Home / Arte / “SILICA”, filme sobre a produção de arte em vidro
Vidro em estado líquido. Foto: Daniel Souza.
Vidro em estado líquido. Foto: Daniel Souza.

“SILICA”, filme sobre a produção de arte em vidro

Diretora e artista visual, Camilla Stefanini e Patricia Bagniewski [respectivamente], lançam o média-metragem documental:

SILICA

O filme, gravado em Murano, na cidade de Veneza (Itália), apresenta uma breve história do vidro a partir da vivência da artista sob o olhar da diretora

Contempladas em editais do programa Conexão Cultura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, Camilla e Patricia, parceiras há cinco anos, embarcaram em uma jornada de pesquisa e imersão no universo infinito de possibilidades na arte de produzir obras artísticas em vidro.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

O local escolhido, para realizarem seus trabalhos, foi o Berengo Studio no arquipélago de Murano, em Veneza (IT). O estúdio é reconhecido mundialmente por apresentar o vidro ao mundo da arte contemporânea, e Murano, por sua vez, faz fama desde o século XIV ao abrigar fornalhas de onde saem peças em vidro e cristal de alta qualidade.

No Berengo Studio, Bagniewski aprimorou técnicas e conhecimentos, acumulados há mais de 20 anos dedicados à arte, através de Residência Artística. Enquanto Stefanini cumpriu seu Intercâmbio Cultural ao acompanhar o cotidiano do Studio e registrar a produção de arte contemporânea em vidro, tendo como objeto a experiência pessoal, artística e técnica de Patricia.

Por meio de imagens e sons hipnotizantes, o documentário SILICA conduz o olhar de quem o assiste ao mostrar a união dos quatro elementos – água, fogo, ar e terra, que resultam em arte na aplicação de técnicas como o sopro em cana, moldagem e fusão. Para Patricia, “o vidro é um material antagônico, pois é a um só tempo sólido e líquido, perto e longe, onde os olhos dançam em sua transparência”.

Com mais de oito anos de experiência no mercado audiovisual, a diretora Stefanini acredita apresentar um registro importante para a cultura nacional, “SILICA ressalta a carreira e obra de uma das poucas mulheres brasileiras que dominam diferentes técnicas na arte em vidro, destaca.

O filme é uma produção da UN1DADE Audiovisual, dirigida por Camilla Stefanini, e FUZJA Studio, de Patricia Bagniewski.

Serviço:
Documentário: “SILICA”
Pré-estreia: 20 de abril de 2021
Temporada em cartaz: do dia 20 às 20h00 até o dia 21 às 20h00 (24hrs no ar)
Exibição gratuita no site: un1dade.com

 

Ficha técnica:

Direção e Edição: Camilla Stefanini; Roteiro e Narração: Patricia Bagniewski; Direção de Fotografia: Daniel Souza; Produzido por: UN1DADE Audiovisual e FUZJA Studio.

Camilla Stefanini – Fundadora e Diretora da UN1DADE Audiovisual, marca que criou com o intuito de unir profissionais e parceiros especializados para o desenvolvimento de projetos audiovisuais ao redor do mundo. Especialista em Internacionalização de Projetos, Direção de Cinema e Edição de Conteúdos Audiovisuais.

Patricia Bagniewski – Artista visual multidisciplinar, com mais de 20 anos de pesquisa com o material vidro. Já participou de várias exposições, salões de arte e residências artísticas nacionais e internacionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*