Correspondre!

Galeria de Arte Geraldo Queiroz em Uberlândia apresenta a exposição “Correspondre!”, de Júnia Azevedo.

Annonce

Mostra apresenta série inédita de retratos inspirados em plataformas online de namoro.

Com texto crítico de Renato Rezende, obras podem ser vistas de 12 de Juin à 9 Août, avec entrée gratuite.

Annonce

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, por meio da Diretoria de Artes e Culturas Integradas de Uberlândia (MG), apresenta a exposição “Match!", da artista carioca Júnia Azevedo.

Com texto crítico de Renato Rezende, a mostra fica em cartaz de 12 de Juin à 9 Août, na Galeria de Arte Geraldo Queiroz. “Match!” apresenta dez retratos inéditos em grafite sobre papel, onde a artista registra como homens de meia-idade, em sua maioria brancos, héteros e urbanos, se apresentam em um site de paquera virtual.

Entre o singelo e o irônico, o conjunto acaba por revelar aspectos simbólicos da nossa sociedade. Realizada por meio de edital, a exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, de 12:00 à 18:00, avec entrée gratuite.

O projeto foi aprovado por meio de edital da Secretaria de Cultura e Turismo de Uberlândia.

Num aplicativo de encontros, um candidato tem poucos segundos para se vender: uma boa foto, um par de frases e é tudo. Em um arrastar de dedos, o pretendente pode ser sumariamente descartado.

“Com base nessa mecânica, comecei a pesquisar como homens de meia idade se apresentam. Que fotos escolhem, o que dizem de si, o que eles acham que pode ser atrativo para uma mulher? Assim nasceram os retratos da série Match!", révèle l'artiste.

Segundo Renato Rezende, o resultado são obras que nos provocam, desestabilizando-nos entre o repúdio e o terno, entre o estético e o ético, entre o trágico e o risível.

“Esse é o grande trunfo da artista. Le travail de Júnia é feminista, sem ser moralista; c'est critique, sem ser simplória; é perversa, sem ser sádica. Apenas aparentemente simples, as obras expostas são maduras, complexas. Abalam o patriarcado, com sua abordagem irônica, mas ao mesmo tempo funcionam como um espelho, causando-nos incômodo ao dar a pensar nosso próprio ridículo”, explique.

Avec l’exposition, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Uberlândia pretende oferecer espaço e visibilidade à produção de artistas de artes visuais de outras localidades, promovendo o intercâmbio artístico-cultural com a comunidade local.

Sobre Júnia Azevedo

Né à Rio de Janeiro, formou-se em Comunicação Social pela PUC-RJ. Atuou por 11 anos na área de criação, em agências de publicidade.

Foi gerente de marketing e trabalhou com comunicação corporativa. Sua vivência no campo da arte visual repercute sua experiência profissional nesse universo.

En 2014, lançou o romance O Ser-se (Et. circuit), cujas reflexões desdobraram-se em um trabalho de arte tridimensional. Realizou o curso intensivo Processo Criativo, com Charles Watson, à la school of Visual Arts de Parque Lage (RJ), à 2013.

Recevez des nouvelles des expositions et des événements en général dans notre groupe Whatsapp!
*Seulement nous publions dans le groupe, il n'y a donc pas de spam! Vous pouvez venir sereinement.

En, 2018, iniciou o programa de acompanhamento de projeto com a artista e curadora Lia do Rio, e entrou para a oficina de arte em 3D, coordenada por João Carlos Goldberg, Parque Lage pas.

Expôs no Espaço Cultural Correios de Niterói, no Midrash Centro Cultural, participou da Casa Tato (SP) e da oficina de arte da Galeria Oma (SP), autres.

Sua pesquisa artística é uma reflexão sobre os estereótipos ligados ao feminino, incluindo questões ligadas a corpo, comportamento e imaginário.

Inscrivez-vous pour recevoir les actualités de l'événement
et l'Univers des Arts d'abord!

Compõem seu repertório temas como a idealização de um mundo cor de rosa e o estímulo ao desejo e ao consumo por meio da infantilização do adulto, da erotização precoce e da imposição de padrões de beleza e de comportamento.

Correspondre! é a segunda individual da artista.

Sobre Renato Rezende

Teórico da arte e curador independente, é mestre e doutor em Arte e Cultura Contemporânea pelo Instituto de Artes da UERJ.

Entre suas curadorias mais importantes estão Artevismo hoje (Tableau, 2015), Glossário dos nomes próprios (Alex Cerveny, 2015), Cassino (Heleno Bernardi, 2017) e Flávio de Carvalho expedicionário (com Amanda Bonan, 2018).

Sobre a Galeria de Arte Geraldo Queiroz – Maison de la culture

A Galeria de Arte Geraldo Queiroz recebeu este nome em homenagem ao artista uberlandense, peintre, autodidata e exímio muralista.

Sua obra é constituída de desenhos, pinturas e painéis feitos em mosaicos instalados em diversas residências de São Paulo e de Uberlândia.

Alguns deles estão tombados pelo Patrimônio Histórico e Cultural da cidade.

A utilização da Galeria é feita por meio de edital, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

O edital é lançado anualmente para artistas locais e de outros centros.

Service

exposition d'art contemporain
Titre: Correspondre!
Artiste: Jennifer Azevedo
texte critique: Renato Rezende
Local: Galeria de Arte Geraldo Queiroz – Maison de la culture
Temps: Lundi au vendredi, de 12:00 à 18:00
Période d’exposition: de 12 de Juin à 9 Août 2024
Fin: Praça Coronel Carneiro, 89 – Fundinho – Uberlândia (MG)
Entrée gratuite

connexe:

Laissez un commentaire

×