Home / Arte / Projeto “MNBA: Aberto para Obras”

Projeto “MNBA: Aberto para Obras”

Dando continuidade ao Projeto “MNBA: Aberto para Obras”, os visitantes poderão acompanhar a análise físico-química de obras do acervo do Museu Nacional de Belas Artes/Ibram.

O trabalho será realizado na Sala Aloísio Magalhães, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). Através das análises realizadas por técnicos do IFRJ, é possível investigar a paleta de pigmentos que compõem a obra e o processo criativo empregado pelo artista.





Utilizando um equipamento único na América Latina, este instrumento permite realizar um mapeamento por meio de radiografia de como os pigmentos estão distribuídos na obra. A partir deste mapeamento, é possível identificar ainda mais sobre o processo de criação do artista na pintura.

Já na sexta-feira, dia 27 de maio, será realizada uma roda de conversa com o Eduardo Taulois, fundador do Instituto Djanira, cuja missão é preservar, pesquisar e disseminar a obra e a memória de Djanira, uma das mais importantes artistas brasileiras, o professor Renato Freitas, do Instituto Federal de Educação e Tecnologia do Rio de Janeiro/IFRJ Laboratório de Instrumentação e Simulação Computacional Científica Aplicada/LISComp e a Conservadora-Restauradora do MNBA, Larissa Long.

O público poderá acompanhar esta programação nos dias 25 e 26 de maio, quarta e quinta-feira, às 15h, e no dia 27 de maio, sexta-feira, às 11h, no Museu Nacional de Belas Artes. As vagas são limitadas a 15 pessoas e a entrada do evento será realizada pela Rua Araújo Porto Alegre. As inscrições são feitas pelo e-mail: mnba.eventos@gmail.com.

Os encontros são gratuitos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*