Home / Arte / Galeria Base inaugura “Lucas Länder: Imanência”
Obra de Lucas Länder. Foto: Divulgação.
Obra de Lucas Länder. Foto: Divulgação.

Galeria Base inaugura “Lucas Länder: Imanência”

Exposição traz um recorte do trabalho instigante do jovem artista paulistano Lucas Länder

Memória: realidade X ficção? Passado X presente. Simplicidade X complexidade. Esses são alguns questionamentos dicotômicos que permeiam o trabalho do artista plástico Lucas Länder, na exposição “Lucas Länder: Imanência”, realizada na Galeria Base, no coração dos Jardins (SP) até 04/12/21, que tem curadoria de Paulo Azeco.





Composta por desenhos em grafite, nanquim e veladura de cera sobre papel, ela faz um recorte preciso sobre a obra do artista desde 2005 até 2021, fragmentos de fatos e episódios separados: “O passado, assim, é descontínuo”, explica o curador. Assim, essa organização das frações de memória é a base da obra de Lucas, com séries que abordam discussões atuais, de questões contemporâneas, que estão presentes na vida de todos nós. Uma delas chama-se “Paisagens Descritivas”, que teve início em 2015 e deixa claro o anseio de organizar o cenário de memória (real ou fictícia). Nela, Länder faz uso do grafite e nanquim, de maneira ágil e muito viva, que chega a transcender a paisagem, propondo um diálogo entre o imediatismo da imagem e as memórias, anseios e seus próprios questionamentos.

Algumas obras têm origem em retratos que, quando impressos em papel, ganham a interferência do artista, de maneira mais colérica, tornando evidente o caráter descartável que a imagem ganhou atualmente e, ao mesmo tempo, mostra o enfrentamento à sua imagem, tanto a registrada quanto à arquivada em sua memória. Outra produção que merece destaque refere-se à mais recente criada pelo artista, feita em 2021 e que traduz os tempos atuais dando origem a imagens ainda mais densas, refletindo o novo cenário: com toques de medo, agonia e até insegurança, com pretos intensos, quase catastróficos. São imagens que beiram a abstração potente! Tanto que parece ecoar a dor vivida, ainda tão latente em todos nós. Ao todo, serão apresentadas cerca de 35 obras.

Econômico nos materiais, o artista pretende instigar o expectador: uma paisagem, a princípio banal surpreende em sua montagem complexa, que fixa o olhar de quem se propõe a mergulhar em seu universo. “É um trabalho sofisticado na intenção e resultado”, finaliza Paulo Azeco, o curador.

Serviço
Exposição Lucas Länder: o que eu tenho para te contar
Até 04/12/21
Artista: Lucas Länder
Curadoria: Paulo Azeco
Galeria Base – Alameda Franca, 1030 – Jardim Paulista
Funcionamento: de terça a sexta, das 11h às 19h; sábados das 11h às 15h

Sobre Galeria Base

Inaugurada em 2016, a Galeria Base reúne arte contemporânea de artistas representados e atua também do mercado secundário. Atualmente, seu acervo é composto por obras de nomes como Antônio Dias, Anna Bella Geiger, Anna Maria Maiolino, Mira Schendel e Montez Magno.

Sobre Lucas Länder

Nascido em 1984, é formado em artes plásticas e pós-graduado em Design Gráfico pela FAAP e desenvolve pesquisas poéticas visuais desde 2009. Dedica-se ao desenho, bem como a performances, vídeos e instalações. Foi premiado com o 1° Lugar no 27º Salão de Artes Plásticas (Anuário Embu das Artes SP) com a vídeo instalação “Fantasmas na Rua e na Alma”. É representado pela Galeria Base.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*