Home / Arte / Como montar uma área de lazer em sua casa?

Como montar uma área de lazer em sua casa?

É inegável o conforto que uma área de lazer proporciona para um ambiente. Além disso, tem sido cada vez mais comum as pessoas reservarem um espaço em suas casas para conseguirem se divertir em família.

Entretanto, muitas dúvidas surgem na hora de se fazer esse tipo de reforma, e esse artigo tem a finalidade de te ajudar a tirar esse projeto do papel. É extremamente importante, antes de tudo, pensar no seu objetivo com aquela área de lazer.




Faça o exercício de colocar no papel possibilidades de aproveitar bem o espaço. Vá ao local que você pretende reformar, observe o que pode e o que não pode ser feito e após chegar em algumas opções, você poderá se programar para as próximas etapas.

1 – Tire as dimensões do espaço

É indispensável tirar as medidas do espaço disponível. Isso porque, a partir desses números dá pra se visualizar o que pode ser feito, a fim de não desperdiçar um centímetro sequer.

Lembre-se: quando o espaço é bem aproveitado, o custo-benefício é maior, portanto, procure sempre medir cada vão, anotar se a área é interna ou externa, e afins. Quanto mais rico em detalhe for, mais fácil será quando você for fazer uma cotação.

As dimensões vão te dar uma noção do quanto gastar, portanto a precisão é muito importante. De preferência, use uma fita métrica ou uma trena para medir, e se o espaço for muito grande, peça a ajuda de alguém.

É comum que, ao passarem as dimensões para algum profissional, as pessoas enviem as proporções em m² (metros quadrados), mas em determinadas situações o valor em m² pouco importa.

O ideal é que você encaminhe as informações no modelo “comprimento por largura” ou, dependendo dos casos, “comprimento por largura por altura”.

Um mezanino metálico, por exemplo, daria para se orçar somente com metros quadrados, entretanto, se o cliente quiser um guarda corpo de inox, a informação em metros quadrados seria insuficiente.

Portanto, quanto mais preciso forem suas medidas, mais preciso ainda serão os valores apresentados na etapa a seguir.

2 – Monte um orçamento completo

Tendo todas as medidas em mãos, é hora de começar a orçar. De início, organize-se financeiramente para a reforma com margens direcionadas para eventuais imprevistos.

Para economizar sempre pensa em coisas que você pode reutilizar, caso sua reforma seja para uma sala de jogos e você possua um ar-condicionado que já não usa há muito tempo, prefira fazer uma manutenção ar condicionado do que comprar um novo.

Desse modo, é possível que você aplique o dinheiro economizado em outras áreas em prol do seu conforto, visando sempre montar um espaço mais completo e rico em detalhes, tanto para você quanto para os outros membros da sua família.

Além disso, com seu teto de gastos em mãos, procure uma empresa de construção e reforma e, ao entrar em contato, peça um portfólio do serviço prestado.

Isso, além de transmitir mais credibilidade, empresas com portfólio de imagens de seus trabalhos, ajudam o cliente a visualizar melhor na prática como ficaria sua ideia (principalmente se o serviço envolver questões estéticas do ambiente).

Veja abaixo alguns dos serviços que você pode consultar valores:

  • Elétrica;
  • Alvenaria;
  • Encanamento;
  • Pintura;
  • Serralheria;
  • Entre outros.

Esses são alguns dos serviços comuns nesse tipo de reforma que você pode pesquisar o valor separadamente. Entretanto, algumas empresas oferecem o serviço completo. Cabe a você fazer um comparativo para qual das opções é mais interessante financeiramente.

3 – Agende uma visita técnica

Existem coisas que o orçamento baseado somente em medidas, não consegue abranger, por exemplo, a situação do local de trabalho.

Se sua ideia for colocar um telhado metálico numa área externa para fazer uma sala de jogos, muito provavelmente, ao entrar em contato com a empresa de cobertura metalica, eles solicitarão uma visita técnica para saber por onde entrar com a telha, se dá para entrar com as treliças montadas ou desmontadas, etc.

Além de ajudar a compor o orçamento, a visita técnica serve para identificar problemas e minimizar eventuais imprevistos.

Além do mais, ela inibe qualquer tipo de problema com relação a desperdício de materiais, limpeza do ambiente e consegue entregar maior precisão ao cliente com relação a prazos.

Existem detalhes que facilitam, e muito, o serviço, caso você tenha um portão automático, por exemplo, será muito mais fácil transitar com materiais pelo ambiente e por aí vai.

Aliás, vale ressaltar que transmite muito mais confiança esclarecer quaisquer dúvidas com o responsável pessoalmente do que de forma remota.

4 – Faça os projetos necessários

É interessante reservar um espaço do seu orçamento para os projetos. Sua área de lazer só sairá de um esboço quando bem projetado por um profissional.

Os projetos servem basicamente como um manual da sua reforma, e é a partir deles que o profissional irá se guiar ao executar sua ideia. Entre os mais comuns estão: o projeto estrutural, elétrico e arquitetônico.

Projeto estrutural

O projeto estrutural se trata do projeto pensado na estrutura do seu ambiente, seja ele interno ou externo. Vigamento, reforços, pilares e lajes, são todos especificados aqui.

Receba Dicas de Decoração em nosso grupo de Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

É nesse modelo de projeto que você terá a noção do quanto de carga sua estrutura irá suportar ou se você precisará reforçar alguma parte do seu espaço para suportar mais peso.

Caso sua ideia envolva algum tipo de demolição, é esse projeto que irá prever qualquer tipo de risco (em caso de demolições sempre consulte o engenheiro responsável pela obra da sua residência).

Projeto elétrico

O projeto elétrico se trata de um documento detalhado sobre a parte elétrica do ambiente. Nele você vai encontrar desenhos e representações que demonstram a rede elétrica da sua área de lazer.

Inscreva-se para receber as Novidades de Decoração primeiro!

Algumas empresas de instalações elétricas já fazem o projeto elétrico, consulte-as e sempre deixe claro o número de tomadas e lâmpadas que você pretende colocar no seu espaço.

Lembrando também, que nessa parte é importante especificar se será necessário fazer algum ajuste na parte de segurança do local, caso possua.

Geralmente, quando se faz um telhado, ou um piso superior, é necessário ajustar a instalação de cerca eletrica preço e isso, deve constar nesse projeto.

Projeto arquitetônico

O projeto arquitetônico é a materialização da sua ideia. Ele talvez seja o mais importante, justamente por permitir que você visualize nos mínimos detalhes o que tinha em mente.

Ele é um documento com várias especificações que representam a viabilidade da reforma, ou seja, se será possível ou não implementar o que estava previsto.

O arquiteto responsável, embasado em estudos do local, irá compor esse documento e sugerir mudanças caso seja necessário.

5 – Agora é mão na massa

Com os projetos em mãos, o que foi iniciado como um esboço, ganhará vida. Sempre seja transparente com os profissionais que forem trabalhar na sua residência e, se possível, acompanhe de perto a reforma.

Certifique que a qualidade do serviço seja a mesma acordada entre as partes, tudo em prol do conforto e da qualidade da área que você planejou para se divertir. E como uma boa área de lazer, não se esqueça de decorar da melhor forma possível. Aqui vai algumas dicas:

Sempre pesquise por referências de como você pretende deixar o seu ambiente e a partir daí fica bem mais prático saber o que comprar e onde colocar.

É interessante buscar imagens que sejam próximas do espaço que você possui, assim será mais fácil dimensionar o que dá pra aproveitar na decoração.

Plantas tornam o ambiente mais agradável. O verde, se bem alinhado com suas referências, pode ajudar a compor a estética do lugar.

E não veja a ausência de espaço como um empecilho, muitas residências têm driblado essa adversidade com jardins verticais, que são montados em paredes e dão um aspecto mais rústico para o local.

Caso seja do seu interesse e caiba no orçamento, contrate uma empresa de paisagismo e jardinagem para melhor colocar em prática. E além de tornar o ambiente mais vivo, as plantas também servem para melhorar a qualidade do ar do ambiente, principalmente quando se trata de ambientes internos.

Escolha para o local bons móveis que combinem com o restante da estética. Se achar viável consulte um marceneiro, pois ele irá te explicar como melhor utilizar o espaço sem que os móveis atrapalhem.

Os móveis também devem possuir utilidades para além do estético, porque afinal, você irá utilizá-los para guardar utensílios, objetos e outras coisas que contribuirão com a diversão.

Considerações finais

Com esse artigo, certamente você vai minimizar muitos problemas ao montar sua área de lazer. Do esboço ao resultado final, embora dê bastante trabalho, é um investimento na construção de memórias boas e também no seu descanso.

Lazer e diversão são coisas que dizem respeito à qualidade de vida de uma pessoa, portanto, é extremamente importante seguir esses passos para conseguir construir esse espaço para toda a família.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Relacionados:

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*