Home / Arte / No mês de novembro, a programação do CCBB Educativo – Arte & Educação comemora o “Dia Nacional da Alfabetização”
Programação do CCBB Educativo – Arte & Educação comemora o "Dia Nacional da Alfabetização". Foto: Divulgação.

No mês de novembro, a programação do CCBB Educativo – Arte & Educação comemora o “Dia Nacional da Alfabetização”

No mês de novembro, a programação do CCBB Educativo – Arte & educação comemora o “Dia Nacional da Alfabetização” com contação de histórias, Jogo de linguagens, oficinas para crianças e suas famílias e cursos para professores.

O Múltiplo Ancestral – Oficina de desenho MAHKU apresenta o coletivo de pesquisadores-artistas Huni Kuin, vindos do Acre (AC), para realizar uma oficina de desenho e compartilhar as técnicas e temáticas de seu povo.

As ilustrações do MAHKU também fazem parte da exposição ‘Vaivém’ a ser inaugurada no dia 27 de novembro no CCBB Rio. Todas as atividades são gratuitas!

A alfabetização não se baseia unicamente no ato de aprender a ler e a escrever, mas no desenvolvimento da capacidade de compreensão, interpretação e produção de conhecimento.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

No mês de novembro, o Programa CCBB Educativo – Arte & Educação celebra o “Dia Nacional da Alfabetização”, com contação de histórias e oficinas para crianças e suas famílias, além de cursos para professores, jogos com códigos, que podemos utilizar para escrever mensagens, visitas mediadas as exposições que estão em cartaz no CCBB Rio, conectando assim, as questões presentes nas exposições, às urgências e reflexões cotidianas.

Todos os fins de semana, os educadores do CCBB desenvolvem uma programação especial visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, integrando crianças e suas famílias em processos de experiência com a arte.

No fim de semana dos dias 02 e 03 de novembro, o artista Chinês Ai Weiwei, em exposição no CCBB Rio é fonte de inspiração para as oficinas do Lugar de Criação – Como nasce uma obra de arte – Construção para construção. Segundo o artista é possível usar qualquer objeto para construir outras estruturas – colunas, cubos ou esculturas gigantes. Diante desta premissa, os arte educadores vão propor a utilização de alguns objetos para que o público possa construir coletivamente as estruturas arquitetônicas que compõem uma cidade. Este Lugar de Criação acontece no 1º andar , no Programa Educativo do CCBB.

Por algum motivo desconhecido a definição de criança sumiu do Dicionário Fabuloso e não conseguimos diferenciar adulto de idoso, ancião de bebê e assim por diante. Nos digam aí o que fazer? Seria criança um substantivo, adjetivo, verbo ou pronome de tratamento? Talvez um adjunto, um pingente que nem um pingo de gente. Precisamos de gente especialista para definir o que é uma criança!

Pensando nessa questão, no fim de semana dos dias 09 e 10 de novembro, o Lugar de Criação – Desde pequeno – O que é uma criança? convida o público a construir verbetes, com desenhos e palavras, sobre possíveis significados da palavra “criança”.

A atividade acontece no Programa Educativo do CCBB Rio, no 1º andar, de 11h às 13h e de 15h às 17h.

As línguas são códigos que aprendemos para nos comunicar e falar do mundo e através dela podemos criar comunidades. Na sexta-feira, feriado do dia 15 de novembro, o público será convidado a participar da Atividade Extra – Dia Nacional da Alfabetização – Jogo das linguagens, um jogo de composição e leitura de linguagens secretas e inventadas, com códigos que podemos utilizar para escrever mensagens, que traduzem nossas ideias sobre o mundo e que contam histórias. A atividade extra acontece no Térreo do CCBB Rio, das 10h às 12h e das 14h às 16h, com entrada gratuita!

Também nos dias 15, 16, 17 e 20 de Novembro, de 11h às 13h e de 15h às 17h, o Lugar de Criação – Especial Dia Nacional da Alfabetização Contação de Histórias entra em conexão com o dia Nacional da Alfabetização. Muitas histórias para contar, inspiradas nos livros “Nana & Nilo: Aprendendo a Dividir” e “Nana & Nilo: Que jogo é esse?”, do professor e autor Renato Noguera.

A ideia é explorar como os conhecimentos tradicionais criam espaços e ferramentas e construem nossa vida. O Professor Renato Noguera é palestrante convidado do Curso Transversalidades, para professores, que acontecerá no sábado, dia 30 de novembro.

No início da semana, segunda-feira, dia 11 de novembro, a partir das 16h, acontece o Laboratório de Crítica. Uma atividade ministrada por profissionais de áreas diversas, que visa potencializar a arte como espaço de formação e pesquisa.

Nesta edição o Laboratório da Crítica será ministrado pelas pesquisadoras Karine L. Narahara e Aza Njeri, para compartilhar seus trabalhos sobre os museus como espaços de construção da ideia de um ‘Outro’ (não Ocidental). A oficina, com o título ‘Revisitando Museus’, explorará como instituições de cultura e suas coleções podem ser repensadas a partir de pluriversalidades afroperspectivadas.

A Atividade acontece no 1º andar do Programa Educativo com duração de 4 horas e capacidade para 20 pessoas. As inscrição são gratuitas por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com.

Karine L. Narahara é Doutora em Sociologia e Antropologia pela UFRJ e Graduada em Ciências Biológicas pela mesma universidade. Atualmente coordena o Núcleo de Estudos Ameríndios do Laboratório Geru Maa de Africologia e Filosofias Ameríndias da UFRJ. É também pesquisadora associada da Universidad Nacional del Comahue (Neuquén, Argentina), num projeto em parceria com o povo Mapuche.

Aza Njeri é Doutora em Literaturas Africanas e Pós-doutoranda em Filosofia Africana da UFRJ. Coordena o Núcleo de Pesquisa em Filosofia Política Africana do Laboratório Geru Maa de Africologia e Filosofias Ameríndias da UFRJ, e também o Negrarh/UFRJ. É professora na UGB/NI. É também autora de crítica teatral e de artes, e poeta.

O Lugar de Criação – Eu faço meu brinquedo – Hierograma , que acontece nos dias 23 e 24 de novembro é muito especial e se inspirou na exposição “Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade”, em cartaz no CCBB Rio.

Muitas formas existem para se escrever e guardar nossas histórias, umas escolhem guardar nas memórias, outras na fala, ainda existem outras que guardam tudo em pinturas, entre eles os antigos egípcios que usavam a escrita em hieróglifos para registrar sua vida e história. Como atividade deste Lugar de Criação, vamos pensar as misturas entre desenho e escrita para criarmos um alfabeto capaz de guardar as histórias trazidas e as aqui apresentadas.

Na quinta-feira, dia 21 de novembro, às 17h, acontece o Múltiplo Ancestral – Oficina de desenho com MAHKU, um coletivo de pesquisadores-artistas Huni Kuin do Acre, que irá realizar uma oficina de desenho, para compartilhar com o público as técnicas e temáticas de seu povo. Os desenhos do MAHKU fazem parte da exposição ‘Vaivém’, que será inaugurada no CCBB, quarta-feira, dia 27 de novembro.

MAHKU ou Movimento dos Artistas Huni Kuin, é um coletivo de pesquisadores-artistas do Acre que se dedicam, por meio de sua cultura visionária transformada em desenhos e pinturas, aos estudos dos cantos rituais do povo Huni Kuin, apoiados nos huni meka, os cantos de nixi pae. O MAHKU tem origem nas pesquisas de Ibã Huni Kuin, mestre dos huni meka, desenvolvidas seja nos meios tradicionais, constituindo-se como ponte entre gerações de Huni Kuin que viram seus conhecimentos ameaçados de extinção, seja nos meios acadêmicos e artísticos, onde, junto ao coletivo, busca praticar aquilo que chama de ‘política dos artistas’.

O Múltiplo Ancestral é uma plataforma de trocas entre o público e mestras e mestres ligados a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o material e imaterial, fortalecendo a relação dos diferentes sujeitos com situações caracterizadas pela diversidade.

Nos dias 27, 28 e 29 de novembro, professores e educadores poderão participar da Semana do Educador: ‘Vaivém’ para serem os primeiros a visitar as exposições do CCBB e conhecer a agenda de atividades planejadas para a mostra. As visitas mediadas são exclusivas para professores, coordenadores pedagógicos e demais integrantes da comunidade escolar, assim como para educadores, logo na nossa primeira semana de entrada.

As visitas tem duração de 2 horas e possuem a capacidade para 25 pessoas por encontro. As Inscrições para as visitas são por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com. No dia, 29 de novembro, a visita começa às 15h, com intérprete em Libras.

Encerrando as atividades artísticas e educativas do mês de novembro, nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, o Lugar de Criação – Como nasce uma obra de arte – Ritmos em papel se inspira no trabalho do coletivo de artistas Huni Kuin MAHKU, participantes em nosso Múltiplo Ancestral no dia 21 de novembro. A proposta é criar juntos desenhos que, como os Huni Kuin fazem, exploram a relação entre música e imagem.

O Curso Transversalidades, para professores e educadores, com temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições, às urgências e reflexões cotidianas acontece no dia 30 de novembro, às 10 horas, na Sala 26 do 4º andar do CCBB.

Para essa edição, o professor, pesquisador e autor Renato Noguera conversará sobre educação para crianças, incluindo seu trabalho com o Projeto Nana & Nilo.

Ao final do encontro, sortearemos viagens gratuitas nos ônibus do CCBB para escolas, instituições públicas e ONGs para o mês de dezembro de 2019.

Renato Noguera é doutor em Filosofia, professor da UFRRJ, coordena o Grupo de Pesquisa Afroperspectivas, Saberes e Infâncias, publica e orienta pesquisas de pós-graduação nas áreas de filosofia e educação. Noguera é autor de literatura infantil, roteirista de desenho animado e tem se dedicado à produção do Projeto Nana & Nilo que envolve plataformas e linguagens variadas para contar as aventuras de crianças gêmeas, uma árvore encantada e um passarinho verde para proteger e preservar a fauna e flora brasileiras.

Além desses eventos oferecidos pelo CCBB Educativo, acontecem diariamente, as “Visitas mediadas”, sem necessidade de agendamento prévio, a partir de temas e horários pré-definidos.

Os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das produções, práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB. As atividades são realizadas até o fim das exposições. Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar. Nesta visita, os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB.

As Visitas Mediadas para as exposições ‘Ai Weiwei – Raiz’ e ‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’ são as sextas, sábados e domingos, às 12h e segundas, quintas, sábados e domingos às 18h, com capacidade para 20 pessoas.

A grande exposição do ano “Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade” apresenta 140 peças, entre esculturas, pinturas, objetos litúrgicos, sarcófagos e até uma múmia, vindos do Museu Egípcio de Turim, segundo maior acervo egípcio do mundo. Para a exposição ‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’ são segundas e quintas às 12h e quartas e sextas às 18 horas com duração de uma hora e capacidade para 20 pessoas. Nesta visita, os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB.

Sobre o Programa CCBB Educativo – Arte e Educação

O Programa CCBB Educativo – Arte e Educação promove diariamente ações específicas e efetivas planejadas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, organizações não governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, da cultura, voltadas a famílias e a inclusão. Ações que estimulam experiência, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

A programação dialoga com as exposições e demais agendas do Centro Cultural Banco do Brasil. Destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Serviço:

Lugar de Criação
Sábados, domingos e feriados – de 11h às 13h e de 15h às 17h
Todos os fins de semana, os educadores do CCBB desenvolvem uma programação especial visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte, integrando crianças e suas famílias em processos de experiência com a arte.

Lugar de Criação – Como nasce uma obra de arte – Construção para construção
Dias: 02 e 03 de novembro
Local: Programa Educativo – 1º andar
Entrada Gratuita

Lugar de Criação – Desde pequeno – O que é uma criança?
Dias: 09 e 10 de novembro
Local: Programa Educativo – 1º andar
Entrada Gratuita

Lugar de Criação – Trocação de história – Especial Dia Nacional da Alfabetização
Dias: 15, 16, 17 e 20 de novembro
Local: Programa Educativo – 1º andar
Destaque do mês.
Entrada Gratuita

Lugar de Criação – Eu faço meu brinquedo – Hierograma
Dias: 23 e 24 de novembro
Local: Programa Educativo – 1º andar
Entrada Gratuita

Como nasce uma obra de arte – Ritmos em papel
Dia: 30 de novembro
Local: Programa Educativo – 1º andar
Entrada Gratuita

Laboratório de Crítica – com Karine L. Narahara e Aza Njeri
Dia: 11 de novembro
Horário: 16h
Duração: 4h | Capacidade para 20 pessoas
Local: Programa Educativo – 1º andar
Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com
Entrada Gratuita

Atividade Extra – Dia Nacional da Alfabetização – Jogo das linguagens
Dia: 15 de novembro
Horários: das 10h às 12h e das 14h às 16h
Local: Térreo

Múltiplo Ancestral – Oficina de desenho com MAHKU
Dia: 21 de novembro – Horário: 17h
Duração: 3h | Capacidade para 40 pessoas
Local: Programa Educativo – 1º andar
Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com
Entrada Gratuita

Semana do Educador: ‘Vaivém’
Dias: 27, 28 e 29 de novembro
27 de novembro – 19h
28 de outubro – 10h

29 de outubro – 15h, com intérprete em Libras
Local: Programa Educativo – 1º andar
Duração: 2h | Capacidade para 25 pessoas por encontro
Inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com
Entrada Gratuita

Visitas Mediadas

Ai Weiwei – Raiz’ (até 4 de novembro)
Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’

Vaivém’ (a partir do 27 de novembro)
Quarta a segunda – 12h e 18h
Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas
Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.
Nesta visita, os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados em torno das práticas e trajetórias artísticas das exposições do CCBB.

Cronograma de Visitas Mediadas:

Até 4 de novembro:
‘Ai Weiwei – Raiz’
Sextas, sábados e domingos às 12h
Segundas, quintas, sábados e domingos às 18h

Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’
Segundas e quintas às 12h
Quartas e sextas às 18h
De 5 até 25 de novembro:
‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’
De quinta à segunda, 12h
De quarta à segunda, 18h
A partir de 27 de novembro:
‘Egito Antigo: do cotidiano à eternidade’
Segundas e quintas às 12h
Quartas e sextas às 18h

‘Vaivém’

Sextas, sábados e domingos às 12h
Segundas, quintas, sábados e domingos às 18h

Visitas Mediadas – Patrimônio

Quarta – 12h
Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas
Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, Programa Educativo – 1º andar.
Visitas Mediadas com ênfase no patrimônio, se relacionando com a história do Banco do Brasil, do CCBB e da cidade do Rio de Janeiro. Os educadores se juntam ao público para dialogar e compartilhar narrativas do prédio do CCBB e visitar as exposições ‘Galeria de Valores’ e ‘O Banco do Brasil e sua História’.

Visitas Mediadas em Libras

Sábado – 12h
Duração: 1h | Capacidade para 20 pessoas
Cadastro realizado 15 minutos antes de cada visita, no Programa Educativo – 1º andar.
Seguindo os mesmos princípios da Visita Mediada, a Visita Mediada em Libras acolhe pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva nas exposições em cartaz, numa experiência compartilhada com os educadores.

Visitas Educativas Agendadas

Segundas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 19h
Quartas e Quintas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 19h
Sextas: 9h30, 10h30, 14h, 14h30
Duração: 1h30 | Capacidade para grupos de até 44 pessoas
E-mail para agendamento: agendamentorj@ccbbeducativo.com
Atendimento telefônico em dias de semana, das 10h às 17h, no número (21)3808-2070 (com excepção da terça feira, quando o CCBB está fechado ao público).

Para mais informações: contatorj@ccbbeducativo.com

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio – 1º andar e rotunda

De quarta-feira a segunda-feira, de 9h às 21h
Rua Primeiro de Março, 66 – (21) 3808-2020 (com excepção da terça feira, quando o CCBB está fechado ao público).
E-mail para agendamento: agendamentorj@ccbbeducativo.com
www.bb.com.br/cultura/ www.twitter.com/ccbb_rj/ www.facebook.com/ccbb.rj

Programação completa: ccbbeducativo.com

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*