Home / Arte / Alma lisboeta presente nas ruas do Rio de Janeiro é tema do próximo roteiro 100% virtual do Rolé Carioca
Rolé Carioca 2020, Paço Imperial. Foto: RioTur.
Rolé Carioca 2020, Paço Imperial. Foto: RioTur.

Alma lisboeta presente nas ruas do Rio de Janeiro é tema do próximo roteiro 100% virtual do Rolé Carioca

  • Em dezembro, o roteiro “Memórias Rio Lisboa” passeia pelas principais referências da ocupação portuguesa em terras cariocas. Sede do próprio império lusitano entre 1808 e 1820, Rio foi por muito tempo a cidade com a segunda maior população portuguesa do mundo, atrás apenas de Lisboa.

  • Do tradicional bolinho de bacalhau aos centenários armazéns espalhados pela cidade, da torcida do Vasco da Gama com sua Cruz de Malta na bandeira à arquitetura que marca prédios históricos, dos clubes e associações culturais portuguesas à apetitosa sardinha frita passando pela devoção a São Jorge e pelas inúmeras igrejas construídas no Brasil Colônia – muitas são as marcas lusas nos hábitos e imaginário dos cariocas.

  • Com programação 100% virtual, o Rolé Carioca 2020 traz imagens aéreas feitas por drone, mapas digitais e imagens de arquivo que proporcionam uma imersão inédita na história da cidade, em roteiros exclusivos e inovadores, e muitas vezes impossíveis de serem feitos a pé.

O ponto de partida é a secular Fazenda Imperial Santa Cruz, na zona Oeste da cidade, uma das casas de veraneio da Corte Portuguesa e um dos símbolos da herança colonial e imperial na cidade do Rio de Janeiro – ao lado do Campo de Santana, do Paço Imperial e do Palácio Real de São Cristóvão, pontos que também serão visitados pelo Rolé.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O passeio segue pelas igrejas, ícones da fé católica trazida pelos portugueses, que seguem imponentes nas ruas do Rio de Janeiro como a Candelária e a Igreja do Carmo – sem esquecer das festas de santo: Festa do Divino e Cavalhadas, que influenciaram o Carnaval brasileiro, principalmente o carioca, com suas manifestações de arquiteturas efêmeras, de teatro, de coreografia e de música. Em Sepetiba, São Pedro, o santo pescador, ganha uma grande festa no mês de junho, com a queima de fogos – outra característica da herança portuguesa.

No entanto, um dos maiores patrimônios imateriais da ocupação lusitana no Rio de Janeiro é, sem dúvida, a devoção a São Jorge – a ponto do seu dia entrar no calendário oficial da cidade. Um dos maiores acontecimentos anuais do bairro de Quintino é a tradicional Festa na Igreja Matriz de São Jorge, que costuma durar cerca de uma semana e culmina com a procissão em homenagem ao santo.

O roteiro, guiado pelos professores e historiadores William Martins e Roberta Baltar, inclui a imigração portuguesa mais recente, simbolizada pelo vasto casario, sobrados, armazéns, padarias e mercados (como a tradicional Cadeg) também não faltarão no roteiro. Pontos que motivam paixões e admiradores contemporâneos, como o Vasco da Gama e o estádio São Januário em São Cristóvão e a Rua da Carioca, concluem o roteiro luso carioca.

Rolé 100% virtual

Imagens aéreas feitas por drone, mapas digitais e imagens de arquivo dão origem a um material inédito, uma visualização imersiva apresentada em evento exclusivo. Às imagens da cidade são adicionados personagens, acontecimentos históricos e curiosidades abordando a relação entre as pessoas e o espaço urbano ao longo dos anos.

O Rolé na Rede, edição do Rolé Carioca em 2020, é um sobrevoo pela cidade a partir de um de seus maiores símbolos, a Baía de Guanabara. No primeiro passeio, o roteiro foi em direção à parte do litoral que deu ao Rio uma identidade de balneário tropical, o segundo seguiu em direção aos aterramentos no entorno da baía, rumo ao subúrbio carioca. Os demais cruzaram o Atlântico para falar do intercâmbio do Rio com o continente africano e com Portugal – em uma narrativa que passeia por várias camadas identitárias e culturais da cidade.

O novo formato garante, como nos eventos presenciais do Rolé Carioca, uma aula descontraída, com destaque para informações que vão além da história e contemplando camadas afetivas da relação com a cidade.

O passeio virtual “Memórias Rio Lisboa” acontece no dia 13 de dezembro, às 10 horas da manhã pela plataforma Zoom e com transmissão também nas redes sociais do projeto.

SERVIÇO
Rolé Virtual: Memórias Rio Lisboa
Data: 13 de dezembro (domingo)
Hora: 10 horas
Como participar: um link de acesso ao Zoom será liberado às 09h50 nos perfis do projeto no Facebook e Instagram
Gratuito – Não é necessário fazer inscrição
Duração: aproximadamente 1 hora
Site: www.rolecarioca.com.br
Facebook: /RoleCarioca
Instagram: @rolecarioca
YouTube: /RoleCarioca

 

Sobre o Rolé Carioca

Projeto multiplataforma que já visitou presencialmente diferentes roteiros, reunindo em seus passeios mais de 20 mil pessoas e percorrendo mais de 200 quilômetros pelas ruas do Rio de Janeiro desde 2013, o Rolé Carioca chega a 2020 com programação 100% virtual.

O portal www.rolecarioca.com.br funciona como um hub digital e reúne informações, curiosidades, personagens e a história de cerca de 50 roteiros diferentes, totalizando mais de 450 pontos de interesse histórico, cultural e afetivo mapeados ao longo dos sete anos do projeto.

Com quase 40 mil seguidores em suas redes sociais (Instagram, Facebook e YouTube), o Rolé Carioca foi um dos vencedores de 2019 do prêmio Rodrigo de Melo Franco, concedido pelo IPHAN a iniciativas de preservação e difusão do patrimônio histórico e cultural.

Sobre o Estúdio M’Barakå (UM-BA-RA-KÁ) – Realizador e idealizador do projeto

Criado há 14 anos por Isabel Seixas e Diogo Rezende, o estúdio M’Baraká desenvolve projetos múltiplos com profissionais de diversos segmentos e se destaca por sua metodologia, que envolve criação, pesquisa, planejamento estratégico e direção de arte. Desde 2013, a economista Larissa Victorio faz parte da sociedade. Os projetos do grupo são únicos, focados na criação de experiências relevantes, que geram conhecimento e valor para seus públicos: www.mbaraka.com.br.

O Rolé Carioca conta com o patrocínio da Estacio e da Operadora Nacional do Sistema Elétrico (ONS), copatrocínio da First RH Group e Shift Gestão de Serviços e apoio da Lecca, por meio da Lei Municipal de Incentivo à cultura – Lei do ISS.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*