Home / Arte / Quando contratar um designer de interiores?
Tecnologia foto criado por master1305 - br.freepik.com.
Tecnologia foto criado por master1305 - br.freepik.com.

Quando contratar um designer de interiores?

O designer de interiores é o profissional responsável por sugerir projetos de decoração para residências, escritórios e comércios. Ou seja, ele colaborará com a ornamentação dos cômodos, sugerindo peças que melhor se adequam ao ambiente.

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito da profissão, bem como a diferença de um designer de interiores para um arquiteto, já que ambos trabalham com projetos de decoração para imóveis.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

No entanto, cada um deles trabalha com um aspecto central no que diz respeito à decoração das casas. Por esse motivo, o artigo de hoje vai trazer dicas de quando contratar um designer de interiores e mais especificações sobre a profissão.

Quer saber mais? Então, acompanhe a leitura!

O que faz um designer de interiores?

O designer de interiores é um profissional com uma formação específica em projetos de interiores das casas, estabelecimentos comerciais ou empresas. Ou seja, o foco de trabalho são os cômodos, sendo que a ocupação não prevê planejamentos de fachada ou estrutura.

É importante que o designer de interiores sempre siga as normas de funcionalidade, ergonomia, acústica, iluminação e térmica, sem deixar de lado o senso estético e as preferências dos moderadores, para criar os melhores projetos de decoração.

Entre alguns trabalhos realizados pelo designer de interiores, destacam-se:

  • Projeção do estabelecimento;
  • Paginação de revestimentos;
  • Projeção da iluminação do ambiente;
  • Definição da pintura a ser feita;
  • Projeção dos móveis no ambiente.

O designer de interiores tem como função desenhar projetos para tornar os espaços internos mais agradáveis, harmônicos e funcionais, atendendo às necessidades dos moradores. Sendo assim, o profissional contribui com a confecção de ambientes planejados.

Quais as vantagens de contratar um designer de interiores?

A contratação de um designer de interiores traz inúmeras vantagens para o seu projeto imobiliário. A seguir, confira alguns desses benefícios:

Maior economia de dinheiro

O designer de interiores irá buscar as melhores soluções para cada projeto, levando em conta a disponibilidade financeira dos clientes. Sendo assim, a lista de materiais, revestimentos e objetos será elaborada de modo personalizado e dentro do orçamento.

Além disso, você não corre o risco de comprar algo e se arrepender depois, seja pelo alto preço pago ou porque o objeto não dialoga com o restante da decoração.

Por exemplo, na compra de artigos decorativos, é importante considerar o espaço de cada cômodo e os móveis do local. Se o seu espaço tiver móveis planejados para cozinha, os elementos decorativos devem dialogar com a mobília.

Quando o designer de interiores é contratado para projetar toda a casa, a economia é ainda maior. O profissional saberá como aproveitar melhor os recursos já existentes e, por meio de um estudo e planejamento, definirá com antecedência o que é necessário comprar.

Maior economia de tempo

Além de poupar dinheiro, o designer de interiores também garante a economia de tempo para o cliente, evitando deslocamentos desnecessários e que podem trazer prejuízos, caso a escolha dos materiais não seja assertiva.

Isso porque os profissionais irão procurar os itens com melhor custo-benefício, comparecer aos showrooms para trazer as tendências do mercado e, devido à sua experiência, podem indicar os melhores fornecedores.

Com isso, os clientes não precisam se preocupar em fazer uma longa lista de empresas para procurar um piso laminado de madeira, por exemplo. Basta seguir as recomendações do designer de interiores.

Maior funcionalidade dos ambientes

Como dito anteriormente, o designer de interiores tem como principal função criar ambientes práticos e que garantam a comodidade dos moradores durante o dia a dia.

Quando o serviço é executado por leigos, a decoração pode até ter uma estética diferenciada, mas não ficará funcional, podendo atrapalhar a mobilidade no espaço.

Assertividade na escolha dos revestimentos

Hoje em dia, é possível encontrar uma grande variedade de revestimentos disponíveis no mercado. Por isso, escolher a melhor opção para cada ambiente pode ser desafiador, ainda mais para quem não tem experiência no assunto.

Além do aspecto estético, é necessário pensar nas características do material, analisar a viabilidade de instalação e o orçamento, sem esquecer das próprias características do imóvel, já que nem todos os revestimentos são aplicáveis em quaisquer ambientes.

Fora que um designer de interiores experiente pode sugerir o aproveitamento de revestimentos que já estão instalados, realizando um simples tratamento de superfícies. Isso também ajuda a economizar dinheiro e tempo.

Valorização do imóvel

Se daqui a alguns anos você tomar a decisão de vender o imóvel, com certeza ele estará muito bem avaliado devido ao trabalho do designer de interiores.

Por esse motivo, muitas pessoas buscam não só o designer, mas vários profissionais especializados para executar planejamentos imobiliários, como projeto de instalações elétricas, confecção de móveis, entre outros.

Qual a diferença entre um designer de interiores e um arquiteto?

Essa é uma dúvida muito comum, ainda mais quando estamos procurando o profissional certo para projetar os ambientes do nosso imóvel.

Por esse motivo, antes de contratar qualquer profissional, seja ele um designer de interiores ou arquiteto, é preciso definir quais os objetivos da obra. Uma dica é fazer uma lista de tudo o que precisa ser feito e, desse modo, identificar a melhor pessoa para cada atividade.

Depois de fazer a sua lista, você já pode começar a definir qual é o melhor profissional: designer ou arquiteto. Para te ajudar nisso, vamos definir abaixo cada uma das ocupações.

O que faz um arquiteto

O arquiteto é o profissional formado em Arquitetura e Urbanismo, com registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) para o exercício da profissão.

Normalmente, é possível encontrá-lo em empresas de engenharia e arquitetura, pois o profissional é capacitado para realizar projetos de arquitetura, paisagismo, bem como conduzir uma obra do início ao fim.

Além disso, o arquiteto tem o conhecimento necessário para executar projetos de instalações elétricas, iluminação e instalação de equipamentos.

Desde 2014, exige-se que os arquitetos assinem o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) para a realização de reformas estruturais em condomínios.

Sendo assim, o trabalho de gerenciamento de obras de um arquiteto envolve a alteração estrutural do local, visto que o profissional pode realizar trabalhos como:

  • Alterações na parede;
  • Mudanças no projeto sanitário, elétrico e hidráulico;
  • Troca de pisos e revestimentos;
  • Execução de projetos de móveis fixos.

Em geral, o arquiteto trabalha em conjunto com um engenheiro, para garantir que a obra seja realizada com eficiência e assertividade.

O que faz o designer de interiores

O designer de interiores pode ter uma formação técnica ou bacharel (graduação). A profissão é regulamentada pela Associação Brasileira de Designer de Interiores (ABD), sendo uma ocupação em ascendência no país.

Diferentemente do arquiteto, o designer de interiores propõe reformas nos ambientes internos, desde que não haja mudanças estruturais. Ou seja, não é preciso quebrar paredes, mudar tubulações, nem realizar novos projetos elétricos.

No entanto, o profissional ajuda na escolha de revestimentos decorativos, tintas para a pintura das paredes, escolha de revestimentos gerais, organização dos elementos decorativos, disposição dos móveis, entre outros trabalhos.

Fora que o designer pode ajudar na indicação de vários profissionais para a obra da sua casa, incluindo fornecedores e até mesmo arquitetos, quando é necessário realizar reformas estruturais no ambiente.

Isso ajuda a otimizar toda a obra, além de definir projetos muito mais assertivos. Vale dizer que o designer de interiores é muito mais do que um decorador. Por isso, é importante não confundir essas duas profissões também.

Afinal de contas, o designer não pensa só na estética ou ajuda na escolha de móveis, tecidos e cores. O profissional também é responsável pela projeção dos espaços, estudando a melhor disposição dos móveis e dos dispositivos de iluminação.

Além disso, o designer de interiores também sabe como aproveitar da melhor forma cada ambiente, sugerindo móveis planejados e funcionais.

Conclusão

A profissão de designer de interiores vem crescendo a cada dia, visto que muitas pessoas estão procurando profissionais qualificados para projetar suas casas, ainda mais com o lançamento de imóveis cada vez menores.

Isso significa que é preciso saber como aproveitar melhor os espaços internos, deixando os ambientes bonitos, mas também funcionais. É justamente esse o objetivo do designer de interiores.

Embora a profissão seja muito confundida com arquitetura, o designer de interiores não irá cuidar de reformas estruturais.

Ou seja, para quem busca melhorar a decoração e deixar o ambiente funcional, mas sem quebrar paredes ou modificar tubulações, o designer é o profissional correto.

O artigo de hoje mostrou algumas vantagens de contar com o trabalho do designer de interiores, ressaltando que além de um imóvel super bonito, você também terá uma significativa economia de tempo e dinheiro.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

designer de interiores é o profissional responsável por sugerir projetos de decoração para residências, escritórios e comércios. Ou seja, ele colaborará com a ornamentação dos cômodos, sugerindo peças que melhor se adequam ao ambiente. Muitas pessoas têm dúvidas a respeito da profissão, bem como a diferença de um designer de interiores para um arquiteto, já que ambos trabalham com projetos de decoração para imóveis. No entanto, cada um deles trabalha com um aspecto central no que diz respeito à decoração das casas. Por esse motivo, o artigo de hoje vai trazer dicas de quando contratar um designer de…

Revisão Geral

Excelente!!

Sumário : Avalie o artigo! Agradecemos sua participação!!

Avaliação do Usuário: 4.88 ( 2 votos)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*