Exposição virtual coletiva “Frida Kahlo”, uma mulher à frente de seu tempo, por Rosângela Vig

Rosangela_Vig_Perfil_2
Rosângela Vig é Artista Plástica e Professora de História da Arte.

Perguntarão pela tua alma.
A alma que é ternura,
Bondade,
Tristeza,
Amor.
Mas tu mostrarás a curva do teu vôo
Livre, por entre os mundos.
(MEIRELES, 1982, Cântico XVII)

É um profundo suspiro que dissipa nevoeiros e que nos permite divisar as mais belas obras com o olhar do espírito.

Anúncio

É como se a nitidez surgisse aos poucos, levando a imagem à vivacidade. As cores emergem, a cena vai gerando vida, movendo-se, colorindo-se e se tornando realidade. Tal liberdade voeja na mente daquele que cria a obra e ela passa a ser ela única.

Sem limites, a alma do artista passeia por insondáveis paragens e nos permite dar-lhe as mãos para flutuar por esses mundos também.

Assim tem sido a História da Arte e assim foi com os artistas do Surrealismo, entre os quais a ousada Frida Kahlo, artista mexicana que deixou sua história para a História da Arte. É por esses insondáveis mundos que a obra da artista trafega e nos conduz, com o olhar perplexo, repletos de enlevo.

Tal admiração pela artista mexicana levou a curadora de Arte Maria Vieira a também se inspirar, voejando pelo olhar profundo da Frida. Com obras de artistas da atualidade, a curadora é responsável pela exposição que reúne rostos e a forma como a artista mexicana pensava e agia, sempre à frente de seu tempo.

E o perfil da Frida parece ser atemporal, pertence à contemporaneidade, ousou pensar num futuro que ainda estava distante. Tal leitura está impressa nas obras dos artistas escolhidos pela curadora da exposição.

Os rostos da Frida parecem se compadecer com o mundo de hoje, estão pensativos, são indagadores, como se a artista viesse de outros tempos para visitar a atualidade apressada. As flores estão sempre presentes, por vezes em bordados, em tecidos pintados, ou em meio a fundos coloridos, adornando a cabeça, pendendo nos brincos grandes e coloridos que foram a marca da artista. Em todas as obras da mostra há uso das cores fortes e quentes que tanto representam a artista e o México.

A exposição que teve início em 17 de março vem como um lindo presente para celebrar e fechar o mês da Mulher, na cidade de Sorocaba. Na mostra, estão reunidos os nomes de Ana Maria Reis, Cida Felipe, Gilda Sabas, Heloísa Nunes Conceição, Léa Zumpano, Jakbenevento, Maria Vieira, Marileusa Reducino, Mônica Mendes, Pedro Amadeu, Selma Pszdzimirski, Soraya Balera, Taïs Del Cistia Cardoso e Thais Cristina. Expostas na Câmara Municipal de Sorocaba, as obras podem ser vistas até o dia 30 de março de 2023.

Receba Notícias de Exposições e Eventos em geral em nosso grupo no Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

Reportagem na TV TEM – Sorocaba: globoplay.globo.com/v/11461290

Referências:

MEIRELES, Cecília. Cânticos. São Paulo: Editora Moderna, 1982.

Inscreva-se para receber as Novidades sobre Eventos
e o Universo das Artes primeiro!

[one_half]

ROSÂNGELA VIG 
Sorocaba  São Paulo
Facebook Perfil | Facebook Fan Page | Website
Colunista no Site Obras de Arte
E-mail: rosangelavig@hotmail.com

[/one_half]

[one_half_last]

[/one_half_last]

Relacionados:

Deixe um comentário

×