Home / Arte / São Paulo é a capital brasileira dos museus: conheça 10 opções surpreendentes, por Silvio Sallowicz

São Paulo é a capital brasileira dos museus: conheça 10 opções surpreendentes, por Silvio Sallowicz

Sallowicz, que é especialista em turismo, faz uma seleção de museus que oferecem um riquíssimo e diversificado acervo cultural da história brasileira e mundial




Não é segredo que a capital paulista concentra o maior número de museus do país. Um dos destaques é o Museu do Ipiranga que, após quase uma década fechado para o público, reabriu no mês de setembro, agora cheio de inovações tecnológicas. No mais, o MASP (Museu de Arte de São Paulo), é um dos mais importantes espaços culturais do Brasil, além de um cartão-postal da cidade. Outra preciosidade é a Pinacoteca de São Paulo, o mais antigo museu de artes plásticas do estado.

“São Paulo é um pólo de arte e cultura e reúne tantas coleções diversas que até mesmo quem não gosta muito de exposições consegue encontrar algo que agrade”, diz Silvio Sallowicz, CEO da Duo & Ecco.




Confira, a seguir, a seleção de Sallowicz, com 10 museus imperdíveis:

1. Museu do Ipiranga: reabriu recentemente, em 7 de setembro, durante a celebração dos 200 anos da Independência do Brasil. E agora com o dobro do tamanho e capacidade para receber até doze exposições simultâneas. “Outro destaque é o Jardim Francês, que retomou características de um século atrás”, diz Sallowicz. “Este museu compõe a memória afetiva de todos os paulistanos, merece estar no roteiro de moradores e turistas”, completa. Preço: grátis até 7/11, em sympla.com.br; Endereço: Rua dos Patriotas, 20, Vila Monumento. Instagram: @museudoipiranga



2. Museu de Arte de São Paulo (MASP): cartão postal mais importante da capital paulista, o MASP já chama atenção do lado de fora, por seu formato icônico, que leva assinatura de Lina Bo Bardi. Do lado de dentro, abriga a maior coleção de arte de todo o hemisfério Sul, com cerca de 10.000 peças, abrangendo arte africana, das Américas, asiática, brasileira e europeia, desde a Antiguidade até o século 21, incluindo pinturas, esculturas, desenhos, fotografias e roupas, entre outros. “O acervo é de peso e é possível conferir obras de Van Gogh, Cézanne, Renoir, Picasso e Monet”, diz Sallowicz. Preço: R$ 50 para adultos e R$ 25 para estudantes, professores e maiores de 60 anos. Crianças menores de 11 anos não pagam mediante a apresentação de documento. Às terças-feiras e nas primeiras quartas de cada mês a entrada é gratuita para todos. Endereço: Avenida Paulista, 1578, Bela Vista. Instagram: @masp

3. Pinacoteca: fundada em 1905, a Pinacoteca reúne um dos mais importantes acervos de obras de pintores e escultores brasileiros no país, como Cândido Portinari, Tarsila do Amaral e Claudia Andujar. “A Pina, como é graciosamente conhecida, proporciona aos seus visitantes uma viagem envolvente e muito rica pela história da arte e do Brasil”, diz o especialista. Preço: entrada grátis aos sábados. Nos outros dias, R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Endereço: Praça da Luz, 2, Luz. Instagram: @pinacotecasp

4. Museu Lasar Segall: instalado na antiga residência do pintor e gravurista Lasar Segall, o museu homenageia esse que foi um dos artistas pioneiros do modernismo no Brasil. “Com entrada gratuita, dá para ver de perto os pincéis, cavalete e tintas que Segall usava, o que é emocionante! Além disso, o local é também um centro de atividades culturais, oferecendo oficinas de gravura, criação literária e fotografia”, diz o especialista. Preço: entrada grátis. Endereço: Rua Berta, 111, Vila Mariana.
Instagram: @museu_lasar_segall

5. Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM): funciona em um conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer e reformado por Lina Bo Bardi.O acervo do museu conta com mais de 5.000 peças, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, vídeos e instalações que privilegiam o experimentalismo e expõe artistas do movimento de arte moderna e contemporânea, principalmente no Brasil. “Como está dentro do Parque Ibirapuera, a visita a este museu permite um passeio duplo por dois points icônicos da cidade, unindo lazer e cultura”, destaca Sallowicz. Preço: entrada grátis aos domingos. Nos outros dias, R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia).Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n°, Vila Mariana. Instagram: @mamoficial

6. Instituto Moreira Salles (IMS Paulista): é um centro cultural que abriga importantes patrimônios em quatro áreas: Fotografia, em mais larga escala, Música, Literatura e Iconografia. “O ambiente é moderno e super agradável, com café, biblioteca e cinema, sem falar no mirante que proporciona uma vista linda da Paulista, rendendo cliques inesquecíveis da avenida mais conhecida da cidade”, diz Silvio Sallowicz.Preço: entrada grátis.Endereço: Avenida Paulista, 2424, Bela Vista. Instagram: @imoreirasalles

7. Instituto Tomie Ohtake: inspirada pelas formas abstratas da artista plástica Tomie Ohtake, o centro cultural chama a atenção com um prédio cheio de formas e cores no meio de Pinheiros. “Além do acervo pessoal da artista que dá nome ao museu, o instituto sempre tem exposições de artistas novos. Além disso, só a arquitetura do lugar já merece a visita”, diz o especialista. Preço: entrada grátis. Endereço: Rua Coropé, 88, Pinheiros. Instagram: @institutotomieotahke

8. Museu da Língua Portuguesa: instalado na antiga Estação da Luz, convida o público a aprender a sobre a língua portuguesa por meio de instalações lúdicas e interativas. “A aposta em atrações interativas surpreende e nos dá uma verdadeira aula sobre as origens e a evolução da nossa língua materna”, explica Silvio Sallowicz. Preço: aos sábados, entrada grátis. Nos demais dias, R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Endereço: Praça da Luz, s/nº, Luz. Instagram: @museudalinguaportuguesa

9. Museu de Arte Sacra: para entender melhor a relação entre arte e religião, este museu é escolha certeira. “Situado no Mosteiro da Luz, um prédio colonial do século XVIII, o museu reúne obras que chegam a ter mais de 300 anos, de grandes nomes da arte sacra, como o Aleijadinho”, afirma o especialista. Preço: entrada grátis aos sábados. Nos outros dias, R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). Endereço: Av. Tiradentes, 676, Luz. Instagram: @museuartesacra

10. Museu Catavento: é dividido em quatro áreas totalmente interativas e tem como proposta passar um conteúdo educativo a partir de brincadeiras. “Esse é o museu perfeito para um passeio com crianças, oferecendo diversão de sobra e muito conhecimento”, diz Sallowicz. Preço: entrada grátis todas as terças. Nos outros dias dias, R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia). Endereço: Avenida Mercúrio, s/nº, Parque Dom Pedro II. Instagram: @museucatavento

Sobre a Duo & Ecco: com atuação no Brasil e no mercado internacional, a empresa é referência em viagens de incentivo, eventos corporativos, premiações de colaboradores e live marketing. No mercado brasileiro, sua reputação é reconhecida amplamente, sendo que faturou 22 Prêmios Caio, conhecido como o Oscar do mercado de eventos. É a empresa pioneira em seu modelo de negócios, com a inovação como pilar central de seus negócios, e também a primeira do segmento a receber a certificação internacional SITE Crystal Awards. No DNA do grupo está a inovação e a personalização, além da empatia e do apoio à diversidade e à inclusão. Recentemente, as viagens de capacitação executiva entraram no portfólio de serviços. Com grande reputação e credibilidade, a empresa comemora seus 27 anos com o lançamento de uma marca única, a Duo & Ecco, fusão das duas organizações fundadas pelo CEO Silvio Sallowicz e seu sócio Gerson Palmeira. A atenção aos detalhes, a criatividade e o planejamento impecável são características que a Duo & Ecco adota para criar experiências memoráveis.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*