Santa Ana em São Paulo: a história da padroeira refletida na arte do MAS.SP

Uma exposição singular celebra os 470 anos de São Paulo explorando a devoção e influência de Santana na identidade cultural da cidade

O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS.SP, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, informa sobre a exposiçãoSanta Ana em São Paulo: devoção refletida na arte,” uma iniciativa especial que marca os 470 anos da cidade e revela a profunda influência da padroeira Santa Ana na cultura e história paulistanas.

Anúncio

A abertura oficial ocorre em 24 de janeiro de 2024, quarta-feira, às 15hs., e a exposição permanece em cartaz até 28 de abril do mesmo ano. O MAS.SP convida a participar e a explorar a profundidade desta exposição única, que lança luz sobre a interseção da devoção religiosa e da identidade urbana na história de São Paulo.

Desde sua nomeação como padroeira em 1782 pelo Papa Pio VI, a pedido dos portugueses, até a mudança em 2008, quando São Paulo assumiu essa designação, Santana desempenhou um papel vital na devoção religiosa e na identidade cultural local.

Anúncio

A exposição, parte do Projeto Assemblage, sob a coordenação do museólogo Ramon Vieira, uma colaboração entre as áreas museológica e educativa, oferece uma análise meticulosa da história dessa devoção desde o período colonial até os dias atuais.

A mostra, composta por 80 itens do acervo da instituição, proporciona uma visão abrangente das diferentes representações de Santana, explorando sua presença na arte sacra através de esculturas, pinturas e documentos iconográficos e textuais.

Anúncio

Receba Notícias de Exposições e Eventos em geral em nosso grupo no Whatsapp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

O objetivo é oferecer aos visitantes uma compreensão aprofundada da veneração à avó de Jesus Cristo e sua influência duradoura na cultura religiosa e urbana da cidade. Dividida em três elementos essenciais, a exposição inicia com uma análise meticulosa das diversas representações de Santa Ana, apresentando a evolução de sua imagem ao longo do tempo.

Em seguida, explora-se a devoção popular à padroeira, destacando a profundidade do culto e sua conexão com a identidade religiosa dos paulistanos. Finalmente, o núcleo da mostra mergulha na história da relação entre Santana e a cidade, evidenciada pelo nome do bairro de Santana na capital e outras denominações em diferentes municípios do estado.

O Museu de Arte Sacra de São Paulo (MAS.SP) é um defensor da preservação e promoção do patrimônio cultural e religioso. Localizado na cidade de São Paulo, o MAS.SP busca conectar as pessoas à arte sacra, enriquecendo a compreensão da fé e da história por meio de suas coleções e exposições.

  • SANT’ANA

Santa Ana, também conhecida como Sant’Ana, desempenha um papel crucial na história religiosa como mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus. Poucos detalhes biográficos são conhecidos, principalmente através do Proto-Evangelho de Tiago, um livro do primeiro século não incluído nos Evangelhos Canônicos.

O nome “Ana,” derivado do hebraico “Hanna,” significa “graça.” Pertencendo à descendência do sacerdote Aarão, Santa Ana era esposa de São Joaquim, membro da nobre família real de Davi, cujo casamento compôs a linhagem nobre de Maria e Jesus. Casada jovem, enfrentou a esterilidade, uma condição mal compreendida na época e erroneamente atribuída à mulher. Santa Ana e São Joaquim, apesar do sofrimento, eram pessoas de fé.

Em um momento crucial, São Joaquim retirou-se para o deserto em oração e penitência, sendo atendido por um anjo. Santa Ana também recebeu a confirmação divina e pouco após o retorno de São Joaquim, concebeu Maria, preparada por Deus para ser a mãe do Salvador. A tradição cristã atribui o nascimento de Maria a Santa Ana no dia 8 de setembro, ano 20 a.C., superando a vergonha associada à esterilidade e sendo fundamental para a História da Salvação.

A devoção a Santa Ana e São Joaquim é antiga no Oriente e Ocidente. As relíquias de Santa Ana foram levadas para Constantinopla em 710 e distribuídas em várias igrejas, com a maior relíquia permanecendo em Durem, Alemanha. Em 1584, o Papa Gregório XIII fixou a festa de Santa Ana em 26 de julho, posteriormente unida à comemoração de São Joaquim pelo Papa Paulo VI na década de 1960.

Padroeira dos avós e invocada por mulheres que buscam engravidar, Sant’Ana é venerada pela sua influência na educação de Nossa Senhora e Jesus. Sua festa, celebrada em 26 de julho, é também o “Dia dos Avós,” um tributo à importância desse papel. Santa Ana, avó de Jesus, continua a ser uma fonte de conforto e confiança para aqueles que buscam sua intercessão.

  • o museu

O Museu de Arte Sacra de São Paulo, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, é uma das mais importantes do gênero no país. É fruto de um convênio celebrado entre o Governo do Estado e a Mitra Arquidiocesana de São Paulo, em 28 de outubro de 1969, e sua instalação data de 29 de junho de 1970.

Desde então, o Museu de Arte Sacra de São Paulo passou a ocupar ala do Mosteiro de Nossa Senhora da Imaculada Conceição da Luz, na avenida Tiradentes, centro da capital paulista. A edificação é um dos mais importantes monumentos da arquitetura colonial paulista, construído em taipa de pilão, raro exemplar remanescente na cidade, última chácara conventual da cidade.

Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1943, e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Arquitetônico do Estado de São Paulo, em 1979. Tem grande parte de seu acervo também tombado pelo IPHAN, desde 1969, cujo inestimável patrimônio compreende relíquias das histórias do Brasil e mundial.

Inscreva-se para receber as Novidades sobre Eventos
e o Universo das Artes primeiro!

O Museu de Arte Sacra de São Paulo detém uma vasta coleção de obras criadas entre os séculos XVI e XX, contando com exemplares raros e significativos. São mais de 10 mil itens no acervo. Possui obras de nomes reconhecidos, como Frei Agostinho da Piedade, Frei Agostinho de Jesus, Antônio Francisco de Lisboa, o “Aleijadinho” e Benedito Calixto de Jesus, entre tantos, anônimos ou não. Destacam-se também as coleções de presépios, prataria e ourivesaria, lampadários, mobiliário, retábulos, altares, vestimentas, livros litúrgicos e numismática.

SERVIÇO

Exposição: “Santa Ana em São Paulo: devoção refletida na arte
Curadoria: conjunta entre as áreas museológica e educativa – Projeto Assemblage

Abertura: 24 de janeiro, quarta-feira, às 15hs
Período: de 24 de janeiro a 28 de abril de 2024
Número de obras: 80
Técnica: esculturas, pinturas e documentos textual e iconográfico

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo || MAS.SP
Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô)
Estacionamento gratuito/alternativa de acesso: Rua Jorge Miranda, 43 (sujeito à lotação)
Tel.: 11 3326-3336 | 99466-6662 – informações adicionais
Horários: De terça-feira a domingo, das 09 às 17h (entrada permitida até as 16h30)

Ingresso:

  • R$ 6,00 (Inteira) | R$ 3,00 (meia entrada nacional para estudantes, professores da rede privada e I.D. Jovem – mediante comprovação);Isenções: crianças de até 7 anos, adultos a partir de 60, professores da rede pública, pessoas com deficiência, membros do ICOM, policiais e militares – mediante comprovação; gratuidade para todos PCDs mais um acompanhante. [GRATUIDADES] | GRÁTIS AOS SÁBADOS

Acessibilidade:

  • Estacionamento com vaga exclusiva para deficientes e idosos, banheiro acessível e adaptado, rampa de acesso para cadeirantes na entrada do MAS, acessibilidade informacional com QR Code nas principais obras do acervo, acessibilidade física e comunicacional utilizando recursos multissensoriais como maquetes e peças táteis utilizadas pelo setor educativo, intérprete de Libras e profissionais bilíngues no atendimento de público, mediante agendamento, recursos digitais no site do museu, com a utilização de caracteres ampliados e audiodescrição.

Mídias Digitais

Site: www.museuartesacra.org.br
Instagram: www.instagram.com/museuartesacra/
Facebook: www.facebook.com/MuseuArteSacra
Twitter: twitter.com/MuseuArteSacra
YouTube: www.youtube.com/MuseuArteSacra
Google Arts & Culture: bit.ly/2C1d7gX

MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO – MAS.SP

Presidente do Conselho de Administração – José Roberto Marcellino dos Santos
Diretora Executiva – Elaine Caramella
Diretora de Planejamento e Gestão – Tatiana Ricci
Museólogo – Ramon Vieira

Deixe um comentário