Home / Arte / Cinema Urbana promove evento no Museu de Arte de Brasília, para lançar sua quarta edição

Cinema Urbana promove evento no Museu de Arte de Brasília, para lançar sua quarta edição

Ocupação do MAB com obra visual e sonora

Fachada de Cobogós do Museu abriga trabalhos efêmeros realizados, em sinergia, por dois expoentes das artes




Gabriela Bilá e André Costa, a convite da curadoria da Cinema Urbana – Mostra Internacional de Cinema de Arquitetura, idealizaram experiência visual e sonora a ser apresentada na noite do dia 14 de agosto, domingo, para marcar o lançamento de nova realização da mostra.

Inspirada no tema desta edição da Cinema Urbana: Imaginar Mundos Possíveis, a artista multimídia Bilá criou uma narrativa experimental utilizando trechos de filmes da mostra, selecionados pela curadoria. E em consonância com o termo: Cinema de Arquitetura, o trabalho será projetado na fachada de Cobogós do MAB.

Coube a André Costa, conhecido na cena da música eletrônica por DJ Isn’t, compor a trilha sonora que será executada ao vivo durante a exibição. Elaborada especificamente para esse momento, a obra sonora cria, assim como a projeção de Bilá, um diálogo com o ambiente no qual estará inserida.




Gabriela Bilá, artista multimídia com formação em Arquiteta e Urbanista, pela UnB, e mestre em Multimídia e Linguagens Digitais pelo MIT Media Lab, exibiu seu trabalho de mestrado: With(in), na Bienal de Arquitetura de Veneza em 2021. Sua mais recente obra, a instalação imersiva: Two Mobility Futures, está em exibição no Guggenheim Bilbao, sob curadoria da Norman Foster Foundation. Ela assina a identidade visual da Cinema Urbana 2022.

André Costa é um dos precursores da cena eletrônica de Brasília. Nos anos 1990, idealizou os dois primeiros clubs do estilo musical locais: Wlöd Club e miQRa, e em sua trajetória, de mais de 20 anos dedicados à vertente, experimenta o limiar entre pista de dança, instalação, performance e intervenção arquitetônica. Seu mais recente projeto: A Caixa Sensorial, explora o tema: pistas de dança experimentais em escala reduzida dedicadas à música difícil de dançar. André também é graduado em Arquitetura e Urbanismo, pela UnB, e um dos curadores da Cinema Urbana 2022.

Com recursos do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, e apoio do SESC-DF, a IV Cinema Urbana – Mostra Internacional de Cinema de Arquitetura será realizada entre os dias 16 e 21 de agosto no Cine Brasília e no Espaço Cultural Renato Russo.

Receba Notícias de Exposições e Eventos em geral em nosso grupo de Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

Além da exibição de 43 filmes de 13 países, em mostras competitiva, de convidados e em sessões especiais, a edição deste ano promove o segundo Seminário de Arquitetura e Cinema, quando serão apresentados e debatidos trabalhos acadêmicos, assim como filmes.

Idealizada e produzida desde 2018 por Liz Sandoval, Thay Limeira e Daniela Marinho, a mostra Cinema Urbana amplia, pela lente do cinema, o entendimento sobre a cidade e suas estruturas (sociais, culturais, arquitetônicas), ao estimular a reflexão, em termos de cidadania, na construção da cultura e de um espaço e tempo coletivos.

Serviço:

Cinema Urbana – Mostra Internacional de Cinema de Arquitetura
Lançamento: Ocupação do MAB com obras visual e sonora
Local: Museu de Arte de Brasília
Endereço: SHTN Trecho 1, projeto Orla Polo 03, Lote 05
Dia e horário: domingo, 14 de agosto, a partir das 19h
Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Informações: www.cinemaurbana.com

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*