Home / Arte / Galeria Periscópio Arte Contemporânea abre exposição “República da Cobra”
Exposição República da Cobra, destaque. Divulgação.

Galeria Periscópio Arte Contemporânea abre exposição “República da Cobra”

A Galeria Periscópio Arte Contemporânea abre a exposição “República da Cobra”, elaborada a partir de trabalhos inéditos e passados dos artistas Randolpho Lamonier e Thiago Martins de Melo, com curadoria de Germano Dushá, nesta quarta-feira (21/11), das 19h às 22h. A mostra apresenta pinturas, bordados e instalações até 5 de janeiro de 2019.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Os artistas explicam que o título da exposição é uma alusão ao mito da “Cobra Grande” de algumas tribos indígenas que ameaçava a vida dos índios como um perigo constante. A exposição é um questionamento para cada pessoa: o que seria essa tal cobra grande dentro do contexto de república em que vivemos?

Randolpho Lamonier desenvolveu sua pesquisa visual entre a periferia industrial de sua cidade natal, Contagem, e os grandes centros urbanos. Ele conta que esses cenários refletem a urgência na construção de identidades individuais e coletivas. Nos cruzamentos entre a vida íntima e os assuntos de ordem pública, se define uma articulação entre micro e macro política, um estado constante de reflexão e insurgência que se faz presente no menor dos gestos uma postura crítica sobre o estado de normalidade.

As pinturas do maranhense Thiago Martins de Melo exibem um barroco próprio, anacrônico e anárquico com cores vibrantes, cenários e situações ocupadas pelo que há de mais nefasto debaixo do céu e também por uma energia ancestral que se faz sentir em toda luta de quem resiste. Ele afirma que no lugar das esferas de protagonismo e da distribuição clássica de papéis, muitas vozes, antes condenadas às margens, revelam suas potências. Nessas conjunturas complexas, há arte e guerra, cálculo e misticismo, presságio e documentação.

Lamonier vive e trabalha na capital mineira e já foi indicado ao Prêmio PIPA na edição deste ano (2018), recebendo premiações como Prêmio Residência Camelo (BH, 2016) e Prêmio Incentivo Bienal Naïfs do Brasil-2016 (Sesc-SP). Já, Thiago vive e trabalha em São Luís e foi finalista do Prêmio PIPA em 2014, sendo indicado outras quatro vezes, nas edições de 2011, 2012, 2016 e 2018, participando também da 31ª Bienal de São Paulo, SP, e da 12ª Biennale de Lyon, França.

SERVIÇO
Exposição: República da Cobra
Artistas: Randolpho Lamonier e Thiago Martins de Melo
Local: Galeria Periscópio. Avenida Álvares Cabral, 534, Lourdes.
Horário de funcionamento: Segunda a sexta, 10h às 18h30/ Sábado, 10h às 14h.
Abertura: 21 de novembro – 19h às 22h.
Término: 5 de janeiro 2019.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*