Home / Arte / Taubaté Shopping recebe a exposição “Emílio Goeldi e as aves Amazônicas”, com abertura no domingo 22 de agosto
Emílio Goeldi, ''Cena de um ninhal de guarás na costa atlântica da Ilha de Marajó''. Foto: Divulgação.
Emílio Goeldi, ''Cena de um ninhal de guarás na costa atlântica da Ilha de Marajó''. Foto: Divulgação.

Taubaté Shopping recebe a exposição “Emílio Goeldi e as aves Amazônicas”, com abertura no domingo 22 de agosto

O Projeto Goeldi, criado em 1978, com sede em Taubaté, dá início no próximo domingo, 22 de Agosto, à exposição “Emílio Goeldi e as aves Amazônicas”, no Taubaté Shopping.





A mostra, com curadoria de Lani Goeldi – bisneta de Emílio Goeldi – apresenta 48 pranchas com imagens das 337 espécies de aves amazônicas catalogadas pelo zoólogo e cientista suíço Emílio Goeldi durante o período em que dirigiu o antigo Museu Paraense de História Natural e Etnografia – posteriormente denominado Museu Paraense Emílio Goeldi, em sua homenagem.

Emílio Goeldi (1859-1917) viveu no Brasil por vários anos, desde 1885. De 1893 a 1907, período em que dirigiu o Museu Paraense de História Natural e Etnografia, desenvolveu um trabalho fundamental. Visitou grande parte da Amazônia e realizou intensivas coletas para formar as primeiras coleções zoológicas, botânicas, geológicas e etnográficas da região.

Goeldi contratou para o Museu o fotógrafo, desenhista e litógrafo alemão Ernst Lohse. Profundo conhecedor do ambiente amazônico, foi Lohse quem que ilustrou o livro “Álbum de Aves Amazônicas”, editado por Goeldi em 1900, com as 48 sublimes pranchas com desenhos das 337 espécies de aves amazônicas catalogadas por Emílio Goeldi. Os originais, litografias aquareladas, estão no Museu de História Natural de Berna, na Suíça. Impressas em metacrilato, no formato 65 cm x 45 cm, as 48 pranchas estão sendo agora apresentadas publicamente pela primeira vez na mostra “Fauna e Flora Brasileiras”.

Para enriquecimento da experiência, os visitantes da exposição poderão usar a tecnologia de Realidade Aumentada, fazendo com que as obras ganhem vida – as aves, por exemplo, poderão ser vistas em movimento.

Complementarmente à mostra, o público poderá conhecer um pouco da vida e da história de Emílio Goeldi, destemido naturalista suíço que se deslocou para a Amazônia com esposa e seis filhos com o intuito de perseguir um sonho: pesquisar as espécies brasileiras e a Amazônia, região com uma das mais ricas representações ornitológicas do mundo.

O Projeto Goeldi – Sediado em Taubaté, SP, o Projeto Goeldi, constituído sob a denominação Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi, foi criado em 1978 com o objetivo de recolher, valorizar e perpetuar a obra de Oswaldo Goeldi – filho de Emílio Goeldi e considerado o mais influente gravador brasileiro.

A instituição vem realizando uma série de exposições e eventos culturais dentro e fora do Brasil, contribuindo de forma decisiva para a formação de público especializado em artes visuais.

Dirigido por Lani Goeldi, o projeto tem como objetivo primeiro “divulgar o trabalho do artista e aproximar da comunidade o lado íntimo deste gravador tão respeitado pelos intelectuais e tão próximo dos miseráveis e excluídos”. Com esse conceito, afirma, “o Projeto Goeldi protagoniza o renascimento da alma do artista e de sua paixão pela gravura”.

Serviço“Emílio Goeldi e as aves Amazônicas”, tem abertura em 22 de Agosto, domingo, no Taubaté Shopping – Av. Charles Schnneider 1700, tel. (12) 3634-7999.
Visitação até 22 de Outubro – de segunda a sábado das 10 às 22 horas e aos domingos das 13 às 20 horas. A entrada é franca.
A exposição “Fauna e Flora Brasileiras” é uma realização da Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi e do Projeto Goeldi, com apoio do ProAC-Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo e do Taubaté Shopping.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*