Pennellate Day-to-Day by Miriam Rylands

Miriam_Rylands_Perfil
A pintora e escultora Miriam Rylands lembra o que viu durante a 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas da Bahia.

Pennellate di giorno per giorno by Miriam Rylands

.

“A Bienal de 1966 fez parte da minha história”, Diz artista Miriam Rylands.

Ela pinta, bordo e scolpisce. Faz monotipia, xilogravura e cerâmica. Já expôs nos EUA, morou na Inglaterra e participou de um curso de costura cênica na Bahia. Somente esta minibiografia já bastava para a artista Miriam Rylands ser mencionada pela Bienal da Bahia. Mas o principal motivo são as suas lembranças de infância.

In 1966, Miriam giovane età avrebbe dovuto capire l'arte, ma sufficiente a cadere per sensibilità arte. Con 10 anni, morando no Santo Antonio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador, ela viu de perto todo o ‘burburinho’ da 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas, que ganhou o salão principal do Convento do Carmo, casa del vicino.

A chegada até às exposições foi por acaso. Un anno prima dell'apertura della manifestazione dell'arte, ela iniciou um curso de corte e costura nas dependências do Convento. A curiosidade sobre aquele novo mundo que se abria diante de seus olhos fez com que Miriam saísse às escondidas da mãe e vasculhasse todas as entradas e saídas do local.

“Uma vez a porta do salão estava fechada e sem acesso. Como eu já conhecia o lugar, Potrei venire e vedere molto: aquelas peças grandes, Metallo e Ferro, onde eu me escondia quando chegava alguém. E 'stato sorprendente per me perché dopo, quando sono andato ad altre biennali, essa lembrança veio na memória”, ricorda, que já visitou os eventos de São Paulo, Stati Uniti e Inghilterra, altri.

Miriam_Rylands_Helio_Oiticica
Obra de Hélio Oiticica era uma das que Miriam se escondia.

Forse, uma das obras que serviram de esconderijo para Miriam era a do artista Hélio Oiticica, denominada “Manifestação Ambiental n. 1. Composto da tessuti, a obra atraía a curiosidade dos visitantes, potrebbero interagire con esso.

Nel corso degli anni, Miriam divenne pittore, escultora e designer de jóias. E, come lei stessa rivela, muito das suas escolhas artísticas foi influenciada pelas experiências do passado.

Iscriviti per ricevere notizie sugli eventi
e innanzitutto l'Universo delle Arti!

Hoje pintora e escultora, Miriam mostra suas obras. Na foto, uma escultura de ferro e cobre.
Oggi pittore e scultore, Miriam mostra le sue opere. Na foto, una scultura di ferro e rame.

.

“Eu não sei se foi meio inconsciente, mas com certeza fez parte da minha história até hoje. Sono espressionista, então tudo o que faço é muito livre, e as imagens daquelas obras estão na minha cabeça. Não consigo identificar as peças, mas sinto a presença das imagens, que eram muito fortes”, sottolinea il fotografo.

.

.

Essa Pincelada foi uma reprodução da matéria“A Bienal de 1966 fez parte da minha história”, Diz artista Miriam Rylands – pubblicato sul sito internet della Biennale di Bahia 07/03/2014. Nossos agradecimentos à Diretoria de Comunicação do site.

Miriam Rylands é Artista Plástica.
Facebook Perfil
E-mail: miriaminart@gmail.com

Vieni con noi, Prendi il recente via e-mail:

E-mail

collegato:

1 thought on “Pennellate Day-to-Day by Miriam Rylands”

Lascia un commento

×