Home / Arte / SP-Arte, 2019, Galeria Marcelo Guarnieri – Carlos Fajardo
Carlos Fajardo, Sem título, 1989, dimensões variáveis, tijolos, cortesia Galeria Marcelo Guarnieri.

SP-Arte, 2019, Galeria Marcelo Guarnieri – Carlos Fajardo

Galeria Marcelo Guarnieri
sp-arte, 2019 – setor Masters
03 – 07 de abril de 2019 – preview para convidados dia 03 de abril.
Pavilhão Ciccillo Matarazzo
[Pavilhão da Bienal] Parque Ibirapuera, Portão 3
São Paulo, Brasil

Carlos Fajardo é um dos artistas selecionados para integrar o setor Masters da 15ª edição da sp-arte. Fajardo apresentará cerca de oito trabalhos produzidos entre as décadas de 1960 e 1980, dentre eles “Neutral”, uma de suas primeiras obras, de 1966. “Neutral” é composto por um cubo de acrílico transparente em cujo interior há outro, virtual, formado por um traçado que percorre suas seis superfícies. O trabalho foi apresentado pela primeira vez na mostra Descoberta da América, na Rex Gallery & Sons, em 1966. Ao ser vendido, adquiria-se não o cubo em si, mas um manual de instruções para montá-lo. Além do histórico “Neutral”, serão apresentadas dois trabalhos em fórmica menos conhecidos, “Hora da Chuva” e “Hora Tonal”, ambos de 1972. As duas peças fazem parte de uma série de cerca de quarenta trabalhos que são compostos pelas mesmas formas geométricas em combinações distintas de cores, cada uma correspondente a alguma hora do dia. O stand também contará com o trabalho “Sem Título” de 1989, obra composta por centenas de tijolos empilhados que dão forma a uma pirâmide invertida. O que vemos da pirâmide é seu interior, embora ele possa ser entendido também como superfície e não como volume, gerando um instigante efeito óptico.

Investigando a percepção nas relações entre cores, formas, superfícies e transparências, as quatro obras ilustram bem uma das ideias principais exploradas por Fajardo: a de que os trabalhos de arte também podem ser encomendados por qualquer um, constituídos por materiais industriais, são portadores de uma ideia que ultrapassa o fazer.

Antigo setor Repertório, o Masters foi criado em 2017 e foca em trabalhos produzidos até a década de 1980, estabelecendo diálogos entre artistas brasileiros e estrangeiros com trabalhos expressivos com pouco destaque no mercado nacional. A edição de 2019 contará com curadoria de Tiago Mesquita.

Sobre o artista

Carlos Fajardo
1941 – São Paulo, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil

Carlos Fajardo vem investigando, desde fins da década de 1960, as relações entre matéria, corpo, superfície, tempo e espaço. Embora seu trabalho tenha se transformado ao longo dos anos, o desenho sempre foi uma questão de profundo interesse para Fajardo. Inicialmente associado a uma ideia de figuração, passou a ser utilizado como um modo de elaborar raciocínios visuais. O desenho abandona a representação e adota sua vocação construtiva, permitindo ao artista explorar não só a superfície em si, mas as associações entre superfícies no espaço. Além do artista, cabe ao observador um papel fundamental na construção dos significados das obras, já que é por meio de seu corpo e de sua presença que pode senti-las e escolher a maneira mais interessante de relacionar-se com elas.

Sua obra tem uma presença relevante no panorama da arte brasileira assim como sua atuação de mais de 40 anos como professor. Ao longo de sua carreira, participou de diversas exposições importantes no Brasil e no exterior, dentre as quais Jovem Arte Contemporânea, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), em 1967, organizada por Walter Zanini. Participou das 9ª, 16ª, 19ª, 25ª e 29ª edições da Bienal de São Paulo, respectivamente em 1967, 1981, 1987, 2001 e 2010. Representou o Brasil na Bienal de Veneza em 1978 e em 1993. Em 2018, Fajardo participou das exposições “Caixa Preta”, na Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil; “Rejuvenesça! uma mostra-manifesto”, na Casa do Povo, São Paulo, Brasil e apresentou a individual “Diáfano – Reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo”, no Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

Galeria Marcelo Guarnieri
Alameda Lorena, 1835 – Jardins
São Paulo – SP – Brasil / 01424 002
tel +55 (11) 3063 5410 / 3083 4873 | contato@galeriamarceloguarnieri.com.br
seg – sex: 10h às 19h / sábado 10h às 17h
Mais informações, acessar a página www.galeriamarceloguarnieri.com.br
15ª edição da SP-Arte
3 a 7 de abril de 2019
Horários
Quarta (3 de abril): Preview para convidados
Quinta a sábado (4 a 6 de abril) : 13h–21h
Domingo (7 de abril): 11h–19h
Localização
Pavilhão da Bienal
Parque Ibirapuera, portão 3

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n
São Paulo, Brasil
Estacionamento no Parque com Zona Azul.​
www.sp-arte.com

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*