Home / Arte / ‘MegaCities Short Docs’ o maior festival de curtas metragens que revela iniciativas sustentáveis nas maiores cidades do mundo é lançado no Brasil

‘MegaCities Short Docs’ o maior festival de curtas metragens que revela iniciativas sustentáveis nas maiores cidades do mundo é lançado no Brasil

MegaCities Short Docs: Para Melhorar a Vida nas Cidades, banner. Divulgação.
MegaCities Short Docs: Para Melhorar a Vida nas Cidades, banner. Divulgação.

São Paulo, julho de 2022: o MegaCities Short Docs, festival de documentários cidadãos voltado para questões sustentáveis e lançado há 8 anos em Paris, chega ao Brasil numa parceria da Métropole du Grand Paris com o Portal São Paulo São.

O Festival destaca iniciativas que abordam os desafios urbanos, ambientais e sociais para melhorar a vida das pessoas nas maiores cidades do mundo através da produção audiovisual. É válido para realizadores em cidades com mais de um milhão de habitantes, (530 no mundo), incluindo as 35 mega cidades – o que inclui São Paulo – e também a Grande Paris.

A ONG Métropole du Grand Paris responsável pela criação do MegaCities Short Docs premiará os ganhadores da 8ª edição em Paris. O objetivo é encorajar as pessoas a se envolverem, mas acima de tudo a atuarem por um mundo mais unido e respeitoso com o planeta.

No Brasil, a marca e o Portal São Paulo São, que lidera a iniciativa, vai avaliar e premiar categorias e realizações a partir do conceito da “Cidade de 15 minutos”, que inspirou o seu projeto “São Conexões” lançado em 2021 e voltado para o tema.

MegaCities Short Docs: Para Melhorar a Vida nas Cidades, Maurício Machado. Foto: Jade Gadotti.
MegaCities Short Docs: Para Melhorar a Vida nas Cidades, Maurício Machado. Foto: Jade Gadotti.

Para Maurício Machado, criador da marca, ““Trazer para o Brasil o ShortDocs, a convite do Professor Carlos Moreno (Diretor Científico da ETI em Paris 1 Panthéon-Sorbonne) é uma honra. É o reconhecimento de nossos esforços na produção de conteúdos, discussões e eventos que estimulem a reflexão sobre a boa convivência nas cidades. O concurso é uma grande oportunidade para que, através da produção audiovisual, se possa revelar e inspirar novos projetos e iniciativas de impacto positivo nas cidades. Afinal, tornar as cidades mais sustentáveis e justas é essencial para a sobrevivência do Planeta e da humanidade. E isto está muito claro nos 17 ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU para o planeta e cidades”.

A iniciativa no Brasil conta com o apoio institucional da ESPM – Escola Superior de Propaganda & Marketing, da APP – Associação dos Profissionais de Propaganda, da CCFB – Câmara de Comércio França Brasil, da SRI – Secretaria de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo e da SPCine. Tem ainda o apoio de mídia do Canal Curta!, da Editora Meio & Mensagem, da Agência Envolverde, do Portal Earth News Terra e da Editora Trip.

O festival

O festival é aberto para todos os cidadãos que queiram produzir um curta-metragem de no máximo 4 minutos destacando uma iniciativa local que responda a um desafio urbano e a uma questão econômica, social ou ambiental em suas cidades. Os curtas devem testemunhar soluções concretas imaginadas por e para os habitantes, mas também por associações locais, metropolitanas ou internacionais, poder público, instituições e empresas.

Como assinala Patrick Ollier, Presidente da Métropole du Grand Paris: “Numa época em que o mundo está se tornando cada vez mais urbano, as grandes metrópoles estão enfrentando desafios comuns, como por exemplo a crise climática. Esta iniciativa permite a estas metrópoles unir forças para encontrar novas soluções e desenvolver a solidariedade, a fim de imaginar cidades respeitosas ao meio ambiente e oferecer espaços de vida adaptados às novas gerações, integrando-as ao mesmo tempo nas áreas urbanas em geral.

Um júri formado por diretores e protagonistas de mudanças na França e no exterior, presidido pela jornalista e documentarista francesa Marie Drucker, selecionará os 15 documentários mais inspiradores, que serão exibidos durante a cerimônia final em Paris – e, em outras cidades do mundo. No Brasil, o júri do São Paulo São será integrado por especialistas e convidados ligados ao tema.

A cerimônia de premiação do Festival vai acontecer em 8 de dezembro de 2022, no MK2 Quai de Seine, em Paris.

No ano passado, na sétima edição, em 9 de dezembro de 2021, o Métropole du Grand Paris concedeu o prêmio Métropole a Hamza Chennaf, Sofia Akbli e Aissatou Faty pelo filme “Condenado ao Fracasso”.

Dois brasileiros foram premiados em edições anteriores: Rafael Machado (“O Plantador”, 2017) e Felipe Moraes (“Debaixo da Ponte”, 2019) podem ser vistos no site do Festival: www.megacities-shortdocs.org/?lang=pt

Como lembra Didier Bonnet, fundador do festival: “As megalópoles do mundo oferecem grandes atrações, mas também concentram muitos desafios.

Precisamos de cidadãos comprometidos, para iluminar os cantos mais escuros com a luz de um relatório audiovisual, através de iniciativas lideradas por indivíduos ou uma comunidade. E aqueles que podem inspirar outro morador a colocar em prática um projeto exemplar que pode mudar a vida de um vizinho, de uma família, de um bairro ou de uma outra cidade.”

A 8ª edição do festival e o Brasil

As inscrições do MegaCities Short Docs estão abertas para realizadores nas maiores cidades do mundo que queiram traduzir, através da produção audiovisual, iniciativas, soluções e inovações em 5 categorias.

As premiações para a categoria “Cidade de 15 Minutos” e “Crise Climática Urbana” estão abertas aos realizadores em todas as cidades, independentemente do seu tamanho (4 ou 15 minutos).

Ao ganhar um dos prêmios, além da premiação de aproximadamente € 11.500 no total, distribuídos para os vencedores, o realizador também receberá uma passagem aérea de ida e volta entre a sua cidade e Paris para participar da cerimônia do Festival MC-SD. Os prêmios são concedidos ao melhor curta documentário dentro de cada categoria específica.

Prêmio – categorias:

  • Melhor Curta Documentário.
  • Melhor Curta Estudante.

Prêmio – menção para os assuntos:

  • Crise Climática Urbana.
  • A Cidade em 15 minutos.
  • Melhor Iniciativa Urbana.

Prêmio – São Paulo São + Apoiador:

  • Melhor Curta Documentário.
  • Melhor Curta Estudante (4 e 15 minutos).
  • Proximidade Feliz – Cidade de 15 minutos (4 e 15 minutos).

O Prêmio Cidade 15 Minutos

O Prêmio Cidade de 15 Minutos é entregue em parceria com a Cátedra ETI – Paris 1 Panthéon-Sorbonne, que apresenta o conceito de uma cidade de 15 minutos. Este conceito foi introduzido em junho de 2019 por Carlos Moreno, Diretor Científico da ETI em Paris 1 Panthéon-Sorbonne, que também é o Embaixador do Festival MC-SD desde a sua criação. Este prêmio visa enfrentar os desafios urbanos, incentivando debates sobre a necessidade de repensar o desenho da cidade e os espaços da vida.

Mais especificamente, a “Cidade dos 15 Minutos” é um modelo urbano em que as necessidades diárias podem ser atendidas a pé ou de bicicleta a partir das casas dos moradores, em apenas 15 minutos. Este conceito está hoje espalhado por todo o mundo: a “Cidade dos 15 Minutos” está no centro dos debates e reflexões sobre o planejamento urbano de hoje e de amanhã.

O São Paulo São lançou o conceito no Brasil em fevereiro de 2021 tendo como convidado especial o professor Carlos Moreno da ETI.

Em particular, se quer chamar a atenção para o seguinte:

  • Novas ideias relativas à habitação (partilhada, solidária, etc.) e iniciativas de coworking;
  • Novas abordagens nos cuidados de saúde (centros de saúde que reúnem vários especialistas, sistemas de transmissão de dados, etc.),
  • Novas olhares para a educação em geral (abertura de escolas nos fins-de-semana, transporte escolar não poluente, novos formatos de assistência pedagógica),
  • Alternativas pedagógicas no processo de ensino e aprendizagem com enfoque interdisciplinar sobre alimentação saudável e ajuda para pessoas vulneráveis, passando por novas modalidades de atividades culturais e desportivas.
  • Inovação em termos de transporte (plataformas logísticas, mutualização de transportes, sistemas de compartilhamento de carros e bicicletas).

Reconhecimento para políticas públicas

Este ano, foram introduzidos dois reconhecimentos honorários:

  1. O “Reconhecimento Honorário de Escolha Pública”, concedido em colaboração com os Institutos franceses de todo o mundo, aos mais votados curtas-metragens exibidos publicamente;
  2. E o “Reconhecimento Honorário de Inovação do Setor Público”, concedido a uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes que apresenta um filme institucional mostrando um alto nível de comprometimento com a esfera urbana, social e/ou ambiental.

Sobre a Grande Metrópole de Paris

A Métropole du Grand Paris foi criada em 1 de janeiro de 2016. Foi fundada pela lei de 27 de janeiro de 2014 sobre a Modernização da ação pública territorial e a afirmação das metrópoles, e reforçada pela lei de 7 de agosto de 2015 sobre Novas organizações da República. Reúne 131 municípios:

A Métropole du Grand Paris tem a seguinte atuação para os 7,2 milhões de habitantes metropolitanos de Paris:

  • Desenvolvimento e planejamento econômico, social e cultural,
  • Proteção e valorização do meio ambiente e política de ambiente de vida,
  • Desenvolvimento do espaço metropolitano,
  • Política de habitação local,
  • Gestão de ambientes aquáticos e prevenção de cheias.

Sobre a Film 4 Sustainable World

Associação de interesse geral fundada em Paris em 2014, cujo objetivo é inspirar através de documentários curtos, habitantes, associações, empresas e autoridades eleitas a criar novas iniciativas, no coração das maiores cidades do mundo, contribuindo para uma sociedade mais justa e mais respeitosa com o meio ambiente.

Sobre o São Paulo São

Plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a sua cidade, a estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos. São Paulo São aposta na criatividade das pessoas e defende o engajamento de todos os setores da sociedade – empresas, poder público e cidadãos em geral.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*