Home / Arte / O CCBB Educativo – Arte e Educação promove no sábado, 31 de julho o “Múltiplo Ancestral Canto para tecer Memória” Com Brisa Flow – Um encontro musical com as energias da Terra
Brisa Flow, destaque. Foto: Larisa Machado.
Brisa Flow, destaque. Foto: Larisa Machado.

O CCBB Educativo – Arte e Educação promove no sábado, 31 de julho o “Múltiplo Ancestral Canto para tecer Memória” Com Brisa Flow – Um encontro musical com as energias da Terra

Artista marrona Brisa Flow traz a música indígena contemporânea e cantará as relações e narrativas antigas de pueblos indígenas de Abya Yala.

Nas ações presenciais ou remotas, diversas atividades para educadores, alunos e visitantes, como o Lugar de Criação – Oficina de Saberes e as visitas mediadas temáticas e mediadas em Libras, as exposições em cartaz no CCBB-Rio. Para participar é necessário agendamento prévio através do site ou APP EVENTIM.

Confira a programação completa no site. Inscrições: www.ccbbeducativo.com

O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, a criação, a investigação e a reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Todo mês oferece visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais. As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados. Neste momento, em que protocolos especiais de visita e permanência são necessários para a segurança de todos nós frente ao COVID 19, as atividades presenciais têm número de participantes reduzidos e regras para agendamento e participação de acordo com as orientações governamentais locais. Por outro lado, a programação digital traz uma nova abrangência, possibilitando acesso de públicos de todo o território nacional.





Programação completa disponível no site: www.ccbbeducativo.com

Brisa Flow. Foto: Larisa Machado.

Brisa Flow. Foto: Larisa Machado.

Dia 31 de julho, sábado, MÚLTIPLO ANCESTRAL – CANTO PARA TECER MEMÓRIA Com Brisa Flow

Em CANTO PARA TECER MEMÓRIA, a artista marrona Brisa Flow traz a música indígena contemporânea e cantará as relações e narrativas antigas de pueblos indígenas de Abya Yala. Na performance Brisa Flow canta sobre o tempo circular, el bailar del Kultrun, instrumento ancestral mapuche que representa as estações e o tempo do dia atravessando a noite e da noite atravessando o dia. A escrita, não através do papel, mas através do corpo como território e instrumento da linguagem e do movimento.

Criada no Brasil, a artista marrona araucana Brisa Flow constrói sons a partir da vivência de seu corpo no mundo, criando caminhos que desprendem das amarras da colonialidade. Sua música é um encontro com as energias da Terra. Desenvolve estéticas artísticas pela prática e pesquisa do canto que tece memórias, através do rap, instalação sonora. Também é arte educadora licenciada em Música. A classificação indicativa é Livre – recomendado para pessoas acima de 6 anos. Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo.

O Múltiplo Ancestral são trocas ligadas a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o patrimônio material e imaterial, fortalecendo a relação do sujeito com a diversidade. Mensalmente, um novo episódio disponível em vídeo sobre saberes ancestrais, contação de histórias, brincadeiras, cantigas e outras manifestações da cultura brasileira. Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 6 anos Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Para o público infantil, o CCBB Educativo oferece as oficinas artísticas do LUGAR DE CRIAÇÃO, todos os sábados, às 15h, mediante agendamento prévio pelo site www.ccbbeducativo.com o APP EVENTIM. São vivências para todos os públicos, crianças e seus familiares, com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade. CCBB Rio de Janeiro. A Classificação indicativa é Livre – recomendado para pessoas acima de 3 anos. A capacidade é até 12 pessoas, com duração de 1 hora. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até 03 pessoas de sua família, com o mesmo ingresso.

Dia 31 de julho – OFICINA DE SABERES

Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições em cartaz.

A Capacidade é de até 12 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até 03 pessoas de sua família, com o mesmo ingresso. Duração: 1 hora.

O CCBB Educativo oferece visitas mediadas presenciais, mediadas em Libras e on-line para Professores, estudantes, grupos e instituições de até 45 pessoas, com mínimo de 10 participantes, às exposições em cartaz nos quatro CCBBs. Em qualquer modalidade é necessário agendamento prévio, através do portal do educativo (www.ccbbeducativo.com) ou APP Eventim (bit.ly/ccbbrjeventim).

No CCBB Rio de Janeiro, as visitas mediadas presenciais para as exposições em cartaz são: aos domingos, segundas, quartas e sextas, às 12h e às 16h. Quintas e sábados são às 12h. A entrada no prédio do CCBB-Rio só é permitida mediante agendamento prévio em: bit.ly/ccbbrjeventim.

A exposição Nise da Silveira – A Revolução pelo Afeto ocupa três salas do Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro até o dia 16 de agosto, reunindo cerca de 90 obras de clientes do Museu de Imagens do Inconsciente, ao lado de peças de Lygia Clark e Zé Carlos Garcia, fotografias de Alice Brill, Rogério Reis e Rafael Bqueer, vídeos de Leon Hirzsman e Tiago Sant’Ana e aquarelas e fotos de Carlos Vergara. A curadoria é do Estúdio M’Baraká, com consultoria do psiquiatra Vitor Pordeus e do museólogo Eurípedes Júnior. Nas três salas, o público vai passear pelos precursores da arteterapia em oposição aos tratamentos da época, a questão do afeto, depois verá a chegada da alagoana Nise ao Rio de Janeiro, a passagem pela prisão, as mulheres com quem conviveu, entre elas a sambista Dona Ivone Lara, até fazer um mergulho no inconsciente, explorando também a questão territorial do engenho de dentro enquanto espaço de exclusão e metáfora engenho interior versus engenho de fora.

Este ano completam-se 22 anos da morte de Nise da Silveira – e 22 é um número associado à loucura no imaginário popular, tema abordado de forma revolucionária pela psiquiatra Nise da Silveira (1905-1999). Médica formada enquanto única mulher em uma turma com mais de 150 homens, ficou mundialmente conhecida pela ideia vanguardista de usar o afeto como metodologia científica no tratamento às pessoas com sofrimentos psíquicos.

As visitas mediadas em Libras são as quintas-feiras, às 16h e aos sábados, às 16h, para a exposição “Nise da Silveira: A Revolução pelo Afeto”. Elas ocorrem simultaneamente em português, com tradução em língua brasileira de sinais (Libras). A capacidade é de 6 pessoas, mediante agendamento prévio. A classificação indicativa Livre e Indicada para pessoas acima de 5 anos. Quintas,16h.

As visitas mediadas patrimoniais acontecem às quartas, às 12 horas e aos domingos, às 16h. Nesta visita “CCBB e a Cidade: O Centro Cultural Banco do Brasil e a cidade do Rio de Janeiro” o público percorre um percurso que permitirá conhecer a história do CCBB Rio de Janeiro, explorando aspectos de sua arquitetura, em diálogo com seu território e os elementos que integram seus espaços, que constituem um importante patrimônio das artes e cultura no país. O ponto de encontro é na Bilheteria.

Para o público de casa e escolar há também as VISITAS ON-LINE AGENDADAS!

Atividades de mediação cultural para escolas e outras instituições em grupos de 10 a 45 pessoas, nos turnos da manhã, tarde e noite. As visitas mediadas realizadas pelos educadores são sempre pautadas pela conversa em torno de temas relevantes do presente, como as produções artísticas que nos ajudam a compreendê-lo e o patrimônio cultural como forma de construção de nossa identidade, levando em consideração a pluralidade de nossos públicos. Na modalidade virtual, as visitas acontecem mantendo essa vocação, pois é possível manter a intensidade e a potência das conversas, mesmo à distância. A partir de ativações, questões e de uma escuta sempre atenta às experiências do público, os educadores prepararam visitas com temas distintos. As atividades envolvem o contato com conteúdo das exposições em conversas e exercícios de reflexão e invenção, preparados e acessíveis para pessoas de todas as idades.

Agende sua visita: visitasonline@ccbbeducativo.com

Pode o afeto ser revolucionário? Como as relações afetam nossa subjetividade?

Esses são os temas centrais das atividades mediadas nas visitas on-line para escolas, grupos e instituições na exposição Nise da Silveira – Revolução pelo afeto.

Nise da Silveira revolucionou a saúde mental usando o afeto como metodologia nos tratamentos humanizados de pessoas em situação de sofrimento psíquico. A exposição em cartaz no CCBB-RJ reúne arquivos, documentos e obras de artistas diversos, contando a história de Nise, marcada por resistência e luta, sempre amparada pela ciência, porém sem deixar de fora o afeto e a escuta. A equipe do CCBB Educativo convida professores e responsáveis por grupos interessados em arte e cultura a navegar os principais temas presentes na exposição.

A participação é gratuita na plataforma Zoom e classificação é livre. As visitas são realizadas de segunda a sexta-feira, em horários pela manhã, tarde e noite, a partir de um agendamento prévio dos grupos interessados. Agende sua visita: visitasonline@ccbbeducativo.com

PERCURSO – PODCAST CCBB EDUCATIVO

Percurso é um podcast mensal, de caráter cultural, realizado pela equipe Programa CCBB Educativo – Arte & Educação. Com previsão de dez edições lançadas entre janeiro e outubro de 2021, seu conteúdo articula entrevistas e comentários críticos a partir de atrações da programação do Centro Cultural Banco do Brasil, além de memórias recentes de atividades realizadas pelo Programa CCBB Educativo. A cada edição, o programa aborda atrações de cinema, teatro, música e artes visuais em diálogo com um tema específico, articulando-se ainda aos eixos temáticos que atualmente orientam as atividades do Programa CCBB Educativo: Cultura de acessibilidade, Recursos digitais em aulas nas artes, Educação, cultura e processos decoloniais, e Natureza e Cultura. Partindo de abordagens reflexivas e pedagógicas, Percurso destaca caminhos, processos, conceitos e contextos relacionados à programação cultural e educativa do Centro Cultural Banco do Brasil.

#6 – FUTURO*

Neste programa, conversamos com as curadoras Analu Bambirra e Carol Almeida sobre a “Mostra de Cinema Árabe Feminino”, convidamos a atriz Clarice Niskier para uma conversa crítica a partir do espetáculo “Coração de Campanha”, falamos sobre a exposição “Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade” em uma conversa de mediação com o educador Tiago Cruz e refletimos sobre o Dia Mundial de Conscientização do Autismo ao lado da pesquisadora Valquíria Prates, coordenadora pedagógica nacional do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação. A Classificação indicativa é Livre – recomendado para pessoas acima de 10 anos.

Local: redes do CCBB, BB e site do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação.

Sobre o CCBB Rio de Janeiro

O CCBB-Rio funciona para atendimento ao público das 9h às 19h às segundas, quartas e domingos e das 09h às 20h às quintas, sextas e sábados, (fecha terça). A entrada do público é permitida apenas com agendamento on line (eventim.com.br), o que possibilita manter um controle rígido da quantidade de pessoas no prédio. Ainda conta com fluxo único de circulação, medição de temperatura, uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool gel e sinalizadores no piso para o distanciamento. Nos teatros e cinemas a capacidade está reduzida para 40%. Tudo para garantir aos visitantes segurança e conforto.

SERVIÇO:

Visitas mediadas às Exposições em cartaz no CCBB Rio de Janeiro:

  • Nise da Silveira: A Revolução pelo Afeto. Em cartaz durante todo o mês de julho.

CCBB Rio de Janeiro: Domingos, segundas, quartas e sextas, às 12h e às 16h. Quintas e sábados às 12h. Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.

A programação completa e as inscrições estão disponíveis em www.ccbbeducativo.com/visitas.

Visitas patrimoniais: Quartas às 12h e domingos às 16h.

Duração: 1 hora.

Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.

A programação completa e as inscrições estão disponíveis em www.ccbbeducativo.com/visitas.

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS*

CCBB Rio de Janeiro: Quintas (Arte Contemporânea Brasileira da Coleção Andrea e José Olympio Pereira) e sábados (Nise da Silveira: A Revolução pelo Afeto),16h.

Duração: 1 hora.

Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.

*Visitas mediadas em LIBRAS acontecerão apenas nos CCBBs abertos ao público.

LUGAR DE CRIAÇÃO*

Sábados, às 15h00.

Dia 31 de julho – OFICINA DE SABERES

CCBB Rio de Janeiro – Capacidade: 12 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM. Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até 03 pessoas de sua família, com o mesmo ingresso – Duração: 1 hora.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 3 anos

* As atividades presenciais do Lugar de Criação poderão ser transpostas para o ambiente virtual caso os CCBBs estejam fechados ao público. A programação completa e as inscrições estão disponíveis em www.ccbbeducativo.com/atividades-infantis.

AÇÕES DIGITAIS

VISITAS ON-LINE AGENDADAS

Atividades de mediação cultural para escolas e outras instituições em grupos de 10 a 45 pessoas, nos turnos da manhã, tarde e noite.

Duração: De 50 minutos a 1 hora e 30 minutos.

Capacidade: grupos de até 45 pessoas, com mínimo de 10 participantes.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitas

PERCURSO – PODCAST CCBB EDUCATIVO – #6 – FUTURO*

Percurso é um podcast mensal, de caráter cultural, realizado pela equipe Programa CCBB Educativo – Arte & Educação.

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 10 anos

Local: redes do CCBB, BB e site do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação

MÚLTIPLO ANCESTRAL- CANTO PARA TECER MEMÓRIA

Com Brisa Flow

Dia: 31 de julho, sábado

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 6 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-Rio

Rua Primeiro de Março, 66 – (21) 3808-2020

www.bb.com.br/cultura/ www.twitter.com/ccbb_rj/ www.facebook.com/ccbb.rj

Programação completa: ccbbeducativo.com

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*