Home / Arte / Museu de Arte do Rio recebe apresentação do espetáculo Mão – translação da casa pela paisagem
Espetáculo Mão – translação da casa pela paisagem. Foto: Divulgação.

Museu de Arte do Rio recebe apresentação do espetáculo Mão – translação da casa pela paisagem

Performance acrobática dirigida por Renato Linhares volta aos pilotis do MAR neste domingo, 11 de agosto

11/08, 16h
Entrada gratuita | Classificação livre

O Museu de Arte do Rio, sob a gestão do Instituto Odeon, recebe em seus pilotis no domingo, 11 de agosto, uma apresentação do espetáculo Mão – Translação da Casa Pela Paisagem. Com direção de Renato Linhares, a performance acrobática com sequências coreográficas será realizada às 16h.

A intervenção traz ao público a elaboração, ao vivo, de uma estrutura de 8 metros de altura, feita de ferro e madeira. Movimentos que remetem a uma construção, como aparafusar, carregar e encaixar, se misturam aos equilíbrios em pêndulo e às escorregadas arriscadas em uma enorme rampa de madeira durante a edificação. No meio de fumaças coloridas os artistas se deslocam e, no final, é deixada no centro uma escultura coberta por uma grande lona, se transformando no circo.

Esta é a segunda vez que o espetáculo será realizado no MAR. No dia 30 de junho o grupo encantou crianças e adultos com duas performances nos pilotis do museu.

A apresentação do Espetáculo Mão tem entrada gratuita e a classificação é livre.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Sobre o MÃO:

MÃO – translação da casa pela paisagem leva para as ruas uma reflexão sobre a construção da (mão de-) obra pública. Um mergulho metafísico no universo das montagens e construções de estruturas urbanas é a proposta central de “MÃO”, que estrou no dia 16 de abril de 2019 no Parque Madureira.

A intervenção tem direção de Renato Linhares a atuação dos intérpretes/construtores Adelly Costantini, Camila Moura, Carolina Cony, Daniel Elias, Daniel Poittevin, Fábio Freitas, e do multi-instrumentista Ricardo Dias Gomes.

Tendo como ponto de partida criar uma intervenção urbana, a performance acontece desde o momento em que os sete artistas invadem a praça em um carro/frete/sonoro, levando aos espectadores que estiverem passando as inúmeras formas de expressão que existem no toque, na ação do construtor, no simples deslocamento de ferros, porcas e parafusos.

FICHA TÉCNICA:

Atores: Adelly Costantini, Camila Moura, Carolina Cony, Daniel Elias, Daniel Poittevin, Fábio Freitas e Marcelo Callado.
Direção: Renato Linhares
Direção técnica: Daniel Elias
Cenografia: Estúdio Chão/ Adriano Carneiro de Mendonça e Antonio Pedro Coutinho
Desenho original da estrutura: Keller Veiga
Música: Ricardo Dias Gomes
Fotos: Renato Mangolin
Direção de Produção: Adelly Costantini

Serviço:
Horário: Domingo, 11 de agosto | 16h
Entrada gratuita | Classificação livre
Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro.

.

O Museu de Arte do Rio – MAR

Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação com base no programa curatorial que norteia a instituição.

O MAR é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social da Cultura. O museu tem o Grupo Globo como mantenedor, a Equinor como patrocinadora master, a Bradesco Seguros como patrocinadora e o BNDES como apoiador financeiro por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O MAR conta também com o apoio da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização do Ministério da Cidadania e do Governo Federal do Brasil por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*