Home / Arte / Como limpar paredes pintadas e conservá-las corretamente?
Como limpar paredes pintadas e conservá-las corretamente?. Foto: Mulher foto criado por wayhomestudio - br.freepik.com.
Como limpar paredes pintadas e conservá-las corretamente?. Foto: Mulher foto criado por wayhomestudio - br.freepik.com.

Como limpar paredes pintadas e conservá-las corretamente?

As paredes pintadas de uma casa dão todo um charme e elegância à decoração, e são peças fundamentais na hora de escolher o estilo de design que você utilizará na estruturação do ambiente como um todo.

Ademais, estas paredes podem ser um ambiente de destaque na casa, uma estrutura de apoio a um estilo em particular ou até uma manifestação artística. Padrões, cores e desenhos podem ser inseridos em uma pintura de quadra com tinta epoxi para tornar o imóvel único.

Entretanto, é preciso ter atenção para manter a qualidade e a estrutura da parede quando você a inclui em sua rotina de limpeza. Muitas pessoas nem mesmo fazem este processo, uma vez que não é uma rotina comum.

Quando uma parede não é limpa, ela acaba acumulando pó e sujeira, e em alguns casos até mesmo manchas e outras marcas que se tornam incômodas e, muitas vezes, prejudicam a obra da forma como ela foi concebida com o uso de tinta esmalte acrilico.





Por isso, colocar a limpeza de paredes em seu processo de limpeza da casa é muito importante, garantindo uma estética mais adequada para sua residência e, ao mesmo tempo, cuidando da saúde.

Isso porque o acúmulo de poeira nas paredes pode parecer invisível a olho nu, mas acaba gerando uma série de complicações para pessoas que possuem doenças respiratórias e alergias, uma vez que normalmente não são identificadas.

Garantir a qualidade da pintura e da arte realizada na parede na hora de montar sua decoração é importante, por isso você deve se atentar a alguns elementos importantes para conseguir fazer uma limpeza mais efetiva na tinta parede de gesso e todo o resto.

Limpando paredes pintadas: veja como

Esse tipo de processo é muito importante para você conseguir manter sua casa em ordem e arrumada, mas evitando problemas maiores com relação ao processo de pintura das paredes.

Produtos convencionais e químicos podem modificar a estrutura e estragar o trabalho do pintor, o que muitas vezes pode ser um reparo de custo elevado. Além disso, algumas pessoas colocam verdadeiras obras de arte nas paredes com pintura epóxi.

Desenhos e grafites têm cada vez mais feito parte da decoração urbana, e estas peças devem ser preservadas para você conseguir aproveitar o melhor resultado dessa operação quando estiver faxinando sua casa.

Por isso, é importante prestar atenção a alguns detalhes fundamentais para conseguir uma prática mais efetiva de limpeza, que garanta uma estrutura e um potencial de organização muito bom para seu trabalho como um todo.

1 – Tempo de limpeza

O primeiro ponto que você deve tomar cuidado é no tempo entre as limpezas de parede. Ainda que você use produtos adequados, é importante levar em consideração que tanto a água quanto eles podem afetar a coloração feita por serviços de pintura predial.

Por isso, o ideal é que a limpeza seja feita em pelo menos 30 dias. Dessa forma, você consegue deixar a parede limpa e ainda assim manter a estrutura de decoração exatamente conforme o esperado.

Esse tipo de atividade é importante para que você consiga praticar a limpeza com a frequência correta, garantindo uma respiração mais adequada para os moradores com problemas respiratórios, mas sem precisar de retoques na pintura de piso epóxi, assim como parede.

2 – Tirando o pó

Para fazer uma limpeza efetiva é necessário lidar com a questão da poeira. Essa é uma limpeza básica, e deve ser realizada antes de qualquer interação com produtos mais fortes. Para conseguir tirar o excesso de poeira, o processo é razoavelmente simples.

Você pode pegar um pano macio e enrolar em uma vassoura, para garantir que terá alcance em toda a extensão da parede na hora de tirar o pó. O pano é uma medida de segurança, uma vez que as cerdas da vassoura podem arranhar a pintura.

Se você não tirar o pó antes de continuar a limpar a parede, existe a chance de a limpeza ficar comprometida, e pode ajudar a fazer marcas e ranhuras ao longo da parede, tirando o aspecto adequado que ela precisa ter.

3 – Manchas

Manchas podem acontecer por uma série de motivos, e você deve ter em mente que elas são uma prioridade quando o assunto é a limpeza de paredes.

Quanto mais tempo a mancha ficar, mais difícil será removê-la, muitas vezes precisando da terceirização de serviços de portaria e limpeza para conseguir resolver essa questão, bem como deixar o ambiente de cara nova.

Entretanto, em alguns casos, esse tipo de processo acaba não podendo ser revertido, e por isso sempre que você avistar uma mancha na pintura, o ideal é tentar limpar o quanto antes. Assim, você evita a necessidade de retrabalho.

Para conseguir fazer uma boa limpeza de manchas, marcas de fricção e até de caneta, é interessante trabalhar com uma mistura simples de água com bicarbonato de sódio. Você pode utilizar uma esponja macia para aplicar a solução e esfregar de maneira delicada para que ela desapareça.

Cuidado ao usar esponjas com partes ásperas, ou em forçar a parede na hora de esfregar, uma vez que isso pode descascar a tinta ou prejudicar o processo de limpeza como um todo, deixando como única alternativa pintar novamente o local.

4 – Teste de produtos

A pintura de paredes é sensível a produtos químicos em geral. Por isso, é interessante que você tome cuidado antes de iniciar o processo de limpeza, principalmente se estiver usando um produto novo que você ainda não experimentou.

Para fazer um teste de qualidade, procure algum local mais escondido da parede, como atrás de sofás ou móveis. Então, você pode aplicar um pouco do produto e deixar um tempo para verificar a reação que ele causa na pintura.

Dessa forma, você garante mais qualidade na hora de limpar o ambiente com seu serviço de limpeza em condomínios, por exemplo, garantindo que o produto não removerá a tinta da parede e prejudicará todo o processo dessa maneira.

Além disso, quando você encontra um produto de qualidade e que não tem nenhum tipo de prejuízo para a parede, é ideal começar a procurar sempre a mesma marca, para garantir que você conseguirá um resultado similar sempre que estiver fazendo esse processo.

5 – Lavando as paredes

A lavagem propriamente dita é um processo que deve ser feito com cuidado, para evitar qualquer tipo de problema na pintura. Entretanto, não é difícil e, ainda que você possa utilizar produtos próprios para isso, é possível usar alguns itens que são comuns, como:

  • Água;
  • Vinagre;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Detergente Neutro.

Depois de fazer a mistura, você pode pegar uma esponja macia e ir aplicando com suavidade em toda a extensão da parede para conseguir um resultado mais efetivo na limpeza, tomando cuidado em pontos onde a pintura já esteja alterada de alguma maneira.

Para conseguir fazer a lavagem de forma mais efetiva, o ideal é começar pela base da parede e seguir limpando de forma ascendente. Além disso, é ideal que você faça a limpeza por partes, evitando que a parede fique com marcas de gotas.

Para conseguir um resultado ainda melhor, depois de terminar de lavar, passe imediatamente um pano úmido para fazer os ajustes finais e termine com um pano seco, para evitar deixar manchas de água no processo.

Dessa forma, você consegue fazer uma higienização muito mais completa de suas paredes, garantindo uma lavagem efetiva e que permitirá que o ambiente fique mais confortável e limpo.

Realizando esse tipo de higienização, você garante uma durabilidade muito maior para a pintura de suas paredes, com mais qualidade e efetividade em suas ações como um todo.

6 – Sujeira persistente

Existem alguns casos em que independentemente da lavagem a parede ainda apresenta um aspecto mais amarelado ou escuro, e não é tão efetivo com relação a limpeza como um todo. Quando sua parede está nesse momento, o ideal é começar a se preparar para repintar.

Ainda que você precise fazer esse processo novamente, a limpeza não é em vão. Para conseguir fazer a reforma e pintar com qualidade, a parede deve ser limpa e higienizada.

Considerações finais

As paredes são uma parte fundamental de qualquer imóvel, e por não demonstrarem a necessidade de higienização de forma tão frequente quanto outros elementos, muitas vezes elas acabam sendo deixadas de lado, o que pode ser um erro a longo prazo.

Por isso, saber formas de limpar e higienizar suas paredes é muito importante para você mantê-las com a mesma qualidade desejada desde o momento de sua pintura inicial, garantindo uma durabilidade e resistência maior.

Quanto mais cuidados você tiver com suas paredes, melhor sua casa ficará, garantindo higiene e cuidados para você poder aproveitar seus ambientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*