Home / Arte / Dicas de manutenção e cuidados para móveis e pisos de madeira
Casa foto criado por vanitjan - br.freepik.com.
Casa foto criado por vanitjan - br.freepik.com.

Dicas de manutenção e cuidados para móveis e pisos de madeira

Não é novidade que a madeira sempre esteve presente no dia a dia da humanidade, desde épocas mais antigas até os dias atuais. Pensando nisso, hoje, iremos entender um pouco melhor sobre como cuidar dos seus móveis e pisos de madeira.

Sabe-se que, atualmente, a madeira tem voltado a sua glória de antigamente, com diversos móveis sendo feitos completamente com este material, trazendo um ambiente além de muito bonito, bastante aconchegante para os seus moderadores.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Os atrativos da madeira são sua durabilidade e resistência. Então, obviamente, caso queira adquirir um material de qualidade deve apostar nela. Além disso, a madeira pode ser utilizada para diversos tipos de texturas, até mesmo em piso autonivelante pu.

Mas para que você tire total proveito da utilização deste material, confira algumas das nossas dicas e orientações para que assim tenha uma ótima experiência.

É necessário pensar no cuidado e na manutenção

Embora os pisos e móveis de madeiras nos tragam grandes benefícios, é bom entender que são necessários alguns cuidados, além da manutenção, para que consiga aproveitar o máximo que o material pode oferecer.

Alguns elementos devem ser seguidos, como:

  • Cuidado na aplicação de produtos;
  • Cuidado na hora da limpeza;
  • Evitar exposições desnecessárias ao ambiente;
  • Evitar atrito com o móvel ou piso.

Logicamente que um revestimento cimento queimado precisa de cuidados também, mas a madeira é um material um pouco mais delicado, que requer mais atenção. Portanto, tenha total atenção às dicas a seguir.

01 – Lave, porém tenha cuidado

Cuidar de um móvel ou piso de madeira não é nenhum monstro de sete cabeças, mas é importante dedicar parte do seu tempo para, de fato, fazer a manutenção de tudo, evitando que possíveis problemas e desconfortos possam surgir mais adiante.

Uma das características da madeira é absorver água com bastante facilidade, fazendo assim com que o seu tamanho e formato possam ser alterados, causando ao longo do tempo, problemas estruturais no piso, paredes ou objetos.

Muitos optam pela contratação de serviços de limpeza e conservação, dessa forma, evitando possíveis erros na hora da aplicação de alguns produtos. Mas essa decisão cabe a você e ao seu bolso pois, é totalmente viável realizar a lavagem e limpeza do seu próprio material.

É importante também compreender que os cuidados são diferentes quando lidamos com pisos e móveis de madeira, mesmo que sejam feitos do mesmo material, causando uma pequena confusão em muitas pessoas. Dúvidas essas que serão esclarecidas agora.

Quando tratamos de piso, evite limpá-lo com água ou pano molhado por causa dos problemas já mencionados antes. Então, caso derrube algum outro líquido no piso, limpe-o imediatamente. Ademais, cuidado com a água que escorre de vasos de plantas.

Faça como se fosse uma limpeza profissional, então, caso tenha algum animal de estimação, cuidado com eles, pois podem urinar no piso, prejudicando assim o material.

Além dos pontos citados, quando lavar ambientes externos que tenham contato com a madeira, é necessário criar uma barreira e impedir a passagem da água.

Já quando falamos de móveis, é interessante limpá-los e lavá-los, de preferência com detergente neutro, água e uma esponja que não cause muito atrito com o material. Seque bem para evitar manchas, mas não lave com constância, para que não mofe.

02 – Cuidado com a limpeza

Seja antes ou depois de realizar o revestimento do piso ou móvel, como aplicação de tinta epoxi em pisos, são necessários alguns cuidados bastante específicos também para a melhor conservação do material.

Busque sempre limpar o piso com uma vassoura, retirando assim o máximo de sujeira possível. Caso precise passar algum pano, seja no piso ou móvel, deixe-o levemente umedecido, com quase nada de água. Torça-o bastante!

Uma boa alternativa é utilizar o aspirador em pó por ser mais rápido e menos trabalhoso, mas tome cuidado para que o bico não raspe no chão e acabe danificando o piso, causando diversos arranhões pelo cômodo, dependendo de quantas vezes você fez isso.

Corra de produtos como acetona e álcool, pois eles podem manchar a madeira e causar bastante frustração a você. Ademais, comprar produtos de limpeza neutros é uma opção bastante interessante e que manterá a qualidade do material.

Evite completamente qualquer tipo de atrito acima da média quando for limpar a madeira do piso ou dos seus móveis. E com acima de média entenda como palhas de aço, que seria bastante óbvio, e esponjas que podem arranhar e danificar o acabamento do material.

03 – Corra da exposição ao ambiente

A exposição prolongada ao ambiente pode ser o fim para diversos equipamentos, investimentos e materiais. No caso da madeira, não seria diferente, ainda mais quando o revestimento é feito de impressão em madeira.

A longa exposição à chuva e ao sol é capaz de destruir os alicerces até mesmo de casas, imagine de um móvel ou piso feito de madeira? Logicamente que no caso da casa, demora muito mais tempo, mas no segundo, é bastante rápido.

As condições de variação climática podem ser bastante problemáticas. Então, lembre-se que investir em móveis e pisos de madeira utiliza de um valor moderado no orçamento, então, quanto melhor cuidar, mais demorará para trocar.

O cuidado com a aplicação de produtos químicos

Seja na aplicação de bona em tacos ou de verniz no piso, deve-se ficar super atento na hora de aplicar produtos químicos em madeira. Existem alguns métodos que ajudam a prolongar a vida útil do material, coisa que pode não acontecer caso feito de forma errada.

Em primeiro lugar, evite ao máximo qualquer produto à base de álcool, como querosene ou qualquer outro tipo de solvente. Todo produto que ajude a realizar a manutenção de madeira tem de ser à base de água.

Caso decida utilizar de verniz à base de água para dar aquele charme especial e chamar mais atenção para o seu cômodo, enaltecendo assim o brilho que os móveis ou pisos têm, daremos algumas orientações para que o processo seja o menos trabalhoso possível.

A primeira grande dica é sobre a utilização do espaço. Após o verniz ser aplicado, ele demorará um tempo para secar e ficar utilizável. Esse tempo dura em média 48 horas, dependendo também do fluxo de ar do local, que ajuda a acelerar o processo.

Porém, os móveis só podem ser novamente posicionados (caso seja o piso ou paredes que receberam o verniz) 72 horas após a última demão do produto. Dessa forma, você garante que ele não suje nada no local e que o produto tenha sido completamente aplicado.

Um cuidado que você deve ter é durante a colocação destes móveis, pois é comum diversas pessoas arrastarem pelo cômodo, podendo danificar o piso e todo o processo de aplicação do produto. Utilizar feltro para proteger tudo pode ser uma boa alternativa.

Sempre utilize a ventilação ambiente, não force com ventiladores, secadores ou qualquer outra forma. Isso pode não causar o impacto que você quer com a aplicação do produto, além de poder causar falhas no acabamento.

Considerações finais

Por fim, tenha alguns cuidados finais que devem ser realizados no seu dia a dia para evitar um desgaste ou qualquer possível futura frustração de sua parte, dessa forma, evitará culpar algo que nada tem relação com o processo não ter dado certo.

Definitivamente, evite colocar panelas quentes ou quaisquer outros objetos quentes em cima de seus móveis ou pisos. Essa atitude, com toda certeza, deixará manchas na madeira e, dependendo do caso, pequenas manchas de queimado.

Corra também de objetos cortantes ou pontiagudos e coloque-os sempre longe da madeira. Qualquer descuido ou deslize pode fazer com que tais objetos caiam no móvel ou piso e o deixem marcado. Agora imagine isso acontecendo diversas vezes no decorrer dos anos.

Acostume-se então a utilizar sempre suportes sobre o móvel, evitando assim que esses tipos de incidentes aconteçam. Lembre-se que esses pequenos detalhes aumentam a vida útil do material e, consequentemente, menos dinheiro você gastará para arrumar o que é necessário.

Evite também qualquer tipo de objeto ou recipiente que possa derrubar líquido ou, principalmente, tinta. Tudo que você puder fazer para evitar manchar e ter mais trabalho com o material de madeira, é interessante de se fazer.

Por fim, lembre-se que investir em madeira é um processo não tão barato, então saber dessas dicas e orientações pode ser a chave para prolongar a vida útil do material e saber se você se adapta a esse estilo. Uma coisa é certa: ela é bem bonita e charmosa!

E então, qual cômodo irá aplicar os seus móveis de madeira? Prepare a vassoura e o pano levemente umedecido, e nos conte depois como foi a sua experiência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

ão é novidade que a madeira sempre esteve presente no dia a dia da humanidade, desde épocas mais antigas até os dias atuais. Pensando nisso, hoje, iremos entender um pouco melhor sobre como cuidar dos seus móveis e pisos de madeira. Sabe-se que, atualmente, a madeira tem voltado a sua glória de antigamente, com diversos móveis sendo feitos completamente com este material, trazendo um ambiente além de muito bonito, bastante aconchegante para os seus moderadores. Os atrativos da madeira são sua durabilidade e resistência. Então, obviamente, caso queira adquirir um material de qualidade deve apostar nela. Além disso, a…

Revisão Geral

Excelente!!

Sumário : Avalie o artigo! Agradecemos sua participação!!

Avaliação do Usuário: 4.9 ( 1 votos)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*