Home / Arte / “Do Remanescente”

“Do Remanescente”

Ligia Calheiros inaugura exposição no Espaço Cultural Correios Niterói no dia 28 de setembro.

Com curadoria de Lia do Rio, mostra individual fica em cartaz até 16 de novembro.

No dia 28 de setembro, Ligia Calheiros inaugura a exposição “Do Remanescente”, no Espaço Cultural Correios Niterói. Com curadoria de Lia do Rio, a mostra apresenta sete trabalhos, entre instalação, série de fotos, objeto e desenhos, criados a partir da interferência da artista em itens do cotidiano prestes a serem descartados. A pesquisa de Ligia destaca-se pela “dissecação” de objetos simples do dia a dia, que perderam seu uso, trazendo à luz suas camadas secretas interiores, seus resíduos, para o encontro de novos objetos e significados. A mostra fica em cartaz até 16 de novembro de 2019, com entrada franca.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Segundo a curadora, ao interferir nos objetos utilizando vários meios, a artista observa os acontecimentos que surgem, aproveitando o que dá sentido ao processo. Nesse jogo, muitas vezes ela cria outros objetos a partir deles mesmos: as partes que se separam do todo podem se tornar independentes ou, na maioria das vezes, caminham juntas, afirmando seus elos. “O olhar de Ligia é atraído por objetos que estão à beira de se tornarem algo quase sem sentido, de perderem a sua função. O não saber a duração daquilo que até então possuía um equilíbrio perfeito levam Ligia a querer despertá-lo. Encontrar sua essência torna-se fundamental”, diz Lia do Rio.

SOBRE A ARTISTA

Ligia Calheiros – Formada em Licenciatura em Artes Visuais, frequentou diversos cursos na EAV Parque Lage (RJ) e o curso Acompanhamento Trabalhos de Arte, sob orientação de Lia do Rio. Participou das coletivas “O Feminino” (1997), no Museu da República (RJ); Novíssimos (1999), na Galeria IBEU, Copacabana (RJ); “Olhares” (2013), na Galeria Ismael Neri (RJ); “Dimensões” (2014), “Direções” (2015), no CACG-RJ; participação na Galeria do Poste; na 25ª edição do Artes de Portas Abertas (2015); “Projeto+Novos 2017”, no CACG (RJ); “Lugar de Luz” (2017), no Centro Cultural Light (RJ); EIXO 2018; Mostra de Arte Virtual 3ªedição, Fábrica Bhering (RJ); coletiva Casa de Afeto (2018), na Galeria de Arte Solar (RJ); coletiva Sala de Leitura, na Biblioteca-Parque Estadual Rio de Janeiro.

EXPOSIÇÕES EM CARTAZ NO ESPAÇO CULTURAL CORREIOS

HUMANIDADES – RODRIGO PEDROSA

A exposição “Humanidades“, do artista plástico Rodrigo Pedrosa, tem por objetivo provocar o questionamento acerca das contradições e das incongruências da natureza humana. Pedrosa procura deslocar contextos e pontos de vista para se debruçar sobre questões que tratam da condição humana: a solidão, o medo, a autodestruição. O espectro imagético de suas obras percebe, coleta, contrapõe, propõe, instiga e confronta essas ideias.

Até 28 de setembro

CARVÃO – DUDU GARCIA

A exposição “Carvão” utiliza esta matéria-prima como elemento pictórico em duas salas expositivas, no andar térreo do Espaço Cultural Correios Niterói. São quadros em trípticos e dípticos de grandes dimensões, nas quais o carvão e a iluminação especial criam relevos e superfícies. Ao utilizar um dos mais poluentes combustíveis fósseis do mundo, a partir da Revolução Industrial, Dudu Garcia faz uma alusão à transformação da sociedade e à própria ilusão de desenvolvimento.

Até 19 de outubro

VESTÍGIOS – MARCIA ROMMES

A mostra “Vestígios” foi criada a partir da pesquisa de Marcia Rommes, que resultou no desenvolvimento de um tipo de polímero que se tornou matéria prima para o desenvolvimento de peças ricas em texturas e formas. As obras se apresentam como registros de memórias, narrativas poéticas que levantavam discussões e reflexões sobre tempo e memória. Um afetivo poético e estético capaz de nos transportar para além da construção formal.

Até 19 de outubro

QUANDO NASCER (OU MORRER) NÃO É UMA ESCOLHA – LAURA FREITAS

Laura Freitas reúne investigações em torno da estética do ovo em “Quando nascer (ou morrer) não é uma escolha“. Na mostra, a artista explora as simbologias e apreensões imagéticas do ovo. Ao todo são expostos oito trabalhos entre desenhos, esculturas e pequenas instalações nas quais desenhos em carvão sobre papéis rasgados e costurados com linha de algodão se unem a cascas de ovos quebradas e reconstruídas com atadura gessada e costura.

Até 19 de outubro

NATUREZA – LIA DO RIO

Na mostra “Natureza”, Lia do Rio reúne fotografias e vídeos, além de uma instalação no centro da galeria. As obras de Lia do Rio remetem à vida nas grandes cidades, procurando resgatar o potencial dos materiais, das coisas, do ser humano, do que carregam em si. O projeto tem por fio condutor questões que abordam a natureza, o urbano, o tempo e a cultura.

Até 23 de novembro

SERVIÇO
Exposição de Arte
Título: Do Remanescente
Artista: Ligia Calheiros
Curadoria: Lia do Rio
Local: Espaço Cultural Correios Niterói
Abertura: 28 de setembro, das 15h às 18h
Visitação: de 30 de setembro até 16 de novembro de 2019, das 11h às 18h, exceto domingos e feriados
End.: Av. Visconde do Rio Branco, 481 – Centro – Niterói – RJ
Tel: 21 2503-8550 / 8560
Entrada franca
Classificação etária: Livre

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*