CURITIBANO EM MEADOS DO SÉCULO 20

Reproduções de 127 charges originais de Chichorro em nanquim sobre papel. O material é apresentado pela primeira vez ao público de Curitiba, onde Chico Fumaça, Dona Marcolina e Totó eram personagens do cotidiano dos leitores do jornal O Dia. (Até 26 de fevereiro)

]]>
https://www.obrasdarte.com/exposicoes-nos-espacos-da-fundacao-cultural-sao-opcao-de-lazer-para-as-ferias/feed/ 0
Paulo Meirelles estreia mostra “Rogai por Nós” no Museu de Arte Sacra https://www.obrasdarte.com/paulo-meirelles-estreia-mostra-rogai-por-nos-no-museu-de-arte-sacra/ https://www.obrasdarte.com/paulo-meirelles-estreia-mostra-rogai-por-nos-no-museu-de-arte-sacra/#respond Fri, 16 Sep 2016 18:16:18 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=31913-pt Artista plástico recriou santos católicos que dão nome a lugares
conhecidos de Curitiba em vidro, tela, tecido e madeira de demolição

Conhecido por suas obras multicoloridas, que flertam com a pop art, o artista plástico Paulo Meirelles faz neste segundo semestre de 2016 um retorno às suas origens espirituais. Será aberta no dia 17 de setembro, no Museu de Arte Sacra (centro histórico) sua mostra Rogai por Nós, conjunto de cerca de 30 trabalhos nos quais ele recria santos protetores populares na pintura em vidro, tela, tecido e madeira de demolição. Os trabalhos podem ser visitados até o dia 20 de novembro.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Paulo elegeu santos que foram escolhidos para nomear os lugares onde as pessoas vão, estão ou vivem e que por isso estão intimamente ligados à ideia de proteção, de lar. O artista imprime tons fortes aos seus santos-personagens, presenteando seu interlocutor com um roteiro ilustrado pela iconografia católica de Curitiba.

Nossa Senhora de Guadalupe, São Bento, São Lourenço, Santa Bárbara, Carmo, Mercês, Santa Terezinha, São Francisco, entre outros, foram trabalhados em pequenos formatos com materiais recuperados e pintados a óleo. Embora a técnica usada não seja a tradicional, a pesquisa do artista preserva as características originais de cada santo.

Ao voltar-se para a arte sacra, Meirelles faz uma prece pessoal, se reconectando à sua curiosa origem religiosa. Foi batizado já grande, por volta dos 10 anos, por influência de sua madrinha, que era legionária. Uma Bíblia ilustrada presenteada pela mãe abriu duas possibilidades em sua vida: ser padre ou artista. Chegou a frequentar grupos de jovens, mas a arte falou mais alto. A busca pela espiritualidade em outras religiões, no entanto, pontuou sua trajetória. Recentemente, diante da observação da incredulidade e da desesperança atuais, fez o caminho de volta ao catolicismo por meio da arte. “Este trabalho é uma busca por minhas raízes, um repúdio ao vazio, minha celebração da esperança. Voltei à minha fé, não por desespero, sofrimento ou desilusão, voltei porque todas as ideias que li e vi, que ostentam a negação da existência do espírito na mais pura luz da razão, invariavelmente acabaram me provando exatamente o contrário”, conta.

A religiosidade e a arte popular presentes em Rogai por Nós têm pontos de contato com a mostra Viva la Vida, interpretação original de Paulo Meirelles da artista mexicana Frida Khalo e sua obra, lançada no ano passado, no Pátio Batel durante o LabModa. Além disso, revela o apreço do artista em reproduzir a figura humana nos seus mais variados estados de espírito – do profano ao santo.

Sobre Paulo Meirelles

Artista plástico, designer de moda, professor de desenho, Paulo Meirelles nasceu em Marília, interior de São Paulo. Mudou-se para Curitiba nos anos 1980. Sua formação inicial se baseou no aprimoramento do desenho da figura humana. Cursou museologia no COSEM/PR. Trabalhou como estilista por mais de dez anos, período em que também ministrou cursos de estilismo no SENAC de Curitiba e Apucarana. Nos anos 1990 foi colunista e ilustrador de moda do suplemento semanal Viver Bem do jornal Gazeta do Povo, atuando paralelamente em seu requisitado ateliê de costura. Como artista plástico assinou dezenas de exposições individuais, coletivas, além da participação em salões de arte. Foi premiado no Salão do Mar de Antonina pela Secretaria de Estado da Cultura. Algumas de suas obras estão em acervos de museus do Paraná e Santa Catarina. Atualmente, dedica-se à pintura e às aulas de desenho em seu ateliê, no bairro Mercês, em Curitiba.

Serviço:

Exposição Rogai por Nós, de Paulo Meirelles
De 17 de setembro a 20 de novembro
Museu de Arte Sacra -­ Largo da Ordem s/n anexo a Igreja da Ordem

Visitação: de terça a sexta, das 9 às 12hs e das 13 às 18hs, sábados, domingos e feriados das 9 às 14hs

]]>
https://www.obrasdarte.com/paulo-meirelles-estreia-mostra-rogai-por-nos-no-museu-de-arte-sacra/feed/ 0
Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes https://www.obrasdarte.com/festa-do-divino-espirito-santo-de-mogi-das-cruzes/ https://www.obrasdarte.com/festa-do-divino-espirito-santo-de-mogi-das-cruzes/#respond Tue, 26 Jan 2016 13:40:33 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=28041-pt Convite Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes. Foto: Divulgação.

Convite Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes. Foto: Divulgação.

O Museu de Arte Sacra traz, mais uma vez, uma apresentação da famosa “Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes”, que virá sobre o tema “Divino Espírito Santo, Derramai Sobre as Famílias a Graça da Misericórdia”.

Quando: 27/02 (sábado)

Horário: 10h às 15h
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Av. Tiradentes, 676 – Luz | Metrô Tirandentes
Estacionamento gratuito: Rua Jorge Miranda, 43
Evento gratuito

Para conferir o roteiro da apresentação, acesse o site do MAS.

.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

]]>
https://www.obrasdarte.com/festa-do-divino-espirito-santo-de-mogi-das-cruzes/feed/ 0
Artista expõe obras sobre São Francisco no Museu de Arte Sacra https://www.obrasdarte.com/artista-expoe-obras-sobre-sao-francisco-no-museu-de-arte-sacra/ https://www.obrasdarte.com/artista-expoe-obras-sobre-sao-francisco-no-museu-de-arte-sacra/#comments Fri, 07 Aug 2015 18:29:27 +0000 http://www.obrasdarte.com/?p=23404-pt Artista expõe obras sobre São Francisco no Museu de Arte Sacra

“Francisco e o Cântico das Criaturas” é o tema da exposição que o artista plástico Francisco Daniel Moreira inaugura no próximo domingo (9), no Museu de Arte Sacra. As obras são inspiradas no cântico composto por São Francisco para agradecer a Deus a beleza da criação.

Com frequência, São Francisco se referia ao sol, lua, águas, animais e plantas como irmãos e irmãs da humanidade. A exposição contempla em imagens essa relação amorosa e mística do santo com a natureza.

Francisco Daniel é cearense e reside atualmente em Curitiba. É formado pela Academia de Belas Artes de Florença (Itália) e mestre em Artes Visuais e Linguagens de Multimídias pela mesma universidade. Participou de exposições individuais e coletivas pelo Brasil e alguns países da Europa.

Serviço:
“Francisco e o Cântico das Criaturas”, exposição de Francisco Daniel Moreira
Local: Museu de Arte Sacra – Largo da Ordem
Data: de 9 de agosto a 8 de novembro de 2015.
Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 9h às 14h
Entrada franca.
Contato com o artista: (41) 9775-6956

.

Irmão Vento, Irmão Sol, Irmã Lua. Foto Divulgação.

Irmão Vento, Irmão Sol, Irmã Lua. Foto Divulgação.

]]>
https://www.obrasdarte.com/artista-expoe-obras-sobre-sao-francisco-no-museu-de-arte-sacra/feed/ 3