Home / Arte / Workshop gratuito oferece danças angolanas online
Projeto “Intercâmbio Cultural Brasil & Angola” do coletivo Kizomba Yetu. Foto: Divulgação.
Projeto “Intercâmbio Cultural Brasil & Angola” do coletivo Kizomba Yetu. Foto: Divulgação.

Workshop gratuito oferece danças angolanas online

O projeto “Intercâmbio Cultural Brasil & Angola” do coletivo Kizomba Yetu tem o intuito de promover e divulgar a cultura angolana no Brasil, por meio de workshops com atividades do local; o evento será realizado no dia 17 de janeiro, às 15h

São Paulo, janeiro de 2021 – Trazer experiências culturais de outros países é uma proposta muito interessante nos dias de hoje, já que é importante criar oportunidades para que as pessoas tenham acesso a outras culturas, em busca de uma maior diversidade. Pensando nisso, o coletivo Kizomba Yetu, incentivado pela Secretaria Municipal de Cultura, irá realizar no dia 17 de janeiro um workshop gratuito com danças angolanas, incluindo Kizomba, Semba, Kuduro, Danças Folclóricas e Afro House, com duração de 1 hora. Depois disso, também contará com a participação de um DJ tocando músicas tradicionais africanas por duas horas. Os dançarinos vão interagir e dançar com o público.

Publicidade: Banner Luiz Carlos de Andrade Lima

De acordo com Vanessa Dias, idealizadora e coordenadora do projeto, pesquisadora das danças africanas desde 2016, essa é uma oportunidade para as pessoas entenderem um pouco mais sobre a cultura angolana de uma forma divertida e segura – pensando no momento em que estamos vivendo. “Esse projeto já foi realizado anteriormente, de forma presencial e online pela Secretaria Municipal de Cultura e agora será realizado novamente pela SMC, pelo edital prêmio Aldir Blanc do Governo Federal, em que vários coletivos foram contemplados para executarem projetos sócio culturais na cidade de São Paulo”, explica.

O evento será realizado de forma online, seguindo as regras de restrições da pandemia, por meio da Sympla, a maior plataforma de eventos. “Tudo será gratuito, mas será necessário realizar a inscrição. Para os participantes do workshop que tiverem uma permanência mínima de 45 minutos na aula, será disponibilizado um certificado de participação, onde eu assinarei, junto com a Associação Angolana de São Paulo “Palanca Negra”, apoio Institucional, onde será representada pelo presidente Carlos Francisco João, (mais conhecido como Mandume). Para os que ficarem até o final, ainda poderão participar de sorteios de brindes, como: chaveiros, camisetas e aulas particulares de Kizomba/Semba/Afro House e/ou Dança Tradicional”, revela Vanessa.

O projeto do coletivo Kizomba Yetu terá duração de seis meses, com a realização de quatro workshops e dois Caldo do Semba – muito tradicional na cultura angolana. Nesse evento terá show ao vivo, apresentação de dança, parceria com restaurantes africanos e sorteios, tudo de forma gratuita e com transmissões ao vivo. “Os eventos serão transmitidos através da Casa de Cultura Chico Science. As informações completas podem ser encontradas na nossa página do Facebook”, finaliza Vanessa.

Informações do evento
Workshop gratuito de danças angolanas
Data: 17 de janeiro
Horário: 15h
Duração: 3h
Link de inscrição: bit.ly/2MVuuFB

 

Sobre o Kizomba Yetu

O coletivo “KIZOMBA YETU” termo que vem de uma das línguas nacionais angolanas – o “Kimbundu” que pode ser traduzido como “A Nossa Festa”, – realiza manifestações socioculturais, na capital de São Paulo. O principal objetivo é promover a cultura e as danças angolanas através de aulas de Kizomba, Semba, Kuduro, entre outras. O coletivo existe desde agosto de 2018. É formado por brasileiros, angolanos, guineense e francesa, residentes em São Paulo, onde realiza-se atividades de intercâmbio cultural. Em 2019, o coletivo foi contemplado pela Secretaria Municipal de Cultura no programa VAI 1 (Valorização de Iniciativas Culturais) para realização do projeto denominado “Intercâmbio Cultural Brasil & Angola”. Foram realizados vários Workshops de Danças Angolanas, nas Casas de Cultura e Centros Culturais de São Paulo, com entrada gratuita. Desde a inauguração do KIZOMBA YETU já foram realizadas uma média de 60 eventos e neles passaram mais de 2.000 alunos, atuamos em diversas regiões de São Paulo, como: Sé, Brás, República, Bela Vista, Jabaquara, Freguesia do Ó, Jardim Peri Alto, Sacomã/Ipiranga e na Avenida Paulista, além de participação em outros eventos culturais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*