Home / Arte / Homenagem ao compositor Fernando Lewis de Mattos
Fernando Mattos, Cleonice Bourscheid e Deisi Coccaro. Foto: Aristóteles Bourscheid.

Homenagem ao compositor Fernando Lewis de Mattos

Um ano após o seu falecimento (em 4 de novembro de 2018), um recital dentro da programação da Feira do Livro de Porto Alegre homenageia o compositor Fernando Lewis de Mattos. Professor da Ufrgs, ele era referência notória nos instrumentos de cordas e o compositor que mais criou peças para flauta doce no País, além de entusiasta da música antiga – foi um dos criadores do grupo Música Mundana. Era docente de estética e harmonia no Departamento de Música dos Instituto de Artes (UFRGS).

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Ave, Fernando é uma iniciativa da poeta e produtora cultural Cleonice Bourscheid, com a qual o músico tinha uma parceria há vários anos, compondo e tocando nos recitais do projeto Trilogia da Natureza, realizados no interior do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre e São Paulo. Ela é autora dos livros da trilogia AVE (Ave, Flor; Ave, Pássaro e Ave, Água) cujos poemas foram musicados por Mattos para o recital “Salve fiori, d’augelli amori”, que circulou no Brasil e na Itália.

A curadoria é da soprano Deisi Coccaro, amiga e parceira do compositor. Dentre os músicos que participarão da homenagem, destacam-se Diego Grendene, Daniel Wolff, Fernanda Kruger e Catarina Domenici. O recital acontecerá durante a programação paralela da 65ª Feira do Livro de Porto Alegre, no dia 17 de novembro, às 17h, na Sala de Música do Multipalco – Theatro São Pedro.

RECITAL AVE, FERNANDO
Uma homenagem ao compositor Fernando Lewis de Mattos
Coordenação: Cleonice Bourscheid
Curadoria: Deisi Coccaro
Data: 17 de novembro (17/11), domingo
Horário: 17h
Local: Sala da Música do Multipalco Eva Sopher – Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº)
Entrada franca

.

Programa:

  1. Allahu akbar
  2. Saltarello
  3. Al entrada del temps clar

Música Mundana – Ângelo Primon (Oud), Deisi Coccaro (voz e percussão), Eliana Vaz Huber (flautas doces e khrumhorn), Flávia Domingues Alves (alaúde), Guilherme Roman (voz e percussão), Laís Roman (rabeca)

  1. Prelúdio 3
  2. Prelúdio 5
  3. Jogo de Roda, 3º movimento – Bem Vindo, Mikael
    Catarina Domenici, piano
  1. Poemeto, 1987
    Daniel Wolff, violão
  1. Hexatônicas, 2007
    Claudia Schreiner, flauta transversa
    Daniel Wolff, violão
  1. Ivy Marã Ey, 2018– dedicada “Ao Flautarium, em seu 20º aniversário”.
    Flautarium – Conjunto de Flautas Doces da UFRGS (Acácio Cardoso, José Rodríguez, Leonardo Perroni, Leonardo Vitorino, Lucia Carpena)
  1. Variações sobre “Bright Fine Gold”, 2009
    Diego Grendene, Clarinete
  1. Quem?, Canções Interrogativas, série I, 2005
    Deisi Coccaro, voz
    Fernanda Kruger, violão
  1. Milonga da Mina
    Cláudia Schreiner (flauta), Eliana Huber Vaz (flauta), Fernanda Kruger (violão), Lucia Carpena (flauta)
  1. Canoinha, 2015*
    Clarice Bourscheid, voz
    Daniel Benitez, piano
  1. Rabo-de-gato-vermelho (unha-de-gato), 2015*
    Luciana Kiefer, voz
    Daniel Benitez, piano
  1. Árvore-da-Felicidade, 2015*
  2. Bem-te-vi, 2007*
    Clarice Bourscheid, voz
    Luciana Kiefer, voz
    Daniel Benitez, piano
  1. Flor-de-São-João, 2011*
    Clarice Bourscheid, voz
    Deisi Coccaro, voz
    Luciana Kiefer, voz
    Daniel Benitez, piano

* Poesias de Cleonice Bourscheid

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*