Home / Arte / Anexo LONA | Interações 2 – Élcio Miazaki, Gabriel Almeida, Liliana Alves, Neiliane Araujo

Anexo LONA | Interações 2 – Élcio Miazaki, Gabriel Almeida, Liliana Alves, Neiliane Araujo

INTERAÇÕES 2

· comunicação entre pessoas que convivem; diálogo, trato, contato

Na etapa 2 de mostras do Projeto INTERAÇÕES, ocupando a área expositiva do Anexo LONA, uma diferente seleção de artistas – Élcio Miazaki, Gabriel Almeida, Liliana Alves, Neiliane Araujo – exibe sua proposta interativa. Com um amplo leque de possibilidades disponível, o desafio proposto ao público é antever qual a interação proposta pelos artistas: temas? materiais? conceitos? Ou a falta de congruência, de convergência?

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Composta, majoritariamente, por obras bidimensionais, desafios e provocações são ponto comum – os artistas se apropriam de imagens do cotidiano e, utilizando-as como base – tanto de criação como de conceito, gerando um produto final com força do reconhecível alterado. “A corrupção de uso e significado deixa o visitante numa posição inquieta, um pouco de espanto com um sorriso de desconfiança. E ser provocativo é uma das facetas da arte mais desejável”, define o coordenador Duílio Ferronato.

Em INTERAÇÕES 2, os artistas participantes exibem 16 trabalhos – pinturas, aquarelas e desenhos – gerados através dos mais distintos materiais e suportes, de materiais recicláveis a imagens de internet.

Élcio Miazaki, traz uma interpretação do papel masculino no cotidiano nacional onde coloca homens fardados exibindo expressões de afeto, o que por si só já é uma deturpação utópica. “(…) é claro que os filmes americanos insistem em colocar os militares que voltam das matanças como sujeitos afetuosos com suas filhinhas e esposas, infelizmente sabemos que afeto e uniforme não se ajustam”, explica Duilio Ferronato. “Mesmo com pesquisas e suportes distintos de cada artista envolvido na coletiva, começamos a observar aproximações, como o próprio projeto propõe”, define Élcio.

Gabriel Almeida, internauta compulsivo, assiste horas de memes e vídeos a procura de tudo que possa servir como material de base para suas telas, facilmente identificáveis. “Um par de bebês dançando surge à primeira vista como piada, mas em poucos segundos se revela para uma escavação do universo onde todos fomos condenados a vagar pelas horas de tédio e ócio”, diz Duílio. “Procuro conciliar, em cada pintura, uma profusão de imagens vindas de fontes diversas da internet. Nesse sentido, a interação é peça chave para o desenvolvimento da retórica contida em cada trabalho”, explica o artista.

Liliana Alves, percorre os bairros, busca em casa de amigos e na sua própria residência, itens que a ajudem a repensar o objeto como parte de nossa civilização. Apropria-se de motivos simples do cotidiano para pintar; seus interesses são questões da pintura, da linguagem visual de onde nasce sua expressão poética. Organiza em tintas suas sensações e reflexões. “Talvez, daqui 4 mil anos, rastreiem a partir de suas pinturas algo possível do que teria sido nossa vida no século 21”, comenta Duílio Ferronato.

Neiliane Araujo parte do material mais banal do exercício do desenho para transformá-lo num manifesto. Com pedaços, vai colando e remontando como uma narrativa muda. “A arte mantém a comunicação viva para irmos além do distanciamento social, a fim de produzir algum sentido. As obras que apresento são justamente a síntese do resultado da interação entre subjetividades”, define a artista.

Projeto INTERAÇÕES

Por falta de imunidade, foram excluídas as possibilidades de encontros. A simples perspectiva de interação sugere contaminação.” As relações dos últimos 2 anos entre os artistas da Lona Galeria têm se mostrado fecundas e incomuns. O grupo vem mantendo constante contato, trocando ideias e analisando ações mútuas. O contato artístico é tanto antropofágico como apropriador; basta um olhar e a transformação já principia. Artistas se contaminam de propósito com ideias, imagens e conversas. Não há lugar para barreiras. Os processos artísticos interessam tanto quanto o resultado e, as provocações constantes que surgem de todas as partes, sejam na área criativa ou comercial, nos mantém em alerta constante”, explica o coordenador Duílio Ferronato.

Com INTERAÇÕES, pretendem discutir os processos e alcançar uma nova etapa de amadurecimento artístico, institucional e comercial.

“Os 2 primeiros anos nos mostraram diversas possibilidades, que firmamos nossa convicção de que incentivar o processo artístico é o que nos deixa animados para os próximos lances.” LONA Galeria

SERVIÇO
Exposição: “Interações 2
Artista: Élcio Miazaki , Gabriel Almeida, Liliana Alves, Neiliane Araujo
Período: de 24 de abril a 22 de maio de 2021
Local: Anexo LONA
R. São Bento, 181 – 1º. Andar – Centro, São Paulo
wtsp (11) 99403-0023
Visitas com agendamento – MOSTRA VIRTUAL DISPONIVEL NO SITE DA GALERIA

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*