Home / Arte / Buana Lima – Assessoria Profissional aos Artistas Plásticos

Buana Lima – Assessoria Profissional aos Artistas Plásticos

Tony Franco é Administrador de Empresas.

Tony Franco é Administrador de Empresas.

Buana, conte-nos um pouco de você…

Sou brasileira, estudei jornalismo, pintei de forma autodidata durante muitos anos, mas percebi que tinha muito mais de empreendedora que pintora. Fui morar em Buenos Aires e lá nasceu Universo Art Kids e depois Universo de las Artes, hoje somos o grupo de arte internacional mais conhecido e respeitado no meio. Além de trabalhar com artistas emergentes ajudando-os fazer curriculum, assessoro artistas plásticos que já estão em outra etapa.

Além de assessorar os artistas plásticos, você também é artista plástica?

Sim, autodidata.

Quando despertou seu desejo pelas artes plásticas e percebeu que poderia ser útil aos artistas plásticos?

Quando vi um pintor criando uma paisagem NAIF na parede de minha casa, um homem que eu havia contratado, passei o dia admirando e logo quis pintar também. Porém como disse anteriormente, meu talento maior é na abordagem, no lobby, no marketing, meu perfil é mais na área da comunicação.

Buana Lima é Artista Plástica, Escritora e Assessora de Artistas Plásticos.

Buana Lima é Artista Plástica, Escritora e Assessora de Artistas Plásticos.

Tem algum familiar ou conhecido que tem/teve envolvimento com as artes e serviu de inspiração para sua jornada nas artes?

Sim, todos na minha casa têm habilidades artísticas. Eu na adolescência fiz teatro. Minha mãe fez teatro na adolescência, meu pai era artesão, minha irmã sempre teve facilidade para desenhar, porém ninguém é profissional em artes, cada um seguiu seu caminho, mas eu decidi trabalhar com artes.

Quais as habilidades necessárias para assessorar um artista plástico?

Entender que os sonhos dos outros passa a ser o seu quando se compromete com um cliente, pré-disposição para se comprometer e dar seu 200% por aquela pessoa, criatividade, conhecimentos com pessoas que possam realmente abrir portas, cara de pau para pedir por elas. Ter visão, e acima de tudo, dar muitas horas de trabalho para que as coisas aconteçam.

Quais os desafios da arte/artistas/assessor no cenário atual?

O grande desafio é conseguir inserir o artista num mercado onde ele realmente possa ter chances reais de ser visto por pessoas importantes no mundo da arte, onde ele possa trilhar um caminho diferenciado e chegar aos objetivos de todos eles, que é o reconhecimento e venda.

As redes sociais têm lhe ajudado nessa atividade com os artistas plásticos?

As redes sociais têm ajudado demais e hoje temos um novo ambiente de trabalho e um novo panorama.

Eu acredito que é mil vezes melhor o artista estar exposto nas redes sociais que dentro de uma galeria numa mostra que se não tiver de fato frente desta galeria um galerista sério disposto a vender, ou um art dealer, realmente nem vale a pena. Está cheio de galerias caça-níqueis por aí. O artista tem que passar a ter uma mente mais empreendedora e menos romântica para começar a ser independente, e começar a saber comercializar suas obras. Ainda sobre as redes sociais se você não souber direcionar seu uso nas redes também não vai passar de ser visto por amigos de amigos. Tudo que se faz deve-se ter Visão, e Visão é algo que poucos têm.

Como as artes plásticas podem contribuir para a educação e cultura?

Partindo de um princípio que a arte te dá autonomia, a criação amplia a mente, abre caminhos ilimitados, o problema é o artista saber o poder que ele tem.

Quanto a contribuir com a educação e cultura, o processo de criação é um campo vasto de pesquisa e conhecimentos infinitos, e uma coisa vai levando a outra, as pesquisas te levam ao conhecimento, que te levam a vislumbrar coisas, que te abrem os olhos, te trazem autoestima, equilíbrio, concentração e a mensagem que cada um quer passar com sua arte forma opiniões, marcam épocas, imortalizam períodos, tudo isso é cultura.

Fale sobre os seus projetos atualmente.

Os nossos projetos de divulgação e formação de curriculum para artistas emergentes, seguem de vento em poupa como alguns já sabem sou sócia do grupo internacional de artes junto a Marcos Ozán, Diretor de Universo de las Artes na Argentina. Com a pandemia passamos a fazer catálogos virtuais com a participação de artistas de vários países do mundo, nosso último catálogo teve a participação em 18 países. A última mostra que fiz para transmissão apenas virtual teve a participação de 140 artistas de vários países.

Somos inovadores, sempre com propostas novas. Para quem não sabe a MODA de expor obras em impressões gráficas para que todos de qualquer país pudessem participar foi uma ideia e lançamento de Universo Art Kids, e depois levamos esta mesma ideia para Universo de las Artes, logo virou febre no mundo todo. Atualmente estamos convocando para o terceiro catálogo Virtual.





Qual o seu conselho para os que estão começando agora e sentem o desejo de criar arte e/ou assessorar artistas plásticos?

Quanto a assessoria não é algo fácil, tem que ter muito comprometimento como já citei acima, se tiver, pode se arriscar, e por isso que eu somente conheço Eu que faça este trabalho como eu faço e da forma que faço hoje, pelo menos no Brasil. Eu sou workaholic, e meus clientes sabem do que estou falando, se não der seu 200% melhor não querer ser assessor de artistas. Já para começar a expor suas primeiras obras, já é mais fácil, existem vários gestores de arte hoje que vivem disso, de organizar mostras cobram e qualquer artista iniciante pode participar e começar a colecionar seus certificados. Mas se querem um conselho: Preste atenção onde colocam seu dinheiro. Universo de las Artes faz mostras que consagram qualquer artista iniciante, os levamos aos centros culturais de Embaixadas é desse nível para cima. Se vai pagar, pague para ter um curriculum de peso.

Poderia comentar alguma curiosidade artística.

Curiosidade não, mas gostaria de dizer que acima de tudo, os artistas devem ter humildade, pois hoje com tantos gestores fazendo mostras e mostras internacionais, tem artista que acha que isso é o suficiente para chegar onde ele deseja, só que não é, o caminho é longo nessa caminhada e se a pessoa não tiver humildade e se achar um Picasso por que fez um curriculum internacional, está fadado a decadência.

Como citei acima, Universo de las Artes faz todo artista iniciante ter um curriculum maravilhoso. Já topei com alguns artistas que me disseram: Não pago para expor por que já expus na Europa, etc.. você deveria trabalhar de graça para mim. E isso realmente fecha todas as portas destas pessoas. Ninguém trabalha de graça e não tem por que trabalhar de graça, contato e divulgação tem preço e meu tempo vale ouro.

Como definiria sua assessoria em uma linha?

A minha assessoria leva os artistas de forma profissional a serem vistos por pessoas realmente importantes no mundo da arte.

Existe uma diferença muito grande em fazer mostras, participar de mostras para divulgação e contratar assessoria personalizada. A assessoria é para artistas que se cansaram de pagar para participar de mostras coletivas, que já tem curriculum e querem trilhar um caminho verdadeiramente profissional. Os resultados obviamente que dependem da empatia que as pessoas terão com as obras desse artista, mas talvez essa sera a única oportunidade que ele terá de chegar a estas pessoas em vários países do mundo. Eu tenho minha base de dados, de amigos em fim, tenho meus contatos. Mantenho bom relacionamento com pessoas do mundo inteiro assim como matenho com vocês do Obras de Arte.

Meus contatos:

E-mail: universodasartess@gmail.com

Facebook: Buana Lima

WhatsApp: +55 21 97616-3304

 

 


Grupo no Facebook | Instagram
LinkedIn | Facebook | Twitter

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*