Home / Arte / Coletivo Entreartes reverencia modernistas com “Alma Tarsila”

Coletivo Entreartes reverencia modernistas com “Alma Tarsila”

Exposição na Sala de Cultura Leila Diniz reúne seis artistas em Niterói, no RJ

Neste mês das mulheres, o ENTREARTES – Coletivo de Arte prepara uma exposição em homenagem à artista plástica modernista Tarsila do Amaral. “Alma Tarsila” será aberta, na Sala de Cultura Leila Diniz, no Centro de Niterói, no dia 7 de abril, para festejar a brasilidade e as ideias que a Semana de Arte Moderna defendia há cem anos. Para o projeto, o ENTREARTES reuniu Maria Lucia Maluf, Renata Barreto, Lucia Lyra, Fátima Dantas, Bia Torres e Mario Reis, inspirados no clima do movimento artístico, valorizando formas e cores da nossa cultura. A visitação vai até 9 de junho.





“Propomos um encontro entre a obra dos artistas convidados com a de Tarsila, não pelo viés da cópia ou da releitura, mas sim pelas tangências entre a produção do grupo e os modernistas. Com visitas ao ateliê de cada artista, através da mediação da curadoria, montamos uma exposição que tem um caráter de homenagem não apenas ao centenário da Semana de Arte Moderna, como também ao movimento moderno brasileiro como um todo, devido a sua importância para o cenário cultural do país”, explica a curadora Ana Schieck.

“Alma Tarsila” materializa a 13ª edição do ENTREARTES, coletivo criado pela produtora Cacau Dias e que vem divulgando artistas da cidade há quatro anos com exposições em espaços culturais de Niterói. “Dessa vez, temos a feliz coincidência de homenagear Tarsila na sala que lembra a atriz niteroiense Leila Diniz. São dois belos exemplos da potência da mulher brasileira”, frisa Cacau Dias, que também ressalta a presença feminina no time escalado para a coletiva.

Arte que inspira

A gravadora e pintora Maria Lucia Maluf vive em Niterói desde 1955, onde frequentou a Oficina de Gravura do Ingá, e traz para a mostra uma série de cataventos em telas. Já a arquiteta Renata Barreto projeta as cores através de maxibordados em suportes criativos. Formada em artes, moda e educação, Lucia Lyra vai expor a geometrização da natureza em ondas e curvas.

Psicóloga por formação, Fátima Dantas desvenda a “Alma Tarsila” com pinturas abstratas e uma visita às próprias lembranças de infância. Bia Torres, por sua vez, foca nas cores da terra, mostrando a força de um Brasil solar. Craque da pintura de paisagens, o veterano Mario Reis completa o time com composições que unem elementos da natureza e o abstrato.

“Tarsila é inspiradora e merece todas as nossas homenagens. Ela buscava representar as coisas da nossa terra, suas formas e sua alma, valorizando através da pintura as paisagens do interior, as cores caipiras e o povo trabalhador, no campo e nas cidades. Ela representa até hoje o que produzimos de mais significativo, dentro do espírito moderno brasileiro”, diz Ana Schieck.

Serviço:

Exposição: “Alma Tarsila”, do ENTREARTES – Coletivo de Arte

Curadoria: Ana Schieck

Artistas participantes: Maria Lucia Maluf, Renata Barreto, Lucia Lyra, Fátima Dantas, Bia Torres e Mario Reis.

Visitação: de 8 de abril a 9 de junho de 2022

Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Local: Sala de Cultura Leila Diniz

Endereço: Rua Heitor Carrilho, 81, Centro de Niterói, RJ

Entrada franca

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*