Home / Arte / Exposição “Escolha sua Sorte” da artista Rita Sinara
Rita Sinara. Foto: Divulgação.
Rita Sinara. Foto: Divulgação.

Exposição “Escolha sua Sorte” da artista Rita Sinara

ESCOLHA SUA SORTE

Exposição de Rita Sinara

A Úmida Arte apresenta sua nova exposição, “Escolha Sua Sorte”, uma viagem mística pela vida da Artista Rita Sinara que comemora 50 anos de vida, e 35 anos de ofício como Sacerdotisa, Bruxa e Oráculo.

Rita nasceu numa Sexta-Feira 13, dia ideal para o nascimento de uma bruxa, nos presenteia nesta Sexta-Feira 13 de agosto de 2021, dia de seu aniversário, sua primeira exposição solo com 13 Oráculos criados a partir de cartas de sua coleção pessoal de baralhos, reunida em 35 anos de ofício como Oráculo.





Rita Sinara dedicou sua vida a pesquisa sobre a Magia, entregando-se ao auxílio do próximo através de sua mediunidade, acessando Passado e Futuro, Emoções e Sentimentos, tornando-se referência em uma profissão onde o “Jogo” de Cartas mostra caminhos, possibilidades, mostra a “Sorte” a quem a ela confia.

Em “Escolha Sua Sorte”, cada uma das 13 obras-oráculo criadas carregam uma mensagem recebida pela sacerdotisa que será revelada somente para quem “merecer”, pois “é sobre merecimento que a vida se sustenta”, segundo Rita.

O trabalho artístico reunido em “Escolha Sua Sorte” celebra a história desta Sacerdotisa Oráculo e Artista, feita da matéria-prima que a sustentou e proporcionou toda construção de sua potência e conhecimento, as cartas, portais usados por Rita durante toda sua vida.

Rita que ganhou notoriedade por sua sensibilidade como Oráculo, muitos de seus clientes se tornaram amigos e em “Escolha sua Sorte” eles a presentearam com visões sobre seu trabalho.

As atrizes Bárbara Paz, Camila Morgado, Nanda Costa e Manuela Do Monte, o diretor do MAM Fabio Szwarcwald, o escritor e jornalista Hermés Galvão, a promoter Liege Monteiro, as escritoras e psicólogas Ana Luiza Novis e Sabrina Nobrega, a musicista Magali, o músico Douglas Flois, o fotógrafo Gabriel Mendes são alguns dos nomes que escreveram sobre “Escolha sua Sorte”.

Se não vivêssemos em 2021, não seria possível comentar a obra de Rita Sinara. Sua missão em elevar a magia e a espiritualidade à experiência artística garante um lugar para o feminino na luta por sua existência, por seu valor e pelo direito de permanecer resistindo.

Ela fala por tantas outras que foram silenciadas e mortas por bruxaria ao longo dos anos. Reposiciona aquilo que antes ameaçava a ordem por expor os mistérios da existência, essa trajetória incerta, imanente e movida por desejos, a algo de extremo valor em nossa cultura.

Trazer o belo dessas verdades, do inominável, do Real como se refere Lacan, emoldurado-os em caixinhas de enigmas e mitos foi surpreendente. Um tipo de hipnose, de submissão ao desconhecido no qual outras vozes se levantam convocando uma entrega.

“É preciso transver o mundo” Manoel de Barros já havia convidado e Rita Sinara nos propõe em “Escolha sua sorte”.

Se é no encontro que a vida acontece, na alquimia de pulsões que entrelaçam o si mesmo e o Outro, então podemos chama-lo de sagrado. O mesmo acontece entre o artista e seu expectador: uma explosão de sensações e afetos que nos proporcionam um clarão sobre o sentido da vida, embora breve, mas suficiente para nos encorajar a seguir adiante.

Sabrina Nóbrega | Psicóloga e Escritora

“Esse olho, esse olhar sobre mim mesmo, esse olhar consternado e solitário que é toda a minha existência, a senhora o amplia e faz com que ele se volte sobre si próprio, e eis que uma germinação luminosa de delícias desprovidas de sombras, reaviva-me como um vinho misterioso”

Antonin Artaud

Dezembro de 1926

Quem somos? Porque viemos ao mundo? Para onde quero ir? O que devo fazer? Quem eu devo ser? O que quero? Qual o meu real desejo? Com quem devo me relacionar?

Quem é de verdade? O que é mentira? Estou doente? Vou ficar doente? Vou morrer? Terei filhos? Vou encontrar um novo amor?

Quem eu sou? Quem eu sou, quem eu sou, QUEM EU SOU

SOMOS seres inquietos. Nossa CABEÇA não para. Nosso CÉREBRO exige explicação. NÓS exigimos algo além do RACIONAL. Tentamos de TUDO. Quase SEMPRE experimentamos primeiro as RELIGIÕES impostas pela FAMÍLIA. Aprendemos que acreditar em algo nos torna possuidores de alguma FÉ mas continuamos sentindo algo ALÉM. Um ARREPIO. Uma SENSAÇÃO. Uma TRISTEZA. Um CHORO. Um RISO.

Algo além do racional. AMAMOS e MORREMOS muitas vezes na nossa adolescência. A DOR de não ter a pessoa amada é insuportável e SECRETA. É só nossa, de mais ninguém. Largamos mão quando nos tornamos independentes e escolhemos o nosso próprio CAMINHO. Ou melhor, a nossa HISTÓRIA. A nossa MANDALA. A PALAVRA mandala do idioma sânscrito é CÍRCULO. Esse círculo é usado há séculos como uma representação da PASSAGEM da VIDA. Mandalas sempre foram usadas em cerimônias de CURA. Se prestar bem atenção nos DESENHOS e nas FORMAS você vai acabar se encontrando lá dentro. O que VOCÊ representa. CURA é o que todos buscamos para os nossos MEDOS e DESEJOS.

Me encontrava à beira de UM GRITO FINAL. No meio da minha ESTRADA, já próxima de um ABISMO, quando encontrei minha BRUXA. Minha AMIGA me levou nos braços e de peito aberto fui recebida por Rita. Ela abriu um JOGO, olhou nos meus OLHOS e disse: “Daqui a 2 anos você irá CASAR – vai assinar CONTRATO, Vai virar o JOGO. Sua LUZ é forte. Você quem não está enxergando. Teu JOGO está ABERTO.”

Entre tudo que as CARTAS diziam me vi CRIANÇA de novo. Fui embalada por PALAVRAS de SABEDORIA e CALMA. Acima de tudo de crença- o PODER da mente é SOBERANO. Vi minha MANDALA. Vi minhas CORES e nelas uma possibilidade de EXISTIR de SER. ELA me apresentou de NOVO a mim e assim partimos lado a lado. EU e meus muitos eus. Nunca deixei de CRIAR.

A CONFIANÇA que ela depositou DENTRO de mim – “TUDO pode dar certo, só ACREDITAR. Olhar para dentro e enxergar a CURA.”

– A sua MANDALA.

Bárbara Paz | Atriz

A Arte é uma forma de expressão dos nossos pensamentos, sentimentos, emoções e frustrações. Transcende nesta criação um desejo claro, muitas vezes não entendemos o que estamos realizando, mas uma força interior nos faz produzir. Existe um entendimento que estamos conectados com nossos mais profundos sentimentos, e desta forma percebemos uma Conexão espiritual única demonstrando como estamos alinhados com uma força maior que nos guia mostrando novos caminhos que muitas vezes só vamos descobrir nesta ligação com o oráculo.

Fabio Szwarcwald | Diretor do MAM-Rio

“Escolha sua Sorte” abre virtualmente no dia 13/08, e para visitação no dia 16/08 até dia 19/09, com visitas agendadas e individuais.

MARCIO REGALEIRA

DIRETOR ÚMIDA

PARA MARCAR VISITAS GUIADAS, MAIS INFORMAÇÕES SOBRE OBRAS E VENDAS

+55 21 98808 8010

umidagaleria@gmail.com @umida_arte www.umida.art.br

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*