Home / Arte / Rolé Carioca expande ações em 2021: memórias de moradores, reflexões sobre a cidade e mostra de cinema estão na programação
CINE ODEON, Passeio realizado em 2019. Foto: Thiago DiniZ.
CINE ODEON, Passeio realizado em 2019. Foto: Thiago DiniZ.

Rolé Carioca expande ações em 2021: memórias de moradores, reflexões sobre a cidade e mostra de cinema estão na programação

A cidade como um palco onde a vida de milhões de pessoas acontece, cotidianamente e na prática. Em que cidade vivemos? Que cidade queremos? Como torná-la mais inclusiva e agregadora? O Rolé Carioca inicia o ano com uma série de ações que ampliam sua atuação e propõem repensar a relação do indivíduo com o espaço urbano.

Webinário, mostra de filmes, oficinas de cartografia afetiva na Maré, expansão do Mapa de Memórias e, claro, os já consagrados passeios guiados por professores de história marcam o início do projeto em 2021 em março, mês de aniversário do Rio de Janeiro.

O Rolé Carioca inicia suas atividades em 2021 consolidando-se como uma plataforma multifacetada de cultura e conhecimento sobre a cidade. A programação, digital e presencial, vai muito além dos já tradicionais e sempre concorridos passeios por diferentes pontos da cidade e se desdobra em debates, mostra de cinema, reflexões e escuta de moradores e suas memórias.





A intensa programação começa logo no início do mês com o webinário Papo de Rolé, que conta com nomes como MC Carol, Tainá de Paula, Doralyce, Sil Bahia e Mãe Celina de Xangô e será realizado entre os dias 1º e 04 de março, sempre às 19 horas, no canal do Rolé no Youtube e no Facebook do projeto.

O objetivo do Papo de Rolé é ouvir pessoas que praticam e pensam a cidade, explorando contrastes, discutindo aspectos da identidade cultural, abordando diferentes narrativas, explicitando desigualdades e apurando olhares sobre temas invisibilizados em narrativas oficiais.

Na sequência, a partir do dia 09 de março, começa a mostra online CineCidades, que apresenta filmes que dialogam com a temática urbana, abordando assuntos como habitação, patrimônio, direito à cidade, políticas públicas e identidade cultural, entre outros.

A mostra, que acontece em parceria com a Toca o Barco Produções, propõe apresentar um recorte da produção audiovisual contemporânea sobre a cidade do Rio de Janeiro, sua pluralidade e contradições, com filmes produzidos a partir dos anos 2000.

A mostra, gratuita e 100% virtual, conta com a curadoria do cineasta Emílio Domingos, que selecionou 17 filmes, entre curtas e longas-metragens, que ficarão disponíveis no canal Vimeo da mostra. Serão realizados dez debates ao longo de 3 semanas – todos traduzidos em libras – com realizadores, diretores e convidados. Mais informações em www.rolecarioca.com.br/cinecidades

Ouvindo e contando histórias

A programação continua com o chamado para que moradores e visitantes relatem suas histórias no Mapa de Memórias, um desdobramento natural e afetivo do Rolé que investe no protagonismo de pessoas comuns e suas experiências.

Já disponível no site do projeto, a plataforma é colaborativa e visa criar um mapa plural e representativo da relação entre as pessoas e a cidade. Mais informações em www.rolecarioca.com.br/mapa

“É muito importante pra nós, depois de oito anos contando histórias e trazendo narrativas pouco conhecidas sobre a cidade, ouvir o que as pessoas têm a dizer: suas experiências, vivências, análises, demandas…”, convida Isabel Seixas, idealizadora do Rolé Carioca. “Vamos inaugurar esta nova fase do projeto propondo o exercício da escuta, ouvindo moradores e visitantes, trocando ideias e dialogando com o objetivo de contribuir para uma cidade mais plural”, finaliza.

Oficinas realizadas na Maré serão a primeira ação de coleta de relatos em 2021, realizada em parceria com a Redes da Maré, onde moradores serão convidados a compartilhar suas histórias e experiências no território. Coletas de depoimentos e histórias de moradores em outros pontos da cidade acontecerão ao longo do ano, à medida em que ações presenciais estiverem liberadas tendo em vista a proteção da população em relação à pandemia.

E como não poderia deixar de ser, os passeios têm lugar garantido na programação anual do Rolé: serão dez ao longo de 2021. O primeiro acontece no final de março, em um diálogo com a mostra CineCidades, percorrendo um roteiro pelos cinemas de rua que fizeram época na cidade (alguns ainda existem e resistem!). O passeio é virtual e apresentado pelos historiadores William Martins e Roberta Baltar.

O novo formato dos passeios foi implementado em 2020 em respeito aos protocolos impostos pela pandemia da covid-19 e continuou mobilizando os rolezeiros que acompanham os roteiros presenciais desde o início do projeto. O passeio virtual acontece no dia 28 de março, às 10 horas da manhã pela plataforma Zoom, com transmissão também nas redes sociais do projeto.

Sobre o Rolé Carioca

Projeto multiplataforma de cultura e conhecimento sobre o Rio de Janeiro, o Rolé Carioca agrega um rico acervo de histórias, curiosidades, fatos e personagens coletados em quase uma década dedicada às pessoas, à memória e à cultura da cidade.

Criado em 2013 a partir de passeios presenciais por diferentes roteiros, contando histórias sobre o Rio e seus personagens, o Rolé Carioca expande sua atuação em 2021 se dedicando a ouvir histórias de moradores e trazer reflexões sobre o espaço urbano por meio de ações como o Mapa de Memórias, o webseminário Papo de Rolé e a mostra de filmes CineCidades – mesclando programação virtual e presencial, adaptada ao momento de pandemia.

Por sua trajetória, o Rolé Carioca foi um dos vencedores de 2019 do prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, concedido pelo IPHAN a iniciativas de preservação e difusão do patrimônio histórico e cultural.

Sobre o Estúdio M’Barakå (UM-BA-RA-KÁ) – Realizador e idealizador do projeto

Criado há 14 anos por Isabel Seixas e Diogo Rezende, o estúdio M’Baraká desenvolve projetos múltiplos com profissionais de diversos segmentos e se destaca por sua metodologia, que envolve criação, pesquisa, planejamento estratégico e direção de arte. Desde 2013, a economista Larissa Victorio faz parte da sociedade.

Os projetos do grupo são únicos, focados na criação de experiências relevantes, que geram conhecimento e valor para seus públicos: www.mbaraka.com.br

O Rolé Carioca conta com o patrocínio da Estacio e da Operadora Nacional do Sistema Elétrico (ONS), copatrocínio da First RH Group e Shift Gestão de Serviços e apoio da Lecca, do Congresso Mundial de Arquitetura e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*