Home / Arte / Conheça 3 autores que levaram as regiões do Rio Grande do Sul para seus livros
Autores Rafael Guimaraens, Rachel Fernandes e E. Riit. Foto: Divulgação.
Autores Rafael Guimaraens, Rachel Fernandes e E. Riit. Foto: Divulgação.

Conheça 3 autores que levaram as regiões do Rio Grande do Sul para seus livros

Rio Grande do Sul é pano de fundo para livro de autores nacionais

A arte tem o grande poder de levar conhecimento para os seus admiradores, principalmente a arte da escrita, que apesar de ser pouco valorizada no Brasil, é muito rica em informações e entretenimento. Os autores nacionais estão cada vez mais se propondo a escrever histórias ambientadas em territórios nacionais; uma forma de apresentar várias e diferentes regiões do país por meio de enredos instigantes.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O Rio Grande do Sul é um grande pano de fundo para alguns autores brasileiros, principalmente os residentes na região. E analisando as grandes narrativas que trabalham nesse regionalismo, reunimos escritores que levaram as cidades de RS para os cenários de suas histórias.

Rachel Fernandes

Com mais de 1 milhão de leituras no Wattpad e vencedora de dois prêmios literários, Rachel Fernandes se destaca ao levar Porto Alegre para cenário de Sobre enfermeiras e postais, seu lançamento deste ano. Na trama, a autora explora a zona sul e leste da capital, mas, além disso, também inclui o Internacional, time com sede na cidade, dentro da narrativa.

Em entrevista, Rachel afirma que fez de tudo para tratar a cidade como a Nova York dos famosos filmes de comédia romântica. Na história, acompanhamos um executivo rabugento precisando dos cuidados de uma auxiliar de serviços gerais, e com boas doses de humor a autora leva questões interessantes sobre a capital do Rio Grande do Sul e as relações humanas.

Rafael Guimaraens

O popular escritor e jornalista porto-alegrense, Rafael Guimaraens se destaca com vários títulos literários já publicados, mas chama a atenção do público com O Espião que Aprendeu a Ler, lançado em 2019 pela Editora Libretos.

No enredo, o autor se propõe a contar a passagem de Hans Curt Meyer-Clason por Porto Alegre durante a Segunda Guerra Mundial, onde foi preso na cidade pela força-tarefa policial acusado de integrar rede de espionagem para os nazistas.

E. Ritt

Nascida em Lagoa Vermelha, Edelweis Ritt encontrou grandes inspirações após ser presentada pelo seu cunhado com uma história de assassinato em território alemão. Explorando seu dom da escrita, a autora lançou o livro Ausentes pelo Grupo Editorial Coerência em 2019, na qual acompanhamos um assassinato em São José dos Ausentes, uma cidade que tem o costume de ir para descansar da vida agitada.

Na história, acompanhamos três mulheres ligadas de formas diferentes em um caso de assassinato na cidade, porém cada uma delas moram em regiões diferentes, e é dessa forma que a autora se propõe a trazer Porto Alegre, São José dos Ausentes e Bom Jesus para o enredo, sempre mencionando características regionalistas e os nomes das ruas e estabelecimentos.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*