Home / Arte / Aliança Francesa Rio de Janeiro realiza ciclo de encontros AUTRES REGARDS com a jornalista francesa Anne Poiret

Aliança Francesa Rio de Janeiro realiza ciclo de encontros AUTRES REGARDS com a jornalista francesa Anne Poiret

Aliança Francesa Rio de Janeiro realiza ciclo de encontros AUTRES REGARDS com a jornalista francesa Anne Poiret, vencedora do Prix Albert Londres, o principal prêmio do jornalismo francês, para única exibição de seu documentário “Bienvenue au Réfugistan” (Bem Vindo ao Refugistão), um panorama dos principais campos de refugiados do mundo.

A sessão acontece no auditório da Aliança Francesa de Botafogo, quinta-feira, 04 de abril, às 19h30, com legendas em português, seguida de bate-papo em francês com a diretora. A entrada é gratuita!

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Como parte da programação do Ciclo de encontros AUTRES REGARDS, que reúne personalidades literárias e artísticas da atualidade entre a França e o Brasil, a Aliança Francesa Rio de Janeiro com apoio do Consulado Geral da França, Institut Français Brasil, Air France, TV5, Fondation Alliance Française e Mairie de Paris trazem para o Brasil a jornalista francesa Anne Poiret, para exibição e debate sobre seu documentário “Bienvenue au Réfugistan” (Bem Vindo ao Refugistão), sobre uma tendência terrível do mundo contemporâneo: os campos de refugiados do mundo.

O documentário mostra como se organizam os principais campos de refugiados no mundo, uma realidade que combina preocupações humanitárias com a gestão de pessoas indesejadas pelos países ricos. Um “universo paralelo que faz você invisível para o resto do mundo”, resume a diretora Anne Poiret. Baseado em um dispositivo narrativo dominado pelo cenário, seu documentário enfoca os casos mais concretos da vida cotidiana nos campos e o apoio pelo Escritório do Alto Comissariado para os Refugiados (ACNUR).

Vencedora do Prix Albert Londres, o principal prêmio do jornalismo francês, em 2007 por “Muttur: um crime contra o humanitário” (France 5), Anne Poiret produz documentários há 15 anos e em “Bienvenue au Réfugistan”, a jornalista aponta cenas de abandono de quase 17 milhões de pessoas, refugiados, deslocados ou migrantes, um país virtual do tamanho da Holanda. São acampamentos, estruturas temporárias ou uma rede global de tendas dispersas, onde, por muitos anos, aqueles que foram expulsos de suas casas pela guerra, fome, violência política ou desastres climáticos estão abarrotados. Seus nomes não aparecem em nenhum mapa.

O filme tem 52 minutos e trará para a reflexão questões como: O que será desses milhares de refugiados? Quando os políticos administrarão uma maneira de vivermos juntos sem fronteiras e minimizar assim questões de desumanidade? Quando irão resolver essas favelas deixadas para trás, como um cenário ruim de ficção científica?

Entre os documentários produzidos pela jornalista estão “Meu País Fabrica Armas”, (France 5), “Síria: Missão Impossível” (ARTE), “Sudão do Sul: fábrica de um Estado” (ARTE), “Namíbia: O Genocídio do Segundo Reich” (France 5). Ela também colabora com diferentes publicações. No Oriente Médio, África ou Ásia, ela está particularmente interessada nas áreas cinzentas do período do pós-guerra.

O filme “Bienvenue au Réfugistan” conta com legendas em português, e após a exibição haverá um debate em francês com a diretora. A sessão acontece quinta-feira, 4 de abril, às 19h30, no auditório da Aliança Francesa, em Botafogo, com entrada gratuita.

Sinopse – Bienvenue au Réfugistan” (Bem Vindo ao Refugistão)

Quase 17 milhões de pessoas – refugiados, deslocados ou migrantes – vivem em acampamentos, um país virtual do tamanho da Holanda. Seus nomes não aparecem em nenhum mapa. O ACNUR e as ONGs desenvolveram um sistema que é eficaz e absurdo. No Quênia, na Tanzânia, na Jordânia, na fronteira Grécia / Macedônia, e também na sede do ACNUR em Genebra, o filme está investigando esse dispositivo gigantesco que combina preocupações humanitárias com a gestão de pessoas indesejadas que os países ricos não querem.

Sobre Anne Poiret

Vencedora do Prix Albert Londres, o principal prêmio do jornalismo francês, em 2007por “Muttur : um crime contra o humanitário” (France 5), a escritora e jornalista francesa Anne POIRET produz documentários há 15 anos: “Meu País Fabrica Armas”, (France 5), “Síria: Missão Impossível” (ARTE), “Sudão do Sul: fábrica de um Estado” (ARTE), “Namíbia: O Genocídio do Segundo Reich” – (França 5) – e colabora com diferentes publicações. No Oriente Médio, África ou Ásia, ela está particularmente interessada nas áreas cinzentas do período do pós-guerra. “Reconstruir Mossul”, gravado ao longo do ano de 2018, será transmitido em breve pelo canal ARTE.

Sobre a Aliança Francesa

Com 133 anos de atividades no Brasil, a Aliança Francesa é uma referência no idioma e sem dúvida, a instituição mais respeitada e conhecida do mundo, quando o assunto é a difusão da língua francesa e das culturas francófonas. Possui, atualmente, mais de 830 unidades em 132 países, onde estudam cerca de 500.000 alunos. Na França, ela conta com escolas e centros culturais para estudantes estrangeiros. O Brasil tem a maior rede mundial de Alianças francesas com 37 associações e 68 unidades.

É a única instituição no Brasil autorizada pela Embaixada da França, a aplicar os exames que dão acesso aos diplomas internacionais DELF e DALF, reconhecidos pelo Ministério da Educação Nacional francês. A Aliança Francesa também é centro de exames oficial para aplicação de testes internacionais com validade de dois anos TCF (Teste de Conhecimento do Francês) e TEF Canadense (Teste de Avaliação de Francês) e do teste nacional com validade de um ano Capes (reconhecido pelas agencias CAPES e CNPq do MEC).

A Aliança Francesa no Brasil desenvolve parcerias com inúmeras empresas francesas e brasileiras, além de ser um ator essencial do diálogo cultural franco-brasileiro.

A Aliança Francesa do Rio de Janeiro oferece 25% de desconto em todos os cursos regulares, Ateliês, Seniors, entre outros para os servidores estaduais e municipais do Rio de Janeiro.

Serviço:
Evento: AUTRES REGARDS – Encontro com Anne Poiret e Sessão do documentário “Bienvenue au Réfugistan” (Bem Vindo ao Refugistão)
Local: Auditório da Aliança Francesa
Rua Muniz Barreto 730, Botafogo, RJ
Data: 4 abril de 2019
Hora: 19H30
Entrada franca.
Reservas aconselhadas pelo email cultural@rioaliancafrancesa.com.br
Ingressos distribuídos no local em função dos lugares disponíveis.
Em francês, com legendas em português
www.rioaliancafrancesa.com.br
https://www.facebook.com/aliancafrancesarj
https://www.youtube.com/user/aliancafrancesarj
https://www.instagram.com/rioaliancafrancesa/

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*