Accueil / Art / Cicéron Alves dos Santos, La Bro, Exposition de victoires au Sesc Santo Amaro

Cicéron Alves dos Santos, La Bro, Exposition de victoires au Sesc Santo Amaro

Artista sergipano utiliza a madeira para representar o seu olhar inusitado sobre o homem e a vida no sertão nordestino. A exposição faz parte do Projeto Desdobramentos – Acervo em Expansão

O Primata. Photos: João Liberato.

O Primata. Photos: João Liberato.

Os galhos e raízes dispostos pelo sertão sergipano ganham vida nas mãos de Cicéron Alves dos Santos, o Véio. Autodidacte, l'artiste, que tem obras no acervo da Fondation Cartier Pour Lárt Contemporain, Paris (France), no Pavilhão das Culturas Brasileiras e Pinacoteca do Estado de São Paulo, ganha mostra no Sesc Santo Amaro a partir de 3 Octobre, Samedi.

Com curadoria de Germana Monte-Mór, concepteur, étiquette, pintora e escultora, l'exposition a 16 peças de grande porte e 12 de pequeno porte. Nascido e criado em Nossa Senhora da Glória, no Sergipe, Véio recebeu esse apelido porque gostava muito de andar entre as pessoas mais velhas. O artista começou a expressar sua admiração pelo sertão nordestino utilizando a cera de abelha, mas logo que “descobriu” o novo material, deixou a cera de lado e começou a esculpir na madeira.

Esculturas de um milímetro até 12 mètres

Da cera para a madeira, material no qual se especializou, Véio tornou-se habilidoso, traçando duas vertentes principais de trabalho. Dans le premier, o artista trabalha com o que chama de troncos abertos, pedaços de vegetação que encontra dispostos pelo região árida em que vive, e nos quais ele faz poucas e precisas intervenções artísticas. Nesse meio, Véio retira da natureza seu caráter mais expressivo, com cores intensas e cortes específicos que delineiam a forma de animais, homens e outras figuras.

Dans la seconde, Cícero Alves dos Santos apresenta cuidado minucioso ao esculpir o que nomeia de troncos fechados. Aqui o exercício de composição da obra não aproveita suas formas naturais, mas extrai dela o que o artista planeja ver. Possui peças em diversas dimensões, variando entre um milímetro e 12 mètres.

Desdobramentos – Acervo em expansão

L'exposition Cícero Alves dos Santos – Véio faz parte do Projeto DESDOBRAMENTOS – Acervo em Expansão, que tem como ponto de partida as condições arquitetônicas do Sesc Santo Amaro e a relação de transparência, transbordamento e interferência que o arquiteto Edson Elito apresenta, destacando as obras contidas no acervo fixo da unidade. Le projet, que teve início com Lavadeirinha, de Efrain Almeida, em cartaz de abril a julho de 2015, chega agora a sua segunda edição.

Exus. Photos: João Liberato.

Exus. Photos: João Liberato.

Pour le script:

EXPOSIÇÃO CÍCERO ALVES DOS SANTOS – VÉIO -De 3 Octobre à 13 Décembre, du mardi au vendredi, la 11 à 21 heures et le samedi, domingo e feriado das 11 à 18 heures, no Espaço das Artes do Sesc Santo Amaro. Recomendação Livre. Entrée libre.

SESC SANTO AMARO – Rua Amador Bueno, 505 – Santo Amaro. Téléphone: (11) 5541-4000. Horário de atendimento bilheteria: Mardi au vendredi, la 10 à 21 heures et le samedi, Dimanche et jour férié, la 10 às 18h30. Remarque: O Estacionamento e a bilheteria permanecem abertos de acordo com o horário das programações. Parking – Subsolo – 180 veículos, 34 vagas para motos. R $ 6,00 a primiera hora mais R$1,00 por hora adicional e R$3,00 a primeira hora e R$0,50 por hora adicional (toute information d'identification) et 35 vagas no bicicletário (gratuit). Observação: as motos pagam taxa equivalente aos veículos.

SESC SANTO AMARO
Vérifiez sur la carte:

Commentaires

4 plusieurs commentaires

Laisser une réponse

Votre adresse email ne sera pas publiéeLes champs requis sont surlignés *

*