Home / Arte / “Please Don’t Touch”, exposição fotográfica da cultura Lowrider, ocupa a Matilha Cultural
Foto em Tolleson, Arizona - EUA, de Rafael Ambrósio.

“Please Don’t Touch”, exposição fotográfica da cultura Lowrider, ocupa a Matilha Cultural

Com registros pelas lentes do fotógrafo e precursor do movimento no Brasil, Rafael Ambrosio, a exposição abre no dia 18 de maio com a presença de Blenzer Low Rider, Funk Buia, DJ Novset, Mr. GrandeE e DJ Julia Weck. Ocupação fica na Galeria da Matilha Cultural até o dia 8 de junho

São Paulo, maio de 2019 – A cultura Lowrider chega à Matilha Cultural com a exposição do fotógrafo e videomaker paulistano Rafael Ambrosio. A ocupação “Please Don’t Touch”, que abre no dia 18 de maio, apresenta 11 anos de registros do movimento no Brasil, países europeus e EUA através das lentes de Rafael. Com objetivo de mostrar como a cena é conduzida nesses locais, traz a verdadeira ideologia e o que o faz crescer cada vez mais desde o seu início, ainda na década de 50, quando os Mexicanos passaram a personalizar seus carros com pinturas e rebaixamentos. O Lowrider vai além da estética, questionando desde o seu princípio o capitalismo ao reutilizar e dar novas funções e caras para automóveis usados e antigos, geralmente descartados pelo sistema que insiste no status do veículo novo.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Geralmente, o termo “Don’t Touch” (Não Toque) é utilizado em adesivo de para-brisa de carro, indicando para as pessoas não tocarem. Para o fotógrafo, a expressão vai além do impacto materialista de danificar o veículo: “É para deixar claro que não toquem na minha cultura, não mexam, não sujem, não amassem e não apaguem a minha história”, confirma. No evento de abertura, que acontece dia 18 de maio, a partir das 16h, teremos participações de renomados nomes da cultura Lowrider no Brasil e da street music, como Blenzer Low Rider, Funk Buia, DJ Novset, Mr. GrandeE e DJ Julia Weck.

Aos 29 anos, Rafael é considerado fotógrafo precursor do movimento no Brasil. Seu primeiro contato foi aos dez anos com os vizinhos do Capão Redondo, São Paulo – SP, que já estavam inseridos na cena. Aos 15 começou a registrar as atividades ainda de maneira amadora, mas ao chamar atenção com seu talento, foi indicado para uma oficina de audiovisual em uma ONG na Zona Sul da capital paulistana. Desde então, usa essas ferramentas de trabalho para também registrar e documentar sua vivência dentro desse universo paralelo que é a cultura Lowrider.

Rafael iniciou o curso de Cinema na faculdade Anhembi Morumbi, estou Rádio e TV no Canal Futura em um projeto parceiro com a fundação Roberto Marinho. Fez diversos cursos livres em renomadas instituições locais, como Instituto Criar, Senac, Instituto Tomie Ohtake, Escola de Cinema e DRC. Em 2016 participou do documentário “Lowrider Brasil” (vimeo.com/216907767), dirigido pelo francês Stephane Benini, selecionado para oito festivais de cinema internacionais e premiado em quatro deles (Arizona Short Film Festival; Digital Griffix Film Festival; South Film and Arts Academy Festival; London Motor Festival 2016). Em 2017 recebeu o convite para expor seu trabalho em Clermont Ferrand, França. Neste mesmo ano teve seis fotos de seu projeto publicadas no livro “The World Atlas of Street Fashion”, de Caroline Cox, em Londres. Já em 2018, foi premiado em uma exposição fotográfica em Los Angeles pela “Lowrider Magazine”, a maior revista da cena no mundo.

A exposição “Please Don’t Touch” ocupa a galera da Matilha Cultural até o dia 8 de junho.

Serviço:
Exposição “Please Don’t Touch”, de Rafael Ambrosio, na Matilha Cultural
Endereço: Rua Rego Freitas, 542 – República, São Paulo, SP
Abertura: 18 de maio, entre 16h e 21h
Datas de visitação: Entre 19/05 e 08/06
Horários de visitação: ter. a sab. das 12h às 22h; dom. das 10h às 20h
Entrada Colaborativa

.

Sobre Matilha Cultural

A Matilha provoca a curiosidade e a busca por conhecimento, com foco em questões ambientais e de direitos humanos, apoiando também movimentos artísticos independentes. Mais do que um centro multicultural, é também um centro de convergência de idéias e ações em prol do bem comum. Com informação, engajamento e cultura, a Matilha contribui para a construção de uma sociedade mais consciente e mais LIVRE. A programação pública da Matilha Cultural é gratuita ou a preços populares e traz conteúdo de vanguarda, com senso político, sempre acompanhada de debates, palestras e oficinas que consolidam a democratização do conhecimento.

MATILHA CULTURAL

Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo
Tel.: (11) 3256-2636
Horários de funcionamento: terça-feira a sábado, da 12h às 20h/ aos domingos: 10h às 20h
Wi-fi grátis
Cartões: VISA (débito/ crédito)
Entrada livre e gratuita, inclusive para cães
www.matilhacultural.com.br

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*