Galeria Galatea vai representar obras do artista Chico da Silva

A Galatea tem o prazer de anunciar a representação do espólio de Chico da Silva, nome incontornável na história da arte brasileira, que nos legou uma obra extremamente singular, onde apresenta em desenho e pintura uma mitologia visual brasileira bastante particular, mesclando sua ancestralidade indígena com o poder criativo de sua imaginação.

Anúncio

Pela primeira vez na história, obra de Chico da Silva será representada formalmente por uma galeria, que além de zelar pelos interesses da família e preservar o legado do artista, fará um reposicionamento histórico de sua obra, começando por um projeto de catalogação.

A Galatea também irá promover uma nova perspectiva internacional sobre Chico da Silva, estratégia que inclui um stand solo do artista na Frieze Masters, de 9 a 13 de outubro, em Londres.

Mais iniciativas para celebrar o legado do artista devem ocorrer em 2025, ano que marca os 40 anos da morte do pintor.

A relação da Galatea com a obra de Chico da Silva vem sendo construída há algum tempo. Em 2022, a galeria fez uma apresentação solo do artista na feira Independent 20th Century, em Nova York, além de incluir trabalhos de Chico em exposições próprias e stands em feiras nacionais.

A galeria também contribuiu significativamente para a exposição “Chico da Silva e o Ateliê do Pirambu”, realizada em 2023 na Pinacoteca de São Paulo, e posteriormente apresentada na Pinacoteca de Fortaleza com o título “Chico da Silva e a Escola do Pirambu”.

Pensando na institucionalização do artista, a Galatea viabilizou a incorporação de obras de Chico da Silva ao acervo da Pinacoteca de São Paulo e do Centre Pompidou, em Paris.

Inscreva-se para receber as Novidades sobre Eventos
e o Universo das Artes primeiro!

Filho de pai indígena da Amazônia peruana e mãe cearense, Chico da Silva (1910, Alto Tejo, AC – 1985, Fortaleza–CE) desenvolveu a sua produção a partir das imagens e referências das culturas e cosmologias indígenas e populares brasileiras.

Suas obras dão forma a histórias e mitologias da tradição oral da cultura do Norte do Brasil, em composições marcadas por uma rica policromia e pelo grafismo detalhado do desenho, composto por tramas e linhas coloridas.

Dada a originalidade do seu estilo e de suas composições, destacou-se no contexto da chamada arte popular brasileira e, além de experimentar bastante sucesso comercial em vida, atraiu grande interesse da crítica, recebendo, em 1966, menção honrosa pela sua participação na 33ª Bienal de Veneza.

Embora tenha enfrentado percalços e se afastado do circuito artístico ao fim de sua carreira, hoje o trabalho de Chico da Silva vem sendo retomado e atualizado com novas leituras, abordagens e reconhecimento institucional, tendo recentemente sido incorporada uma obra sua ao acervo da Tate, em Londres.

Relacionados:

1 comentário em “Galeria Galatea vai representar obras do artista Chico da Silva”

  1. Chico da Silva nos apresentou uma arte extraordinária em sua especial jornada com suas belíssimas obras!…
    Esta obra “Bichos na arvore da prosperidade” por exemplo, expõe uma fauna e flora generosamente bem conectadas, com a magia sutil da natureza iluminando um todo num cenário que literalmente se doa graciosamente em sua dinâmica, ecoando uma verdadeira sintonia das vidas ali presentes!…

    Responder

Deixe um comentário

×