Home / Arte / Cobogó: entenda o que é e como pode completar o ambiente

Cobogó: entenda o que é e como pode completar o ambiente

Cobogós são 100% brasileiros e ajudam a enriquecer o ambiente com bastante iluminação e ventilação, além do estilo




Populares desde a década de 1950, os cobogós são elementos modulares totalmente brasileiros, inspirados pelos famosos muxarabis árabes. Eles funcionam como uma parede, porém repleta de aberturas, o que facilita a passagem de luz e ar; o seu charme fica a cargo das formas representadas por esses espaços, que se fundem em diversos desenhos que embelezam o ambiente. Ainda que seja uma peça arquitetônica antiga, também não deixa de ser moderna!

Os cobogós podem ser encontrados em diversos estilos e materiais. Essas características definem o ambiente mais apropriado que pode ser utilizado, mas, no geral, um cobogó se encaixa bem em praticamente qualquer lugar, podendo até mesmo ser usado como parede divisória em cômodos mais extensos. Por esse motivo, pode ser bastante confuso escolher um entre tantas opções, mas basta ter em mente qual a finalidade de cada tipo de material.




Um cobogó de concreto, por exemplo, é mais rústico e não apresenta variações nos desenhos (sendo um único padrão em toda a sua extensão). Porém o concreto é um material ideal para ambientes externos, então essa variação seria indicada para ser utilizada na parte de fora da casa. Geralmente, o uso mais comum seria em muros, para criar um padrão estético visualmente agradável.

Já para o ambiente interno, o gesso é um dos materiais mais utilizados, mas atenção ao espaço onde será instalado. O gesso é pouco resistente e muito propenso a ficar manchado ou sofrer outros tipos de deformações com o passar do tempo, então o mais indicado é instalar esse tipo de cobogó longe de ambientes úmidos e de qualquer contato com água. Essa dica também é válida para os modelos feitos de MDF, que são igualmente frágeis.



O cobogó de cerâmica seria um dos mais versáteis, pois pode ser usado tanto em ambiente interno quanto externo. É um material resistente que não é afetado pela umidade, tem alta durabilidade e ainda é fácil de limpar, então existem muitas vantagens em apostar nesse modelo. Do lado de dentro, combina bastante com cômodos equipados com piso cerâmico, podendo ser instalado tanto como divisória quanto como uma parede completa.

Para quem não tem interesse pela parte estética dos cobogós, ainda é possível investir em um modelo de vidro, que seriam blocos fechados, sem nenhum tipo de desenho ou padrão. Essa alternativa é usada especificamente em ambientes onde é necessário bloquear a passagem do vento, garantindo apenas a passagem de luz natural.

Texto elaborado pela equipe da Conversion +.

Relacionados:

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*